TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PERCEPÇÃO SONORA E SENSIBILIDADE ESTÉTICA

Por:   •  20/6/2013  •  2.470 Palavras (10 Páginas)  •  1.599 Visualizações

Página 1 de 10

Tema 10: Percepção sonora e sensibilidade estética

Sub-tema: Os sons em fontes sonoras diversas

Tópico 10: Produção de sons e construção de fontes sonoras diversas

Habilidades:

1 - Ser capaz de produzir sons musicais a partir de instrumentos tradicionais e/ou não convencionais, construídos com elementos da natureza e diferentes materiais ou materiais reciclados

2 - Saber identifi car sons em diferentes fontes sonoras, (sopro, cordas, percutido, eletrônicos) observando altura, intensidade, timbre e durações

3 - Conhecer os instrumentos musicais tradicionais e suas funções em conjuntos musicais

Porque ensinar

Atentar para a produção sonora, reconhecendo e construindo diversas fontes sonoras, possibilita ao aluno familiarizar-se com um rico universo de sons que estimulará sua curiosidade e ampliará suas referências no que tange à utilização, dessas fontes sonoras, como instrumentos para a prática musical.

Reconhecer as maneiras de produção sonora contribui na educação musical do aluno, auxiliando-o na escolha de elementos para a produção de suas próprias músicas.

Paralelamente levar o aluno a esse mundo dos sons e relacionar com a profusão de sons que existe possibilitará que ele tome consciência do excesso de barulho que a sociedade contemporânea faz uso. Daí, despertar essa consciência para que haja momentos de silêncio como forma de limpeza dos ouvidos.

Condições para ensinar

O professor deverá:

- ter um repertório de fontes sonoras - objetos de vários materiais e instrumentos tradicionais – que possibilitem e estimulem a curiosidade na descoberta de novos sons e sua utilização na música

- ter materiais e ferramentas para a construção de fontes sonoras

- estar atento aos ruídos do ambiente e valorizar o silêncio

- saber noções de acústica e sobre as várias formas de produção de som

O quê ensinar:

- construção de fontes sonoras com vários tipos de materiais - objetos que se transformarão em instrumentos musicais, tais como: caixas de sapato e gominhas (elásticos), balões, tubos de PVC, bambu, garrafas com água formando diferentes alturas, metais de vários tamanhos, etc

- produção de sons – soprado, dedilhado, percutido, friccionado, eletrônico

- estar atento aos mínimos ruídos e ao silêncio

- noções de acústica

Como ensinar:

- construindo uma variedade de fontes sonoras com diversos materiais (gominhas, elásticos, balão, caixas de papelão, etc)

- ouvindo diferentes formas de produção sonora dentro e fora do contexto musical;

- assistindo a vídeos apresentando grupos (Uakti, Stomp, Reisados, Congadas, Grupos experimentais, etc)

- visitando luthiers – fabricadores de instrumentos

- executando as várias maneiras de produção de som

- escutando sons do ambiente

- observando o silêncio

Como avaliar

Observar se o aluno:

- reconhece e (re)produz as diferentes formas de produção de sons;

- constrói instrumentos e fontes sonoras

- identifica as várias fontes sonoras de acordo com os diversos materiais e maneiras de produção de som

- conseguiu compreender elementos básicos de acústica

- conseguiu ficar em silêncio e estar disponível para a escuta

EIXO TEMÁTICO III: CONHECIMENTO E EXPRESSÃO EM MÚSICA

Tema 10: Percepção sonora e sensibilidade estética

Sub-tema: Os sons em fontes sonoras diversas

Tópico 10: Produção de sons e construção de fontes sonoras diversas

Habilidades:

1 - Ser capaz de produzir sons musicais a partir de instrumentos tradicionais e/ou não convencionais,

construídos com elementos da natureza e diferentes materiais ou materiais reciclados

2 - Saber identifi car sons em diferentes fontes sonoras, (sopro, cordas, percutido, eletrônicos) observando altura, intensidade, timbre e durações

3 - Conhecer os instrumentos musicais tradicionais e suas funções em conjuntos musicais

Porque ensinar

Atentar para a produção sonora, reconhecendo e construindo diversas fontes sonoras, possibilita ao aluno familiarizar-se com um rico universo de sons que estimulará sua curiosidade e ampliará suas referências no que tange à utilização, dessas fontes sonoras, como instrumentos para a prática musical.

Reconhecer as maneiras de produção sonora contribui na educação musical do aluno, auxiliando-o na escolha de elementos para a produção de suas próprias músicas.

Paralelamente levar o aluno a esse mundo dos sons e relacionar com a profusão de sons que existe possibilitará que ele tome consciência do excesso de barulho que a sociedade contemporânea faz uso. Daí, despertar essa consciência para que haja momentos de silêncio como forma de limpeza dos ouvidos.

Condições para ensinar

O professor deverá:

- ter um repertório de fontes sonoras - objetos de vários materiais e instrumentos tradicionais – que possibilitem e estimulem a curiosidade na descoberta de novos sons e sua utilização na música

- ter materiais e ferramentas para a construção de fontes sonoras

- estar atento aos ruídos do ambiente e valorizar o silêncio

- saber noções de acústica e sobre as várias formas de produção de som

O quê ensinar:

- construção de fontes sonoras com vários tipos de materiais - objetos que se transformarão em instrumentos musicais, tais como: caixas de sapato e gominhas (elásticos), balões, tubos de PVC, bambu, garrafas com água formando diferentes alturas, metais de vários tamanhos, etc

- produção de sons – soprado, dedilhado, percutido, friccionado, eletrônico

- estar atento aos mínimos ruídos e ao silêncio

- noções de acústica

Como ensinar:

- construindo uma variedade de fontes sonoras com diversos materiais (gominhas, elásticos, balão, caixas de papelão, etc)

- ouvindo diferentes formas de produção sonora dentro e fora do contexto musical;

- assistindo a vídeos apresentando grupos (Uakti, Stomp, Reisados, Congadas, Grupos experimentais, etc)

- visitando luthiers – fabricadores de instrumentos

- executando as várias maneiras de produção de som

- escutando sons do ambiente

- observando o silêncio

Como avaliar

Observar se o aluno:

- reconhece e (re)produz as diferentes formas de produção de sons;

- constrói instrumentos e fontes sonoras

- identifica as várias fontes sonoras de acordo com os diversos materiais e maneiras de produção de som

- conseguiu compreender elementos básicos de acústica

- conseguiu ficar em silêncio e estar disponível para a escuta

Tema 12: Movimentos artísticos em música em diferentes épocas e em diferentes culturas

Sub-tema: Relações da música e suas funções em diferentes contextos

Tópico 12: A música em seus aspectos históricos, sociais e étnicos

Habilidades:

1 - Conhecer as relações sócio-culturais da música ao longo da história e suas diferentes manifestações

2 - Ser capaz de identifi car diferentes modalidades e funções da música. (Religiosa, profana, tradicional, contemporânea, ambiental, regional, folclórica, dentre outras)

3 - Valorizar as diferentes manifestações musicais de diferentes povos e etnias

4 - Saber realizar pesquisas musicais em graus diferentes de complexidade, sobre a música de sua

região ou de sua cidade

5 - Ser capaz de organizar arquivos e acervos de documentos musicais de diferentes períodos e em diferentes suportes (arquivo sonoro, arquivo de partituras e documentos)

Por que ensinar

O aluno, ao tomar conhecimento do mundo musical, em seus aspectos históricos, sociais e étnicos, terá a oportunidade de conhecer a produção musical do ser humano em várias épocas e estilos. Isso ampliará o seu universo cultural e aguçará sua sensibilidade para uma escuta mais ativa

Possibilitar ao aluno esse conhecimento o ajudará a fortalecer sua identidade e abrirá novas escutas. Dessa maneira ele fará suas escolhas musicais baseadas não somente no modismo, mas no conhecimento e no acesso a um grande leque de experiências musicais.

Condições para ensinar:

- é importante que o professor deseje ampliar sua experiência musical e que esteja aberto a ouvir diferentes estilos musicais

- o professor deverá ter acesso a um amplo repertório de músicas de várias épocas, estilos e etnias, ou seja, estar munido de gravações (CD ou fita cassete) e conhecer esse repertório para, então, compartilhar com seus alunos

- ter conhecimentos gerais em música e relacionar esse repertório em seus respectivos contextos sociais

O quê ensinar

- músicas de diferentes épocas, estilos e etnias

- relação entre experiência musical e meio sócio-cultural

- música para o consumo de massa e para fundo musical de supermercados, consultórios, bares e lojas comerciais

- música em seus vários contextos: religiosos, festivos, etc.

Como ensinar:

- escutando músicas de diferentes épocas, estilos, etnias

- escutando músicas em seus vários contextos sócio-culturais

- relacionando as músicas ao meio social em que são produzidas

- estabelecendo uma relação crítica com a música produzida para o consumo em massa

Como avaliar

A avaliação será feita pela observação direta em sala de aula, durante as atividades, observando se o aluno:

- reconhece estilos e origem musicais de vários lugares

- faz uma escuta atenta e ativa em relação às músicas produzidas para o consumo em massa

- estabelece relação entre a utilização da música para ouvir e música para fundo musical em diferentes lugares

- se há um posicionamento crítico diante dessa produção musical atual

EIXO TEMÁTICO III: CONHECIMENTO E EXPRESSÃO EM MÚSICA

Tema 13: Elementos musicais

Sub-tema: Estruturas básicas do discurso musical

Tópico 13: Melodia, harmonia e ritmo

Habilidades:

1 - Elemento musical ou cantar melodias criadas pelo grupo ou já existentes do repertório nacional e/ou internacional

2 - Ser capaz de perceber e/ou executar acordes simples em instrumento musical para acompanhamento de melodias

3 - Ser capaz de distinguir diferentes ritmos em músicas do repertório nacional e internacional

4 - Executar instrumentos de percussão em conjuntos musicais

Por que ensinar

Ao ensinar os elementos estruturantes do discurso musical, estaremos instrumentalizando o aluno para uma escuta e prática musicais mais ativa. Assim, esse aluno terá conhecimentos básicos para reconhecer, identificar e criticar diferentes tipos de música.

Ao estudar melodia, harmonia e ritmo, o aluno terá a possibilidade de ouvir qualquer tipo de música reconhecendo as diferenças e as formas como esses elementos se relacionam no discurso musical, observando como o compositor pensou ao compor a música.

Condições para ensinar

O professor deverá ter:

- conhecimentos básicos dos elementos estruturantes do discurso musical, principalmente: melodia, harmonia e ritmo

- saber executar com a voz ou outro instrumento diversas melodias

- executar diferentes ritmos e identificá-los

- executar diferentes ritmos

- relacionar e diferenciar melodia, harmonia e ritmo

O quê ensinar:

- aspectos melódicos, harmônicos e rítmicos

- tom maior e tom menor

- modulação

- tom, ruído, mescla

- escalas variadas

- pentagrama, notação, claves

- parâmetros do som: altura, intensidade, duração e timbre

- andamentos

- células rítmicas e melódicas

- frase, período

-pergunta e resposta- diálogo musical

- ritmos binários, ternários, quaternários, compostos

Como ensinar:

- cantando

- executando diferentes ritmos

- harmonizando melodias de músicas folclóricas ou não

- experimentando diversos tipos de sons identificando os parâmetros sonoros

- vivenciando diferentes tipos de andamentos

- imitando e improvisando ritmos e melodias

Como avaliar

Observar se aluno:

- canta afinadamente

- reconhece, identifica e nomeia os parâmetros sonoros

- identifica os elementos: melodia, harmonia e ritmo

- executa vários ritmos

EIXO TEMÁTICO III: CONHECIMENTO E EXPRESSÃO EM MÚSICA

Tema 14: Elementos musicais

Sub-tema: Estruturas básicas do discurso musical

Tópico 14: Forma

Habilidades:

1 - Ser capaz de reconhecer formas simples em música

2 - Saber criar músicas, utilizando-se dos elementos formais básicos em música

Porque ensinar

Ao reconhecer a forma musical, o aluno conseguirá ouvir uma música relacionando as pequenas e grandes partes que a compõe.

Dessa maneira, sua escuta será mais ativa e participativa, e compreenderá como a música foi estruturada.

Aprendendo a ouvir diversas músicas focando a forma, o aluno terá referências para elaborar seus estudos de prática e criação musicais.

Condições para ensinar

O professor deverá ter um domínio prático/teórico das diversas formas musicais presentes no universo da música, sabendo localizá-las no tempo, nos lugares e como elas se desenvolveram.

Deverá também compreender maneiras de estruturação musical.

O quê ensinar

- formas musicais: rondó (AB-AC-AD-AE), canção (ABA), suíte, sonata, fuga.

Como ensinar:

- ouvindo diferentes músicas e identificando quais são as respectivas formas utilizadas pelos compositores

- estudando historicamente a presença da forma na música

Como avaliar

Observar se o aluno:

- reconhece e identifica diferentes formas musicais

- identifica o período histórico em que determinada forma musical foi preponderante

Tema VII: Elementos musicais

Sub-tema: Estruturas básicas do discurso musical

Tópico VII: Glossário

Habilidades: 1 - Ser capaz de identificar e conceituar os termos técnicos específicos da música

Por que ensinar

Ao saber o vocabulário básico musical, o aluno poderá conversar sobre as estruturas da música, se referenciando em termos e conceitos próprios dessa expressão. Dessa forma, seus conhecimentos gerais serão ampliados.

Condições para ensinar

O professor deverá ter domínio tanto no nível prático e conceitual de termos específicos da expressão musical.

O quê ensinar:

- termos e conceitos pertinentes à expressão musical, tais como: pauta, notas, pentagrama, ritmo, melodia, harmonia, forma, andamento, célula rítmica, tessitura, claves, cadência, modos, escala, tom, ruído, mescla, fonte sonora, cânone, compasso, concerto, sinfonia, orquestração, família de instrumentos (cordas, sopros– madeiras, metais–, percussão), canção, glissando, notação, quiáltera, fermata, sustenido, bemol, textura, tema, pulsação, ritornello, da cappo, síncope, contratempo.

Como ensinar:

- ouvindo e executando músicas para reconhecer e identificar os elementos estudados - lendo textos sobre o assunto

- exercitando a notação musical com elementos contemporâneos e tradicionais

Como avaliar

Observar se o aluno identifica, nomeia e conceitua corretamente os diferentes termos que compõem o glossário básico musical.

Tema 15: Expressão musical

Sub-tema: Discurso musical

Tópico 15: Improvisação e criação musical com voz e/ou instrumentos musicais

Habilidades:

1 - Conhecer a diversidade da expressão do repertório musical brasileiro

2 - Ser capaz participar de conjuntos musicais, respeitando a individualidade e capacidade de cada componente do grupo

3 - Identificar e argumentar criticamente sobre criações musicais, respeitando valores de diferentes pessoas e grupos

4 - Ser capaz de produzir com liberdade e originalidade um discurso musical, utilizando-se de conhecimentos melódicos, harmônicos, rítmicos e formais em diferentes graus de complexidade

Porque ensinar

Ao exercitar a improvisação com voz e/ou instrumentos musicais, o aluno, baseado em conhecimentos prévios da expressão musical, desenvolve sua habilidade e sensibilidade na produção e na escuta de músicas. Assim, ele apropria-se dos elementos constitutivos da música de forma consciente e criativa, podendo usufruir desses conhecimentos na própria criação musical.

Condições para ensinar

O professor deverá:

- ter abertura e conhecimentos básicos sobre criação musical para, assim, orientar o aluno em suas improvisações

- escutar diferentes tipos de músicas (épocas, estilos e etnias)

O quê ensinar:

- temas específicos e livres para que o aluno tenha maior liberdade e limites para criar

- improvisações baseadas em músicas já existentes, aproveitando sua estrutura melódica e/ou rítmica

- improvisações com ritmos livres e ritmos sugeridos

- improvisações com melodias livres e melodias sugeridas

- improvisação livre

Como ensinar:

- tocando instrumentos em grupo

- cantando e ouvindo uma seqüência de acordes ou um som base

- ouvindo improvisadores – jazz, emboladas, repentistas, etc.

Mostrando uma música e pedindo que o aluno faça variações sobre a melodia ou o ritmo.

Como avaliar

Observar:

- como é a atitude musical do aluno

- se ele improvisa baseado nos estudos

- se ele consegui relacionar os elementos musicais

- se ele descobre uma maneira própria de improvisar

EIXO TEMÁTICO III: CONHECIMENTO E EXPRESSÃO EM MÚSICA

Tema VIII: Expressão musical

Sub-tema: Discurso musical

Tópico VIII: Interpretação musical com voz e/ou instrumentos musicais

Habilidades: Ser capaz de interpretar repertórios musicais individualmente ou em grupos

Por que ensinar

Ao interpretar uma música seja pela voz ou por um instrumento musical, o aluno desenvolve sua escuta e sua musicalidade.

Assim, ele terá oportunidade de conhecer diferentes músicas e de se reconhecer como possível intérprete musical.

Condições para ensinar

O professor deverá conhecer as músicas propostas e saber orientar o aluno para que este desenvolva sua escuta e possa interpretar sem fazer uma descaracterização da música.

Deverá também estar atento quanto ao uso da voz pelo aluno, para que este não faça abusos vocais e busque novas possibilidades no uso da voz.

O quê ensinar:

- canções e músicas instrumentais de diferentes estilos, épocas e lugares

- instrumentos de orquestra e de grupos tradicionais

- uso da voz como recurso expressivo

- cuidados com a voz

Como ensinar:

- ouvindo vários tipos de música

- cantando músicas de diferentes estilos, épocas e lugares

- tocando músicas de diferentes estilos, épocas e lugares

- tocando vários instrumentos

- fazendo excursões a orquestras, grupos musicais, bandas, etc

- improvisando com a voz

Como avaliar

Observar se o aluno:

- toca ou canta diferentes músicas

- reconhece e interpreta diferentes estilos musicais

- usa com cuidado a voz

- busca uma maneira própria de interpretar, sem descaracterizar a música

Orientação Pedagógica: Interpretação musical com voz e/ou instrumentos musicais

Currículo Básico Comum - Arte Ensino Fundamental

LUIZ HENRIQUE DO NASCIMENTO

ARTE EDUCADOR

...

Baixar como  txt (18.2 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »