TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Verificação de conhecimento sobre o tema "sistema Nervoso"

Exam: Verificação de conhecimento sobre o tema "sistema Nervoso". Pesquise 800.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  12/6/2013  •  Exam  •  1.451 Palavras (6 Páginas)  •  677 Visualizações

Página 1 de 6

2) Onde esta localizado o Sistema Nervoso Simpático e Sistema Nervoso Parassimpático. Chama-se sistema nervoso parassimpático a parte do sistema nervoso autônomo cujos neurônios se localizam no tronco cerebral ou na medula sacral, segmentos S2, S3 e S4. É o responsável por estimular ações que permitem ao organismo responder a situações de calma, como fazer yoga ou dormir. Essas ações são: a desaceleração dos batimentos cardíacos, diminuição da pressão arterial, a diminuição da adrenalina e a diminuição do açúcar no sangue.

3) Qual é a função do sistema nervoso simpático e do parassimpáticos. O sistema nervoso simpático estimula ações que permitem ao organismo responder a situações de estresse, como a reação de lutar, fugir ou uma discussão. Essas ações são: a aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, o aumento da adrenalina, a concentração de açúcar no sangue e pela ativação do metabolismo geral do corpo e processam-se de forma automática, independentemente da nossa vontade. sistema nervoso parassimpático É o responsável por estimular ações que permitem ao organismo responder a situações de calma, como fazer yoga ou dormir. Essas ações são: a desaceleração dos batimentos cardíacos, diminuição da pressão arterial, a diminuição da adrenalina e a diminuição do açúcar no sangue.

4) Como esta organizada o sistema nervoso autônomo anatomicamente e quais são os neurotransmissores pré e pós ganglionares do simpático e parassimpático? O sistema nervoso autônomo (SNA) ajuda muito nesse controle porque é o responsável, entre outras funções, pelas respostas reflexas (de natureza automática), controla a musculatura lisa (a musculatura cardíaca e as glândulas exócrinas) e permite o aumento da pressão arterial, o aumento da freqüência respiratória, os movimentos peristálticos, a excreção de determinadas substâncias.

5) Apesar de se chamar sistema nervoso autônomo, ele não é independente do restante do sistema nervoso. Na verdade, ele é interligado com o hipotálamo, que coordena a resposta comportamental para garantir a homeostasia.

6) Sabe-se que o SNA é constituído por um conjunto de neurônios que se encontram na medula e no tronco encefálico. Estes, através de gânglios periféricos, coordenam a atividade da musculatura lisa, da musculatura cardíaca e de inúmeras glândulas exócrinas. Mas como o SNA percebe que deve aumentar a pressão arterial, por exemplo?

7) Na verdade, não existe um consenso em relação a isso. Muitos acreditam que existem componentes específicos do sistema nervoso autônomo, responsáveis apenas pela percepção de parâmetros físico-químicos, como pressão, pH, tensão, temperatura, etc. Outro grupo acredita que os sistemas sensoriais, principalmente o somestésico, são os responsáveis pela percepção dessas condições no organismo, e que, posteriormente, através do sistema nervoso central, essa informação é repassada ao sistema nervoso autônomo, que irá agir para o controle do equilíbrio corporal.

8) Anatomia

9) A organização estrutural do ramo eferente do SNA difere daquela do sistema nervoso somático, visto que as fibras eferente somáticas se originam dos corpos celulares localizados no sistema nervoso central(SNC) e inervam o músculo estriado sem sinapses interpostas. Em contraste, o SNA consiste num afluxo constituído de dois neurônios, em que os axônios pré-ganglionares que surgem dos corpos celulares no eixo cerebroespinhal fazem sinapses com fibras pós-ganglionares que se originam nos gânglios autônomos, fora do SNC. O SNA é dividido em duas partes:

10) Sistema nervoso simpático (toracolombar) e o

11) Sistema nervoso parassimpático (craniossacral)

12) Trata-se de uma divisão baseada nas características anatômicas de cada divisão e nas funções que cada uma delas desempenha.

13) 5-Qual a função da próstata e qual o hormônio responsável pelo seu crescimento? A próstata produz (secreta) um líquido que se junta à secreção da vesícula seminal para formar o sêmen

14) Dentro dela ocorre a transformação do principal hormônio masculino - a testosterona - em diidrotestosterona, que, por sua vez, é responsável pelo controle do crescimento dessa glândula O crescimento normal da próstata relaciona-se com o avanço da idade do homem. A partir dos 31 anos, ela passa a crescer 0,4 g por ano. Pode atingir volumes de 60g a 100g

15) 6-Qual é a epidemiologia do câncer de próstata?? Atualmente, é a neoplasia mais freqüente do homem, representando 21% do total de casos

16) Na cidade de São Paulo (Brasil) são diagnosticados 22 novos casos novos por 100.000 habitantes a cada ano.

i) Em 1990 cerca de 100.000 novos casos de câncer de próstata foram diagnosticados nos Estados Unidos

ii) Durante 1990, ocorreram 30.000 mortes causadas por câncer de próstata

iii) O risco entre os homens negros é de um em cada 10 desenvolverão essa neoplasia. Uns em cada 11 homens brancos nos EUA desenvolverão câncer de próstata. Raro antes dos 50 anos e sua incidência aumenta progressivamente com a idade. Cerca de 60% dos homens acima dos 80 anos apresentam neoplasia primária da próstata (anatomo-patológico). A incidência um pouco mais elevada em famílias de portadores da doença.

17) 7-Descreva os achados de palpação ao toque retal de uma próstata normal, com hiperplasia benigna e com câncer Produzem manifestações clínicas só quando a neoplasia atinge a cápsula prostática doença avançada. Nas fases iniciais o tumor só pode ser identificado através de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.2 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com