TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DESAFIO PROFISSIONAL: Refletir sobre a atuação do profissional Assistente Social

Por:   •  2/11/2015  •  Trabalho acadêmico  •  2.571 Palavras (11 Páginas)  •  466 Visualizações

Página 1 de 11

[pic 1]

UNIVERSIDADE ANHANGUERA

POLO DE ERECHIM

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL 

DISCIPLINAS: FUNDAMENTOS DAS POLITICAS SOCIAIS; PSICOLOGIA E SERVIÇO SOCIAL II

NATALIE LOPES VIEIRA - RA 1299101925

DESAFIO PROFISSIONAL: Refletir sobre a atuação do profissional Assistente Social, os desafios enfrentados no cotidiano da profissão em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e elaborar um Relatório Social na área da Saúde.

TUTORA EaD: Valeria Rossi Lourenco

ERECHIMRS

Outubro 2015

INTRODUÇÃO

Esta produção textual acadêmica visa de uma forma geral, atentar para a relevância dos serviços prestados pelo Assistente Social na área da saúde principalmente na Rede de Pública de Saúde e maneira mais específica para o papel que o Assistente Social desenvolve frente aos desafios encontrados nesta área. Já em segundo plano tem por objetivo, refletir e ao mesmo tempo analisar um caso especial e responder a questões: Como o Serviço Social atua frente aos problemas de exclusão social, drogas e preconceito? No que se baseia o profissional do Serviço Social para intervir e fazer seus atendimentos?

O Serviço Social despontou no Brasil por volta de 1930, quando aqui tivera início os processos de industrialização e modernização. A formação do Assistente Social compreende a uma grade curricular que possibilita ter ampliação da visão o que objetiva formar profissionais compromissados com valores, humanismo, liberdade, democracia e justiça, o trabalho exercido pelo Assistente Social apresenta-se essencialmente no que diz respeito à promoção de políticas socioeducativas, atua no planejamento, organização, execução, avaliação, gestão, pesquisa e assessoria, processos ligados à politicas públicas e privadas. Segundo Iamamoto ao Assistente Social cabe:

“(...) um dos maiores desafios que o assistente social vive no presente é desenvolver sua capacidade de decifrar a realidade e construir propostas de trabalho criativas e capazes de preservar e efetivar direitos, a partir de demandas emergentes no cotidiano. Enfim, ser um Profissional propositivo e não só executivo”. (2001:20)

A atividade do Assistente Social é fundamentada em legislação federal que protege e ampara o cidadão garantindo-lhes os todos direitos sociais, dentre elas cito algumas: Legislação Previdenciária; Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS; Estatuto da Criança e do Adolescente Legislação Previdenciária; Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA; Lei Orgânica de Saúde – LOS; Política Nacional do Idoso – PNI; Política e Serviços especiais de prevenção e atendimento médico e psicossocial às vítimas de negligências e maus tratos, exploração e abuso, crueldade e opressão; Política Nacional para a integração da Pessoa Portadora de Doenças Especiais; Política sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais.

Em consonância com o Código de Ética do Assistente Social, o Serviço Social deve sempre basear-se no legalmente para fazer um trabalho eficaz. Cito alguns dos considerados princípios fundamentais que norteiam Assistente Social ações do profissional do Serviço Social: “Ampliação e consolidação da cidadania, considerada tarefa primordial de toda sociedade, com vistas à garantia dos direitos civis sociais e políticos das classes trabalhadoras” este item resume em boa parte os objetivos de se assistir o indivíduo.

Igualmente emprega-se o item V que orienta a intervenção do Assistente Social se constrói a partir da adoção plena de um posicionamento de defesa da igualdade social e generalização dos acessos que visem auxiliar ao individuo a seja programas ou políticas sociais.

Ainda a luz do Código de ética, outra norma de caráter permanente orienta a tomada de decisão no que diz respeito ao preconceito seja em qualquer nível e por qualquer motivo seja ele de cunho de nacionalidade, religioso, condição física ou ainda orientação sexual.

Visto e já evidenciado inúmeras vezes, o Serviço Social define-se como uma profissão que estuda a melhor foram de interferir nas mais variadas exteriorizações da questão social e suas especificidades. Isso se executa através das políticas sociais onde o Assistente Social se sobressai no planejamento e efetiva aplicação.

Frente a esse conjunto de regimentos propostos no guia do Serviço Social o profissional pressupõe estar munido de ferramentas para enfrentar os mais variados desafios profissionais, porém, a realidade é diferente. Todas essas informações possibilitam ao Assistente Social uma formação teórico-metodológica embasada somente em livros, mas a prática se torna imprescindível nesse momento de construção, essa ligação entre sala de aula e campo.

De uma forma específica, o Assistente Social dentro de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) O assistente social, tem o papel de garantir a integralidade e o cumprimento das ações previstas na lei orgânica de saúde nº 8080, que descreve os princípios e funcionamento do SUS.

“Essa lei dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e                                    recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras       providencias. Vigorando todo território nacional para qualquer ação aos serviços de saúde realizados por pessoas ou empresas”. (Lei 8080).

Aplicando toda essa associação de diretivas a uma Unidade Básica de Saúde, é analisar e alencar algumas conclusões quanto a dificuldade encontrada na execução do trabalho do Assistente Social : como a negativa de alguns pacientes de aceitarem ajuda, tratamento, em fornecer os dados corretos como nome, endereço ou mesmo omissão de informações relevantes que poderiam ser usados em seu próprio beneficio.

Objetivando universalizar, aperfeiçoar e promover de cuidados com o bem estar da população em geral o Sistema Único de Saúde (SUS) ao meu juízo, fomentar a interdisciplinaridade não só entre os profissionais envolvidos nesta área, mas também e complementando esse processo estreitar o relacionamento teoria a pratica, ou seja, proporcionar que o estudante do Serviço Social durante sua vida acadêmica, participe de uma forma mais intensa da realidade de uma Unidade de atendimento.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17.8 Kb)   pdf (190 Kb)   docx (66 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com