TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Enfermagem E Psicologia Caminhando Juntas

Trabalho Escolar: Enfermagem E Psicologia Caminhando Juntas. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  31/8/2013  •  2.482 Palavras (10 Páginas)  •  305 Visualizações

Página 1 de 10

Introdução ......................................................................................................

A história e a trajetória da psicologia .........................................................

A psicologia no império romano e na idade média: ..................................

A Psicologia no renascimento......................................................................

A origem da psicologia científica..................................................................

Século 19........................................................................................................

A psicologia moderna .....................................................................................

As principais teorias da psicologia no século 20 ...........................................

A diferença entre psicólogos, psiquiatras e psicanalistas.............................

O campo de atuação e especialização do psicólogo ......................................

Do código de ética profissional do psicólogo ...............................................

Atividades exclusivas dos psicólogos.............................................................

Atividades comuns com outras profissões ....................................................

Relato das entrevistas ........................................................................................

Conclusão ..........................................................................................................

Referencias bibliográficas ................................................................................

Anexos ...............................................................................................................

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo conhecer a história e trajetória da Psicologia, entender melhor como é a atuação do psicólogo junto a enfermagem, tentando compreender melhor a posição deste profissional na equipe multidisciplinar. Irá fazer com que compreendamos melhor a área de atuação o código de ética do profissional de psicologia. Avaliar o quanto é importante o trabalho em equipe e termos consciência que o trabalho em equipe é muito importante para a que a melhora do paciente seja efetiva e rápida.

A HISTÓRIA E A TRAJETÓRIA DA PSICOLOGIA

A Psicologia é derivada de palavras gregas que significam "estudo da mente ou da alma". Hoje em dia é comumente definida como a ciência que estuda o comportamento humano. A Psicologia tem uma longa trajetória Aristóteles (384-322 a.C.), o filósofo grego, e considerado o Pai da Psicologia. Entretanto, a especulação sobre assuntos psicológicos não começou com este pensador grego. Centenas de anos antes de Aristóteles, os primeiros filósofos de que se tem notícia já lidavam com esses assuntos. Os filósofos pré-socráticos preocupavam-se em definir a relação do homem com o mundo através da percepção.

Sócrates (469-399 A.C.) Psicologia na antiguidade ganha consistência:

Limite que separa o homem dos animais -> razão

Esta teoria postulava que, a razão permitia ao homem sobrepor-se aos instintos que seria a base da irracionalidade.

Platão (427 – 347 A.C.) Discípulo de Sócrates.

Procurou definir um “lugar” para a razão no nosso próprio corpo, e este lugar seria a cabeça, onde portanto se encontraria a “alma” do homem.

A medula seria, portanto o elemento de ligação da alma com o corpo. Este elemento de ligação era necessário porque Platão concebia a alma separada do corpo. Quando alguém morria, a matéria (o corpo) desaparecia, mas a alma ficava livre para ocupar o outro corpo.

Aristóteles (384 – 322 A.C.) Discípulo de Platão.

Postulava que tudo aquilo que cresce, se reproduz e se alimenta possui a sua “psyché” ou “alma”. Desta forma, os vegetais, os animais, e o homem teriam alma.

Estudou as diferenças entre RAZÃO, PERCEPÇÃO E SENSAÇÃO “Da anima” que pode ser considerado o 1º tratado em Psicologia.

2.300 anos antes do advento da Psicologia científica os Gregos já haviam formulado duas “Teorias”:

platônica, que postulava a imortalidade da alma e a concebia separada do corpo,

aristotélica, que afirmava a mortalidade da alma e a sua relação de pertencimento ao corpo.

A PSICOLOGIA NO IMPÉRIO ROMANO E NA IDADE MÉDIA:

Uma das principais características desse período é o aparecimento e desenvolvimento do cristianismo – uma força religiosa que passa a força política dominante.

Portanto, falar em psicologia nesse período é relacioná-la ao conhecimento religioso, já que, ao lado do poder econômico e político, a igreja católica também monopolizava o saber e, consequentemente o estudo do psiquismo.

Neste sentido, dois grandes filósofos representaram esse período: Santo Agostinho (354-430) e São Tomás de Aquino (1225- 1274).

Santo Agostinho, inspirado em Platão também fazia uma cisão entre alma e corpo, acrescentando que a alma era, além da sede da razão também a prova de uma manifestação divina no homem.

São Tomás de Aquino viveu num período que

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.4 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com