TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Desafio - Roteiro De Preparação Para Negociação Salarial

Por:   •  18/4/2013  •  2.493 Palavras (10 Páginas)  •  393 Visualizações

Página 1 de 10

Desafio - Roteiro de preparação para negociação salarial

Durante o ano que passou, você assumiu novas responsabilidades, trabalhou duro e se dedicou totalmente à empresa para o qual trabalha.

Além disso, você acaba de ingressar em um curso superior na área de gestão e está capacitado para ser um funcionário melhor.

Tem bons motivos para pleitear um aumento salarial.

Bem preparado, munido dedados que comprovam o seu desempenho pessoal e os resultados para a empresa, dirige-se aos respectivos gerentes e ouve um “NÃO” como resposta aos seus anseios e pretensões.

Como reagir diante dessa resposta? Que argumentos podem ser levantados a fim de convencer a gerência da importância do seu aumento salarial?

Diante do fato apresentado, a resposta negativa desencadearia uma avalanche desentimentos, dentre eles, uma autodesvalorização por parte do funcionário e, também, uma quebra de paradigma e, assim, o desenvolvimento de novos resultados e novos desafios.

Para argumentar um aumento salarial, o funcionário deverá listar as habilidades que possui, tais como: sua busca por capacitação, domínio da área de trabalho, e um empenho maior por sua própria produtividade.

Sempre lembrando que argumentar é preciso, e que ambos os lados estão cumprindo seus papeis, então não encarando este processo como uma luta entre antagonistas, alias, o objetivo é um aumento salarial, deve-se buscar vencer barreiras, aumentar o meu poder de comunicação, e, sobretudo, mostrar o potencial de conhecimento que adquiri ao longo do tempo, conforme demonstrado no roteiro que segue.

Antes de dar início ao processo de negociação, o negociador deve conhecer o cenário, o produto, os interesses, o critério de comum acordo, as alternativas possíveis, o oponente e assim por diante. É essencial considerar o máximo de variáveis possíveis que estão ou estarão ligadas a situação em questão.

1-Preparação: (planejamento) O negociador nunca deve ir despreparado para uma negociação. É de extrema importância o planejamento nessas situações. No entanto, visto que é impossível prever exatamente o que acontecerá durante determinado processo, é fundamental prever reações da outra parte.

O planejamento da negociação envolve também a preparação de si próprio, visualizando os objetivos que se deseja alcançar, pois dessa forma, evita-se perder o foco durante o processo, Deixar de preparar-se compromete o processo e reduz os resultados. Portanto, podemos dizer que o planejamento é o momento crucial da negociação. Neste caso, fazer uma pesquisa de mercado, levando em conta minhas necessidades, estabelecer um nível razoável para o aumento salarial, ter sempre argumentos fortes na ponta da língua para defender minha proposta (como experiências e competências).

2- Ser firme: fazer uma oferta razoável e apropriada para o aumento, permanecendo nesta posição até a outra parte oferecer uma boa razão para que eu mude.

3- Prudência: manter a proposta em mente. O objetivo é atingir um acordo que satisfaça a ambas as partes. Se a discussão está longe de se chegar a um acordo, usar minhas energias para criar soluções, não para armar uma batalha.

4- Controlar a ansiedade: começar com uma conversa sutil, deixando fluir as ideias, conquistando a outra parte e então chegar ao assunto pretendido.

5- Ter em mente o quanto quer ganhar: Deixar claro que estou familiarizado com a média do mercado.

6- Começar com o tom de voz certo: deixar a pessoa saber que você vai ouvir e procurar entender o ponto de vista da empresa. Ao mesmo tempo, mostrar que se espera o mesmo. Assim, nos trabalharemos em conjunto para chegar a um consenso, evitando ultimatos, ameaças e outros comportamentos rígidos.

7- Ter uma carta na manga criar possíveis soluções para um impasse, e colocando elas na mesa, juntos, sem compromisso formal.

8- Deixar claro meus interesses: a negociação deve satisfazer uma lista de necessidade, não apenas salarial. Outros tipos de compensação podem ser validos, como divisão de lucros, ações, bônus, mais responsabilidades, uma agenda de promoções, férias e horários flexíveis.

9- Focar em um critério é muito mais fácil persuadir alguém quando a proposta é fundamentada em um critério objetivo, como pagamento por experiência, competência ou tempo de casa. Procurar saber em qual linha você se encaixe na empresa.

ANEXOS:Texto

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com