TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Ensaio De Solubilidade

Por:   •  19/4/2013  •  887 Palavras (4 Páginas)  •  2.002 Visualizações

Página 1 de 4

1 INTRODUÇÃO

Este trabalho foi desenvolvido com o intuito de registrar uma experiência de solubilidade feita em laboratório. Segundo material exposto no site Dicas de Ciências por Andrea Barreto a solubilidade nada mais é do que a capacidade de uma subtância de se dissolver ou não em outra substância. O material pego para análise de solubilidade chama-se soluto, já aquele em que se espera que esse soluto se dissolva é nomeado solvente. A solubilidade pode ser influenciada por alguns fatores como a temperatura e o Ph, por exemplo. (E-ESCOLA)

A polaridade é uma propriedade das substâncias que pode ser descoberta pelo processo de solubilidade a partir da água ionizada. Sabe-se que a água é uma substância polar, sendo assim as substâncias nela solúvel também serão polares, caso alguma seja insolúvel essa será classificada como apolar.

2 OBJETIVOS

2.1 OBJETIVO GERAL

Classificar os compostos orgânicos, através do ensaio de solubilidade, nos grupos orgânicos.

2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Os objetivos específicos do trabalho são:

a) Ensaio de solubilidade: é uma das propriedades dos compostos orgânicos mais utilizados para sua caracterização. Permite prever a ausência ou a presença de grupos funcionais nos compostos, através da possibilidade de interação destes com moléculas do solvente ou com reativos dissolvidos (solventes da reação).

b) Descrever as polaridades das cinco amostras.

c) Definir a fórmula estrutural e a função orgânica das amostras.

3 PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

3.1 MATERIAIS

• Éter Etílico;

• Solução a 5% de Hidróxido de Sódio;

• Solução a 5% de Bicarbonato de Sódio;

• Solução a 5% de Ácido Clorídrico;

• Ácido Sulfúrico Concentrado.

• Tudo de ensaio

• Pipeta graduada

3.2 METODOLOGIA

Amostras de aproximadamente 0,1 g de composto sólido ou 0,2 mL de composto líquido foram colocadas em tubos de ensaio. Adicionando-se três mL de solvente. Agitou-se o tubo vigorosamente durante três minutos, acompanhando o comportamento da mistura. Se a dissolução fosse total, o composto seria considerado solúvel, caso contrário a amostra se encaixaria no grupo dos insolúveis. Durante o teste a solução foi mantida à temperatura ambiente.

4 DESENVOLVILMENTO

4.1 AMOSTRAS

• Difenilamina: é um composto polar, solúvel em H2O, porém insolúvel nos solventes compostos (NaOH e HCl). Pode levar os nomes de DPA, Anilobenzeno ou N-Fenilbenzenamina. Sua formula é (C6H5)2NH, esse composto é uma Amina terciária de formula estrutural demonstrada na figura 02. Pertencente ao Grupo VII. (Tabela 02). Pode ser observado na Figura 01.

(figura 01, Wikipédia)

• Ciclo-Hexano: é classificado como uma molécula apolar, por ser um hidrocarboneto insolúvel. Sua fórmula é C6H12 e é classificado como Grupo VI, um composto inerte sem N ou S insolúvel em H2SO4 concentrado (Tabela 02). É um hidrocarboneto do tipo ciclano conforme figura 02.

(figura 02, Wikipédia)

• Ureia: uma substância classificada no grupo II (Tabela 01) onde os compostos são solúveis em H2O mas insolúvel em Éter Etílico. É uma molécula Apolar e pode levar os nomes de Diaminometanal ou Carbamida, sua função orgânica é a Amida. Sua fórmula básica é a (NH2)2CO e pode ser visualizada na figura 03.

(figura 03, Wikipédia)

• Formaldeído: sua formula molecular é H2CO, é uma molécula polar pertencente ao grupo II (Tabela 01) que é formado por elementos solúveis em H2O e insolúveis no Éter Etílico. É uma molécula polar e pode ser chamada de Metanal ou Óxido de Metileno como vemos na figura 04.

(Figura

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com