TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

GLOBALIZAÇÃO, TECNOLOGIA E DESIGUALDADES SOCIAIS: IMPACTOS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA.

Por:   •  4/6/2012  •  936 Palavras (4 Páginas)  •  2.736 Visualizações

Página 1 de 4

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS

CAMPUS PALMAS

SERVIÇO SOCIAL

RESENHA

VICTOR, FRANCISCO IRANILSON, MARCÍLIA E JOSÉ DIVINO

Francisca Márcia F. TAVARES; Gilnara Karla N. SILVA & Ricardo M. SÁ

PALMAS

MAIO - 2012

VICTOR, MARCÍLIA, VINICIOS & FRANCISCO IRANILSON

FICHAMENTO

Resenha apresentada ao (a) Professor (a) Marcos Dozza, da disciplina de Metodologia do Trabalho científico e da Pesquisa, do 1º Período noturno do curso de Serviço Social.

Fundação Universidade do Tocantins

Palmas - 24/05/2012

GLOBALIZAÇÃO, TECNOLOGIA E DESIGUALDADES SOCIAIS:

IMPACTOS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA.

O artigo estudado faz uma abordagem teórica visando analisar os aspectos da globalização e da tecnologia na educação. O autor faz uma analise de diversos pensadores, os quais divergem sobre a origem da globalização.

No mundo capitalista a globalização tem influenciado diretamente na sociedade provocando efeitos positivos e negativos, com isso revolucionando a educação nas escolas e no meio social, modificando os métodos tradicionais e utilizando a tecnologia para ampliar o conhecimento do sistema educacional brasileiro.

No entanto a globalização e a tentativa de resolver essa acumulação do capitalismo evidenciada a partir da década de 1970 com a primeira crise do petróleo, desde então teve um inicio uma crescente disseminação da competitividade entre as empresas transnacionais. Para Mauro (1968), a globalização passou por três períodos: - O primeiro de 1450 a 1850, onde ocorreu a fase mercantilista da economia-mundo européia. O segundo de 1850 a 1950 caracterizou-se pelo expansionismo capitalista industrial-imperialista e colonialista. Já no último período, que ocorre entre1950 até os dias atuais, corresponde a intensificação capitalista que se deu a partir do fim da Segunda Guerra Mundial.

No decorrer da leitura observamos a ocorrência de impactos causados pela tecnologia e globalização, onde ocorre um aprofundamento das desigualdades sociais ocasionado pela imposição dos mecanismos ideológicos. Além disso, a transmissão do conhecimento proporcionado pela educação formal auxilia para a disseminação das tecnologias de informação.

Desta forma, o processo educacional deverá proporcionar condições favoráveis ao processo pedagógico, adotando conceitos essenciais que reforcem a educação como um direito natural do cidadão. Da mesma forma deve-se primar pela qualidade da equipe pedagógica, pois esses são os responsáveis pela atividade de integração social e são primordiais nesse processo de globalização.

O autor considera ainda que o fortalecimento do Estado e um dos caminhos para combater a desigualdade social onde a concessão de políticas públicas eficientes favoreceria uma melhor distribuição de renda, favorecendo assim uma melhor qualidade na educação da população.

O

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com