TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Da universalização do ensino fundamental ao desafio da qualidade: uma análise histórica

Por:   •  5/9/2015  •  Resenha  •  739 Palavras (3 Páginas)  •  247 Visualizações

Página 1 de 3

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Faculdade de Educação – Educação Brasileira

Professora: Leny Azevedo    Data: 28/05/2015

Integrantes: Mayara, Guilherme, Isabela, Dirceu, Luísa e Luís.

Resumo do texto “Da universalização do ensino fundamental ao desafio da qualidade: uma análise histórica.” Romualdo Portela de Oliveira.

O texto começa descrevendo os interesses políticos econômicos voltados para a educação e diz que é inviável que isso aconteça sem uma forte turbulência, no caso dos políticos para que sejam viáveis as mudanças e fala sobre os aumentos lentos e graduais como os propostos na PNE (7% do PIB) e o próprio sistema educacional que ao invés de ser pautada, pauta agenda de governantes. No decorrer do texto o autor fala que em condições normais do sistema educacional muda lentamente, mas muda. Depois dessas discussões o texto fala que nossa educação é determinada pela agenda internacional, particularmente pelo Banco Mundial.
Fala sobre a agenda internacional e cita o ensino superior e a cobrança de anuidades em universidades públicas e que é uma recomendação das agências internacionais e fala que no Brasil caminhamos para o sentido oposto e que desde a constituição de 88 foi à primeira da história a garantir gratuidade nos estabelecimentos públicos independente do ensino.

O Autor relata que nos últimos 80 anos, expandiram-se as oportunidades de acesso e permanência no sistema escolar para amplas camadas da população fazendo que, ao final do século XX o ensino fundamental obrigatório estivesse praticamente universalizado no que diz respeito ao acesso.

A universalização do ensino fundamental:

Segundo o texto no inicio de 1970, publicado originalmente em 1984, nesse período intensificou-se a ampliação das oportunidades de escolarização para a população e praticamente universalizou o acesso e permanência no ensino fundamental, segundo o Senso Escolar INEP em 2002 2,78 milhões de estudante concluíram a 8 série. O ensino Médio conheceu uma expansão significativa e o ensino superior vem crescendo de maneira significativa. O autor chama a atenção para a preocupação de um ensino fundamental de qualidade que é um problema historicamente pouco visível mais evidente devido aos altos índices de reprovação observada anteriormente.

No período de 1980-2003 o sistema educacional apresentou capacidade para absorver mais estudantes do que a população da faixa etária correspondente, ou seja, não tem capacidade instalada para atender a toda à faixa etária, as crianças estão na escola, mas atrasadas em seus estudos.  Ao se regularizar a relação idade-série não haveria a necessidade de ampliar significativamente a rede física.

No período de 1975-2002, a matrícula total no ensino fundamental no país cresceu em 71,5%, passando de 19,5 milhões para 33,5 milhões atingindo os 36 milhões em 1999. Os dados do MEC/INEP revelam uma TMB de 130% em 2002 e uma TML de 97%, e evidenciam que nessas ultimas 3 décadas praticamente universalizou-se o ensino fundamental atendimento a população, reincorporando parcela substantiva de alunos anteriormente excluídos que não haviam, ainda, ingressado no sistema escolar.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.8 Kb)   pdf (44.4 Kb)   docx (11.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com