TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CARACTERIZAÇÃO DA PESCA ARTESANAL DA LAGOSTA E PERFIL SOCIOECONÔMICO DO PESCADOR NO LITORAL DO PIAUÍ

Por:   •  13/5/2019  •  Artigo  •  464 Palavras (2 Páginas)  •  24 Visualizações

Página 1 de 2

CARACTERIZAÇÃO DA PESCA ARTESANAL DA LAGOSTA E PERFIL SOCIOECONÔMICO DO PESCADOR NO LITORAL DO PIAUÍ

Danyela Carla Elias Soares¹, Ricardo Rios Marques², Railton Hermes Galdez da Fonseca³*

¹Doutoranda em Ciências Marinhas Tropicais na Universidade Federal do Ceará (UCF), ²Enegneheiro de Pesca pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), ³Engenheiro de pesca  Instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Maranhão

RESUMO

No Estado do Piauí, a pesca artesanal assume grande dimensão, sendo desenvolvida em praticamente todos os municípios, seja na pesca costeira ou continental, e constitui uma atividade de fundamental importância para o estado, tanto para o fornecimento de alimento quanto na geração de renda. Nesse cenário, litoral do Piauí vem despontando, ao longo dos anos, como grande produtor de lagosta, através da pesca artesanal com o uso de compressores e armadilhas. No entanto, por ser uma atividade muito dispersa e de difícil monitoramento, os dados estatísticos referentes a esta modalidade pesqueira sofrem muitas limitações. A carência de estudos, no âmbito da pesca artesanal da lagosta, no litoral do Piauí, dificulta e, muitas vezes, impede a solução desses problemas na região. Pesquisas que visam aprofundar e documentar o conhecimento sobre as pescarias artesanais são de grande importância na tentativa de fornecer subsídios para a melhoria desta atividade pesqueira na região. Desta forma, este estudo visa subsidiar informações sobre os pescadores artesanais, que permitam aos órgãos governamentais traçar futuras políticas de incentivo, baseadas no conceito de desenvolvimento sustentável. Assim, o objetivo desse trabalho foi caracterizar a pesca da lagosta no litoral do Piauí, assim também como as artes ou métodos de pesca utilizados e as condições socioeconômicas dos pescadores da região. A obtenção de dados da pesquisa foi através de questionários semiestruturados e entrevistas informais, onde se procurou caracterizar o perfil socioeconômico dos pescadores e suas condições de trabalho, levantando informações acerca das suas relações com o ambiente. O quadro geral da caracterização da pesca de lagosta no litoral do Piauí traça um perfil, no qual a maioria dos pescadores de lagosta são piauienses do sexo masculino, a maioria alfabetizados ou semi-alfabetizados, com idade entre 18 e 67 anos. Possuem pouca capacitação profissional na área, e utilizam como principal arte de pesca a armadilha (manzoá ou covo). Dos que utilizam a pesca de mergulho com compressor, pescam em uma profundidade de até 20 metros com a mangueira direta na cavidade bucal e passam de 2 a 4 horas no mar. A maioria revelou que, apesar de saber do perigo dessa prática, a utilizam pelo sucesso e facilidade de captura do animal. Em termos gerais, este estudo é uma contribuição para o entendimento que contempla a atividade pesqueira da região. Como estudo pioneiro, foram encontrados resultados interessantes e bem relevantes, mas esses devem ser investigados mais profundamente do ponto de vista científico.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)   pdf (153.4 Kb)   docx (90.9 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com