TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Impacto nos Ecossistemas Marinhos

Por:   •  11/5/2019  •  Exam  •  1.863 Palavras (8 Páginas)  •  26 Visualizações

Página 1 de 8

INTRODUÇÃO

Desde os primórdios o ser humano utiliza o meio ambiente como fonte de alimento e moradia para a sua própria sobrevivência. Entretanto, com o aumento populacional mundial e a implementação, na grande maioria dos países, de um sistema econômico capitalista, a sociedade começou a seguir um caminho de consumo excessivo, ou seja, sem a preocupação da preservação e sustentabilidade do meio ambiente. Com isso, vê-se constantemente a destruição do meio ambiente, através de impacto nos ecossistemas, o que acaba sendo determinante na distribuição de diversas doenças e vetores.

Dessa maneira, com todo um sistema voltado para a produção e consumo, pode-se observar cada vez mais o aumento de dejetos gerados pelas atividades humanas, comerciais e industriais, que acabam chegando nos ecossistemas e trazendo malefícios à saúde humana. Os principais dejetos gerados pelas atividades humanas são os resíduos sólidos e os metais pesados. Os resíduos sólidos são os resíduos no estado sólido e semissólido, que resultam das atividades de origem doméstica, comercial, industrial, agrícola, de serviço da área de saúde e de limpeza pública. Enquanto que os metais pesados são um grupo de elementos químicos que apresentam um alto nível de reatividade e bioacumulação, que em grandes quantidades podem ser nocivos à saúde humana.

As principais doenças que afetam as pessoas provêm das águas e solos contaminados por contaminantes ou por vetores (mosquitos, roedores e etc). Dentre as principais doenças, pode-se destacar a cólera, giardíase, doenças diarreicas, esquistossomose, leptospirose e outras tantas. Essas doenças são comuns, em sua maioria, em áreas ocupadas por populações compostas, em geral, por pessoas de baixa renda, além de serem locais que apresentam um sistema de saneamento básico precário.

Diante disso tudo, acredita-se que a solução para a prevenção e erradicação dessas doenças seja um maior investimento em um sistema eficiente de saneamento básico, para que não gerem ameaça à saúde das pessoas e ao meio ambiente. Além de que, deve-se haver também um maior investimento em saúde pública e educação, uma vez que muitas doenças podem ser prevenidas apenas com uma população mais instruída e esclarecida.

OBJETIVO

O objetivo geral deste relatório é determinar os possíveis fatores de risco, condições de abastecimento de água, as principais doenças e suas causas e a forma como os alimentos e a água são armazenados e utilizados na cidade A. Além disso, deve-se propor também soluções, que devem ser utilizadas pela prefeitura e pela população, para eliminar os principais problemas que estão acometendo a saúde populacional e a degradação ambiental.

DIAGNÓSTICO

Área de Estudo

A área de estudo é a cidade A que é um município com cerca de 700 km² de território, banhado pelo oceano Atlântico. Em relação ao clima, pode-se observar um clima bastante homogêneo, com predominância de um clima seco. Em geral, é um regime climático quente típico de áreas tropicais com poucas variações durante o ano.

Figura 1: Pirâmide etária da população por sexo segue o modelo da pirâmide etária do Brasil em 2010.

No que diz respeito à população, nota-se que existe uma maior quantidade de mulheres em relação aos homens. De forma geral, em ambos os sexos, pode-se observar também uma maior dominância de jovens do que adultos, como pode ser visto na pirâmide etária da Cidade A (Figura 1).

Em referência a estrutura física, a cidade é uma cidade turística, com uma infraestrutura bastante precária. A cidade tem um hospital, alguns colégios, uma pequena parte comercial e uma vila de pescadores. Deste modo, vê-se que a atividade econômica provém do turismo, pesca e agricultura. A atividade turística está relacionada ao fato da cidade ser banhada pelo oceano atlântico, o que acaba desenvolvendo a prática de diversos esportes aquáticos na região. Consequentemente, vê-se a ação da especulação imobiliária, com a presença massiva de hotéis e pousadas, além de uma grande quantidade de restaurantes especializados em iguarias marinhas.

Tabela 1: Dados de saneamento básico da cidade A.

Por fim, pode-se realizar também um diagnóstico através dos dados de saneamento básico do município (Tabela 1). Por conseguinte, pode-se observar que os rios, lagos ou o mar são o destino do lixo dos moradores, ou seja, a cidade tem problemas no abastecimento de água, coleta de lixo e, consequentemente, no aumento da incidência

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.7 Kb)   pdf (49.1 Kb)   docx (12.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com