TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DISFUNÇÕES ORGÂNICAS, ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE

Por:   •  11/2/2019  •  Trabalho acadêmico  •  558 Palavras (3 Páginas)  •  17 Visualizações

Página 1 de 3

[pic 1]

DISFUNÇÕES ORGÂNICAS, ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE

Trabalho      apresentado ao    Centro Universitário      Claretiano        para a disciplina: Disfunções orgânicas, atividade física e saúde, ministrado pelo professor mestre Aldo Coelho Silva.    

Ciclo de Aprendizagem 3

NOME DO ALUNO: Gessimara Ferreira Morais

R.A: 8061533

CIDADE - Governador Valadares

ANO: 2018

Descrição da atividade

De acordo com as leituras indicadas e a citação a seguir, responda as questões indicadas e disponibilize suas considerações no Portfólio:

Os efeitos benéficos do exercício físico têm sido demonstrados na prevenção e no tratamento da hipertensão arterial, na resistência à insulina, no diabetes, na dislipidemia e na obesidade. O condicionamento físico deve ser estimulado para todas as pessoas saudáveis e com múltiplos fatores de risco, desde que sejam capazes de participar de um programa de treinamento físico. Assim como a terapêutica clínica cuida de manter a função dos órgãos, a atividade física promove adaptações fisiológicas favoráveis, resultando em melhora da qualidade de vida (GUIMARÃES E CIOLAC, 2004).

1) Trace um programa de exercícios para um paciente portador de Diabete tipo 2 de 40 anos, utilizando hipoglicemiantes orais e com média de glicemia de Jejum 160mg/dl. Pontue como orientação, os cuidados e orientações para este paciente.

 Os exercício para o paciente diabético devem ser realizados de forma moderada, de 3 a 5 dias por semana, com duração de 30 a 45 minutos por aula. A intensidade do treino deve ser de 60 a 70% da frequência cardíaca máxima. 

Programa de exercícios:

Caminha de leve intensidade 3 x vezes por semana.

Alguns cuidados que o nós devemos ter com um paciente portador de diabetes tipo 2:

Não se deve fazer exercícios quando a glicemia está maior que 250 à 300.

Também não se deve treinar nos horários mais quentes do dia e deve-se evitar esportes radicais, porque eles favorecem as mudanças rápidas de açúcar no sangue.

Não praticar exercícios com barriga vazia. 

Após os exercícios físicos ao paciente diabetes tipo 2, temos que medir a glicemia do paciente para saber se não houve nenhuma alteração durante os exercícios físicos.

2) Diversos estudo revelam que a prática regular de exercícios físicos resulta no melhor controle da pressão arterial em indivíduos hipertensos de todas as idades. Dessa forma, trace um programa de exercícios físicos para um paciente, masculino, 50 anos, hipertenso controlado com medicamento. Na avaliação de PA 13x8mm/hg, peso 84Kg e altura de 1.70cm. Pontue como orientação para este paciente, todos os benefícios dos exercícios sobre a hipertensão arterial.

A prescrição do exercício ao hipertenso obedece aos princípios gerais de intensidade, frequência e duração, sempre respeitando o princípio da individualidade. A frequência de três a cinco sessões semanais com duração entre 20 e 30 minutos, podendo atingir tempo maior, dependendo do paciente e do tipo de exercício.

Antes de iniciar o programa de atividades físicas, o profissional deve aferir a pressão arterial e após os exercícios físicos aferir a pressão arterial novamente, para ver se não houve nenhuma alteração. Estar atento a frequência cardíaca e manter-se hidratado durante o exercício são fundamentais

Programa de exercícios:

Natação: Atividades deve ser realizadas 3 x vezes por semana com o tempo de 30 minutos

Referências Bibliográficas:

Disponível em: OLIVEIRA, D. M. Disfunções Orgânicas, Atividade Física e Saúde. Batatais: Claretiano, 2016. Unidade 2 (confira no Material).

Disponível em:<> Acesso dia 15 de outubro de 2018.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.8 Kb)   pdf (138.5 Kb)   docx (72.6 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com