TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Pressão Inibitória

Por:   •  13/6/2016  •  Resenha  •  743 Palavras (3 Páginas)  •  81 Visualizações

Página 1 de 3

Pressão Inibitória

Usada para facilitar respostas motoras, a pressão mecânica realizada através de almofadas, cones ou punho ortocinetico desenvolvida por Blashy e Fuchs geram pressão contínua (força). Essas pressões realizadas sobre as inserções tendíneas geram estímulo aos receptores de pacini, receptores profundos que se adaptam rapidamente, são encontrados nas camadas subcutâneas profundas da pele, como sola dos pés, palma das mãos, periósteo, mesentério, bainhas tendíneas e tecidos conectivos intramuscular.

Tuttle e MecClearly, estudaram os receptores de pacini e chegaram a conclusão que o corpúsculo de pacini seja um baroceptor que inicia reflexos vaso motores na pele e nos músculos. Entretanto Pertovaara estudando os corpúsculos de pacini, constatou que era ativados por vibrações táteis, quando as pessoas eram submetidas a sensações dolorosas como por exemplo estímulos elétricos.

Essa técnica de pressão inibitória é eficaz quando a pressão é exercida em um eixo longitudinal de um tendão, pressão realizada no tendão sendo aumentada até que o músculo relaxe. Já as pressões realizadas sobre proeminências ósseas, tem efeitos inibidores e facilitadores, um exemplo de pressão inibitória é a pressão sobre a face medial dos calcâneos, que inibe os músculos da panturrilha (tríceps sural), permitindo assim a contração dos músculos dorsiflexores medias. Nesse caso, é feita uma pressão localizada com os dedos bilateralmente em pontos de acupuntura, tem nos mostrado alivio da dor e redução do tônus muscular. Essa técnica tem surtido muitos efeitos quando usada em ambientes com pouco estimulo e combinada com a respiração profunda.

Técnicas inibitórias corporais totais

Qualquer técnica realizada em um padrão lento, contínuo e homogêneo irá facilitar uma resposta inibitória. Durante as técnicas de manipulação, esses movimentos podem ser realizado com os pacientes na cama, colchonetes quando na horizontal sentado ao lado da cama ou em uma cadeira, a até mesmo em pé. O movimento pode ser feito passivamente pelo fisioterapeuta ou ativamente pelo paciente. Em um estabelecimento clinico ou escolar, um paciente que esteja extremamente ansioso ou hiperativo e hipertônico pode iniciar o balanço lento para diminuir o tono ou senti-se menos ansioso e hiperativo. A redução dos sinais clínicos permite que o paciente sente-se com menor esforço e fique mais atento ao ambiente, promovendo, assim, a capacidade de aprender se adaptar.

Não é a técnica que é critica, mas o tipo de movimento empregado. O conceito de padrões lentos, contínuos é usado nos padrões de embalar de Brunnstrom, no inicio do sentar e nos programas de facilitação neuromuscular proprioceptiva.

Sugestões de tratamento

1. Embalo lento

2. Movimento lento anterior-posterior:horizontal ou vertical (cadeira, almofada de ajoelhar, rede, balanço, almofadão redondo, carrinho)

3. Balanço na cama ou cadeira

4. Movimentos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com