TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Portfolio Descritivo Apresentado ao Curso de Graduação Bacharelado de Fisioterapia do Centro Universitário Claretiano

Por:   •  17/3/2023  •  Trabalho acadêmico  •  1.271 Palavras (6 Páginas)  •  66 Visualizações

Página 1 de 6

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO

GRADUAÇÃO BACHARELADO FISIOTERAPIA

PABLO NOBRE BARROSO

REABILITAÇÃO PULMONAR

CRUZEIRO DO SUL

2022

PABLO NOBRE BARROSO

REABILITAÇÃO PULMONAR

Portfolio descritivo apresentado ao Curso de

GraduaçãoBacharelado de Fisioterapia do Centro

Universitário Claretiano, a ser utilizado como

diretrizes para obtenção de aprovação no trabalho

de conclusão do 7° semestre da disciplina

Fisioterapia Pneumocardiológica Aplicada

Prof.(a): Jacqueline Rodrigues de Freitas Vianna.

CRUZEIRO DO SUL

2022

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO. .............................................................................................................................4

2. DESENVOLVIMENTO.................................................................................................................5

3. CONCLUSÃO. ...............................................................................................................................8

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..........................................................................................9

4

1. INTRODUÇÃO.

Pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) reduzem sua

atividade física geral devido à deterioração progressiva da função pulmonar, que se

traduz em dispneia e fadiga durante qualquer forma de atividade física. A progressiva

adaptação física associada à inatividade inicia um ciclo vicioso em que o agravamento

da dispneia está associado a cada vez menos esforço físico, prejudicando gravemente a

qualidade de vida.

5

2. DESENVOLVIMENTO.

Os indivíduos com diagnóstico clínico e funcional de DPOC no Serviço de

Reabilitação Pulmonar, queixavam-se de limitações físicas e sociais decorrentes desta

patologia, apresentavam-se clinicamente estáveis, não apresentavam período de

exacerbação da doença há pelo menos oito semanas e incluíam ex-fumadores. Eles foram

excluídos de doenças cardiovasculares ou ósseas e articulares, cuja gravidade os impedia

de se exercitar com segurança (RODRIGUES.S. L et al 2002).

Para avaliação dos pacientes em reabilitação pulmonar, os pacientes foram

submetidos aos seguintes exames de acordo com (RODRIGUES.S. L et al 2002):

• Teste de caminhada de seis minutos: Inclui uma avaliação da distância máxima

que o paciente percorreu em seis minutos.

• Teste de Carga Máxima de Extremidade Superior - envolve levantar pesos,

alternar dois minutos de movimento diagonal com o membro dominante, períodos

iguais de descanso e aumento da carga (0,5 kg) até o limite do paciente.

• Teste de aptidão máxima - consiste em pedalar (bicicleta estacionária) a 18 a 20

km/h (40 a 60 rpm) por oito minutos, somando uma carga de 10 watts por

minuto, condicionada aos limites físicos do paciente ao final do teste.

No treinamento físico, o programa proposto por Rodrigues. S. L et al, os

treinamentos duravam seis semanas, 3 vezes por semana, no período da manhã, com

duração média de 1,5 horas, incluindo intervalos. O programa de treinamento físico

pode ser dividido em quatro fases que segundo (RODRIGUES.S. L et al. 2002), são:

Fase 1: Exercícios de aquecimento para membros superiores e inferiores, sem carga,

por 15 minutos ininterruptos, de acordo com a habilidade de cada paciente, incluindo

atividades aeróbicas relacionadas ao ciclo respiratório.

Fase 2: Treino não sustentado da parte superior do corpo usando dois movimentos

diagonais com pesos (halteres) por dois minutos com o mesmo período de descanso. O

aumento semanal da carga depende das capacidades individuais de cada paciente. O

peso inicial a ser utilizado foi previamente determinado apenas por testes incrementais,

visando utilizar inicialmente 50% da carga máxima suportada pelo paciente.

Fase 3: Treino de membros inferiores desenvolvido em bicicleta estacionária com

6

horário programado e evolução semanal. A força a ser desenvolvida é determinada

individualmente antes do início do programa, com a meta de 50% da capacidade física

máxima do indivíduo.

Fase 4: Alongamento da posição dos músculos utilizados durante o treinamento.

treino intervalado.

A técnica de treinamento intervalado envolve os mesmos exercícios acima, exceto

que alterna períodos curtos de maior carga, normalmente 2-3 minutos, e períodos de

menor carga de mesma duração. Esta técnica é geralmente reservada para

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10 Kb)   pdf (59 Kb)   docx (13.4 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com