TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Levantamento De Requisitos

Por:   •  1/10/2013  •  594 Palavras (3 Páginas)  •  323 Visualizações

Página 1 de 3

Você que trabalha com desenvolvimento, se ainda não se deparou com a etapa de levantamento de requisitos, fique tranquilo, sua hora vai chegar. E ainda tem gente que não consegue entender do que se trata essa fase tão comentada.

Vamos lá.

Segundo algumas definições que vemos por aí, requisito nada mais é do que uma condição ou capacidade que deve ser alcançada. Simplificando, é algo que um sistema ou componente deve possuir para satisfazer um contrato, padrão ou especificação.

Geralmente, requisitos são identificados a partir de um domínio de negócio. Domínio de negócio nada mais é do que a área específica que o software será desenvolvido, o contexto para a nossa solução. Em algumas bibliografias encontramos termos como domínio do problema ou domínio da aplicação.

Na etapa de levantamento de requisitos, o time de desenvolvimento se prende em entender o negócio que o sistema vai automatizar, esse levantamento compreende explorar as necessidades dos usuários. No caso de um sistema já existir, a dica é não se prender a estrutura antiga, e partir logo para um sistema novo. O tempo gasto até entender o sistema antigo pode ser muito valioso depois no projeto.

De tudo isso, teremos como resultado um documento com os requisitos, onde contém os requisitos que o sistema irá comtemplar. Dentro desse documento, devemos abordar:

Requisitos Funcionais

Os requisitos funcionais abordam O QUE o sistema deve fazer.

Exemplos:

1. O sistema deve permitir que cada professor realize o lançamento de notas das turmas nas quais lecionou.

2. O sistema deve permitir que o aluno realize a sua matrícula nas disciplinas oferecidas em um semestre.

Requisitos Não-Funcionais

Esses requisitos declaram características de qualidade que o sistema deve possuir e que estão relacionadas às suas funcionalidades. Temos algumas divisões dentro desse tipo de requisitos.

Confiabilidade

Nada mais do que medidas quantitativas da confiabilidade do sistema, como por exemplo, o tempo médio entre falhas, recuperação de falhas, erros por milhares de linhas de código.

Portabilidade

Aqui tratamos da facilidade de migrar o sistema para outras plataformas. Que devemos dar uma atenção, para que o sistema rode em qualquer lugar.

Segurança

Aqui são descritas as particularidades sobre acessos ao sistema, segurança extra em login, restringir acesso de algumas pessoas, entre outros.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com