TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Portifolio Individual - 1º Semestre ADS - Unopar

Por:   •  8/5/2013  •  2.933 Palavras (12 Páginas)  •  2.904 Visualizações

Página 1 de 12

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

ANDRE DOS REIS FRANÇA

CASO PROPOSTO: NOSSA LOCADORA DE LIVROS

Cuiabá/MT

2012

ANDRE DOS REIS FRANÇA

CASO PROPOSTO: NOSSA LOCADORA DE LIVROS

Trabalho apresentado ao Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Norte do Paraná – UNOPAR, Disciplinas: Educação a Distãncia, Fundamentos da Administração da Informação, Funda,emtos de Lógica e Matemática Discreta, Organização de Computadores, Linguagem e Técnicas de Programação I e Seminários I sob a orientação dos Profºs: Everson Morais, Marco Hisatomi, Merris Mozer, Adeiane Loper e Veronice de Freitas.

Cuiabá/MT

2012

INTRODUÇÃO

No mundo atual a geração da informação é algo que crescente que demanda novas formas gerenciamento, sendo sua boa ou má administração o que define o sucesso ou o fracasso da empresa.

O modo em que as informações surgem necessita de uma organização eficiente, geralmente administrada pelos sistemas de tecnologia da informação, não somente para organizar, mas, sobretudo para facilitar o trabalho.

Pensando nisso, a empresa Nossa Locadora de Livros, administrada pelo Sr. João Carlos desde a sua criação em 1995, caracteriza-se como uma empresa privada com fins lucrativos com o objetivo de atender a demanda de locação de livros.

A empresa com estoque de 20.000 títulos, classificado em diamante, ouro, prata e bronze, sendo os valores de locação organizados pela classificação dos livros, possui sete funcionários que atuam em diversas áreas.

Já no início de suas atividades comerciais, em 1995, a empresa optou pela contratação de um sistema de tecnologia da informação - TI com o objetivo de informatizar as primeiras rotinas. Para realizar as atividades de informatização contratou a empresa Alunos da UNOPAR que assumiu o compromisso de atuar no desenvolvimento do sistema de locação de livros.

Portanto, o objetivo deste estudo foi apresentar as principais características dos tipos de sistemas de informação e conceituar alguns termos utilizados na linguagem de sistemas, com ênfase nos sistemas seqüencial e binária.

Por fim, apresentaram-se conclusão e as referências bibliográficas que subsidiaram a construção do referencial teórico.

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR: CENÁRIO PROPOSTO

EMPRESA NOSSA LOCADORA DE LIVROS

Desde a década de 90 que grandes mudanças vêm ocorrendo no mundo do trabalho e dos negócios, o que cada vez mais obriga as empresas a incorporarem as novas tecnologias de gestão apresentadas pelos sistemas de informação.

Os Sistemas de Informação (SI) podem ser definidos como um conjunto de elementos ou componentes inter-relacionados que coleta, armazena, processa e distribui os dados e as informações, com a finalidade de dar suporte às atividades de uma organização, quais sejam: planejamento, direção, execução e controle (LAUDON; LAUDON, 2001).

Assim, a Tecnologia da Informação (TI) nas organizações tornou-se essencial para o sucesso das empresas, sendo que, de um papel restrito ao suporte administrativo, a TI se tornou um elemento incorporado às atividades fins, integrando-se aos serviços e produtos das empresas, tornando-se por vezes o próprio negócio, como no caso das lojas virtuais controle (LAUDON; LAUDON, 2001).

A Tecnologia da Informação (TI) refere-se às tecnologias de computadores e telecomunicações utilizadas nas organizações, incluindo aquelas relacionadas ao processamento e transmissão de dados, voz, gráficos e vídeos (APPLEGATE, MCFARLAN; MCKENNEY, 1996).

Desse modo, com a necessidade das empresas em aderir a estas novas ferramentas de gestão os sistemas de informação estão evoluindo numa perspectiva crescente com o objetivo de controlar as atividades e recursos dos computadores, interpretando os comandos do usuário e traduzindo-os em ações dirigidas a alguma parte destes.

Para efetuar tais controles, os sistemas operacionais são compostos por um conjunto de programas, arquivos, utilitários, tabelas, etc. que auxiliam nas tarefas propostas pelas empresas.

Entre os movimentos recentes da área de TI está a utilização de sistemas de informação: operacional, Gerencial e Suporte a Decisão - Enterprise Resource Planning (ERP) e Customer Relationship Manager (CRM).

Os Sistemas de informação operacionais também chamados de Sistema de Processamento de Transações contemplam o processamento de operações e transações rotineiras cotidianas, em seu detalhe, incluindo seus respectivos processamentos.

Estes sistemas são amplamente utilizados no planejamento e controle da produção, nas atividades de nome do produto, data da produção, bem como no faturamento (item de venda, preço, data de faturamento, valor) e nas Contas a pagar e a receber (valor do título, data de vencimento).

Nos Sistemas de informação operacionais as informações são apresentadas no menor nível, ou seja, analítica, detalhada e normalmente apresentadas, no singular, sendo que as edições, validações, consistências e auditorias são comuns uma vez que falhas de operação, cálculos, seleções e ordenações geram impactos grandes e negativos.

Os Sistemas de informação gerenciais (SIG) contemplam o processamento de grupos de dados das operações e transações operacionais, transformando-os em informações agrupadas para gestão.

Estes sistemas trabalham com os dados agrupados das operações das funções empresariais da empresa, auxiliando a tomada de decisão do corpo gestor das unidades departamentais, em sinergia com as demais unidades.

Enquadram-se nessa classificação os grupos de informação dos sistemas de planejamento e controle da produção - total da quantidade produzida; Faturamento - valor do faturamento do dia, valor acumulado do mês; Contas a pagar e a receber - títulos a pagar do dia, número de inadimplentes.

Nesse tipo de sistemas as informações são apresentadas agrupadas ou sintetizadas, tais como totais, percentuais, acumuladores, plurais, etc.

Os sistemas ERP são sistemas de informação integrados adquiridos na forma de pacotes comerciais de software com a finalidade de dar suporte à maioria das operações de uma empresa. A característica mais importante dos ERP é o fato de que por serem desenvolvidos de maneira genérica para atender a diversos clientes, incorporam modelos padrões de processos de negócios.

O CRM, ou Gerenciamento do Relacionamento com Cliente, são sistemas utilizados para gerenciar as relações com os clientes.

As principais características deste sistema é a sua utilidade e agilidade em facilitar o contato da empresa com os clientes.

No caso da empresa em estudo, considerando o quantitativo de livros que possui, são necessários pelo menos 08 computadores novos que permitem aos usuários acesso a diferentes, tarefas simultaneamente, para atender a demanda de atividades da empresa e a necessidade dos usuários dos serviços de locação.

Para tanto os computadores deverão possuir um sistema avançado, sendo indicado o Windows XP Professional, com avançado Plug and Play e recursos de detecção de hardware, o que permite vários tipos de dispositivos de armazenamento comum, tais como: networking hardware e impressoras para ser detectado pelo Windows automaticamente sem a necessidade de caçar para drives on-line.

O Windows XP é conhecido pela sua estabilidade e eficiência que melhoraram ao longo de suas versões, apresentando uma nova interface gráfica mudança que o tornou mais amigável do que nas versões anteriores e está disponível em várias línguas.

Além disso, o Windows XP Professional inclui um utilitário de configuração de placa de rede sem fio muito mais fácil de usar do que qualquer utilitário nas versões anteriores do Windows, permitindo que o usuário entre on-line sem fios, com maior rapidez.

Ademais, o Windows XP inclui suporte interno para arquivos ZIP, permitindo-lhe abrir e descomprimir arquivos ZIP sem precisar instalar software third-party e também permite a utilização do computador como um equipamento de fax sem a necessidade de adquirir outro dispositivo.

Geralmente a configuração do Windows XP Professional possui Processador compatível com i486 de 350MHz, 128MB de Memória RAM Livres

Placa de Vídeo compatível com 16Bits de cor e resolução 800x600, 2GB Livres no disco principal e Leitor de CD, sendo aconselhável a versão com Processador Intel/AMD com 500MHz, 256MB de Memória RAM Livres, Placa de vídeo com 8MB de VRAM e resolução de 1024x768, 5GB Livres no disco principal

Leitor de CD 32xCD de Instalação do Windows XP + Serial Valido.

O Windows XP Professional possui dispositivos de entrada e saída de dados que são dispositivos responsáveis pela interpretação dos dados enviados para a memória, onde são codificados, processados e registrados, formando informações de saída. Os principais Dispositivos de Entrada de Dados são: Mouse, Teclado e Scanner.

Os dispositivos de saída de dados são os responsáveis pela interpretação de dados digitais provenientes do CPU memória, ou seja, equipamentos que recebem, eletronicamente, os dados já processados pela CPU e os envia para um periférico de saída. Os principais dispositivos de saída são: Monitor e Placa de Vídeo, Impressora e Spekears.

Destaca-se que de acordo com os fundamentos de Lógica e Matemática Discreta, em casos como a criação de um sistema de informação para empresas é importante conhecer alguns conceitos, tais como: proposição, tautologia e contradição, bem como seus valores lógicos, quais sejam: negação, conjunção, disjunção, disjunção exclusiva, condicional e biocondicional.

A lógica matemática (ou lógica simbólica), trata do estudo das sentenças declarativas também conhecidas como proposições, as quais devem satisfazer aos princípios fundamentais.

Denomina-se Proposição todo o conjunto de palavras ou símbolos que exprimem um pensamento de sentido completo.

A tautologia é uma fórmula proposicional que é verdadeira para todas as possíveis valorações de suas variáveis proposicionais. Por exemplo, a fórmula proposicional ("A ou não-A") é uma tautologia, porque é verdadeira para todas as valorações de A.

Contradições são as proposições compostas sempre falsas, independentemente dos valores lógicos das proposições simples que as compõem. Para verificar se uma proposição é uma contradição basta fazer a tabela verdade da proposição composta

Chama-se negação de uma proposição p a proposição representada por “não p”, cujo valor lógico e verdade (V) quando p for Falso e falsidade (F) quando valor de p e verdadeiro. Assim, “não p” tem o valor oposto do valor de p.

A negação de p indica-se com a notação “~p”, e é lido como “não p”. O valor lógico da negação de uma proposição e definido por uma tabela.

Assim, a negação da proposição "A" é a proposição "~A", de maneira que se "A" é verdade então "~A" é falsa, e vice-versa. Uma negação tem sempre um valor de verdade diferente do da proposição negada.

Conjunção chama-se conjunção de duas proposições p e q a proposição representada por “p e q”, cujo valor lógico e a verdade (V) quando as proposições p e q são ambas verdadeiras a falsidade (F) nos demais casos. Simbolicamente, a conjunção de duas proposições p e q indica-se com a notação: “p . q”, que se le: “p e q”. O valor lógico da conjunção de duas proposições e, portanto, definido pela seguinte tabela.

Disjunção chama-se disjunção de duas proposições p e q a proposição representada por “p ou q”, cujo valor lógico e a verdade( V ) quando ao menos uma das proposições p e q e verdadeira e a falsidade (F) quando as proposições p e q são ambas falsas. Simbolicamente, a disjunção de duas proposições p e q indicam-se com a notação: “p + q”, que se lê: “p ou q”. O valor lógico da disjunção de duas proposições.

A disjunção é verdadeira se um ou outro operando for verdadeiro e falsa se, e somente se ambos os operandos forem falsos.

Na linguagem comum a palavra Disjunção Exclusiva tem dois sentidos. Assim, tem-se como exemplo, proposições compostas: P: ele é medico ou professor Q: ele é alagoano ou gaucho.

Disjunção exclusiva de duas proposições p e q a proposição representada simbolicamente por “p Å q”, que se le: “ou p ou q” ou “p ou q, mas não ambos”, cujo valor lógico e verdade (V) somente quando p e verdadeira ou q e verdadeira, mas não quando p e q são ambas verdadeiras, e falsidade(F) quando p e q são ambas verdadeiras ou ambas falsas. Ou seja, a conjunção é verdadeira se, e somente se, apenas um dos operandos for verdadeiro.

Uma condicional refere-se a formatação de dados repetidos. A conjunção é falsa se, e somente se, o primeiro operando é verdadeiro e o segundo operando é falso.

Na bicondicional a conjunção é verdadeira se, e somente se, ambos operandos forem falsos ou ambos verdadeiros.

Em se tratando de pesquisa de busca em TI existem dois mecanismos: Pesquisa Seqüencial e Pesquisa Binária.

A pesquisa seqüencial é o método mais simples e intuitivo para uma variedade de estruturas de dados. Embora possa ser utilizado com dados ordenados ou não, é mais utilizado quando os registros estão desordenados segundo a chave de pesquisa. A pesquisa é iniciada a partir do primeiro registro, avança seqüencialmente (registro por registro) e termina quando for satisfeita uma das condições abaixo:

1) um registro com chave igual à pesquisada é encontrado e a pesquisa é concluída com sucesso.

2) todos os registros são analisados, mas nenhum deles possui chave igual à pesquisada e pesquisa termina sem sucesso.

Na pesquisa seqüencial o problema (pesquisa de valor em vector) deve verificar: 1) se um valor existe no vector e, no caso de existir, indicar a sua posição; 2) possíveis variantes para o caso de vectores com valores repetidos: a) indicar a posição da primeira ocorrência; b) indicar a posição da última ocorrência; c) indicar a posição de uma ocorrência qualquer.

O Algoritmo deve percorrer seqüencialmente todas as posições do vector, da primeira para a última (a) ou da última para a primeira (b), até encontrar o valor pretendido ou chegar ao fim do vector (a) caso se pretenda saber a posição da primeira ocorrência e caso se pretenda saber a posição da última ocorrência adequando para vectores não ordenados ou pequenos.

O Método de pesquisa seqüencial é mais simples, pois a busca começa a partir do primeiro registro, seguindo seqüencialmente até encontrar a chave procurada e então a busca encerra.

Exemplo de Pesquisa seqüencial com sucesso:

• melhor caso : C(n) = 1

• pior caso : C(n) = n

• caso médio: C(n) = (n + 1) / 2

• C (n) = n + 1 (Pesquisa sem sucesso).

Assim, quando os registros não estão ordenados segundo a chave de pesquisa, é impossível concluir que a pesquisa foi mal sucedida sem comparar a chave procurada com a chave de cada um dos registros. Neste caso, a única alternativa é o uso da pesquisa seqüencial a qual faz (N+1)/2 comparações, em média.

Quando o conjunto de dados está ordenado e é possível acessar os seus registros a um custo O (1) (vetores!), pode-se melhorar de modo significativo a eficiência da pesquisa, através do mesmo principio que as pessoas utilizam para procurar um nome próprio em uma gaveta contendo fichas ordenadas alfabeticamente pelos nomes. Primeiro a pessoa escolhe uma ficha intermediária e, então, podem acontecer três situações: a) o nome procurado coincide com o da ficha escolhida e a pesquisa termina com sucesso; b) o nome procurado é menor que o nome da ficha escolhida, então a pesquisa prossegue na parte anterior à da ficha escolhida; e c) o nome procurado é maior que o da ficha escolhida, então a pesquisa prossegue na parte posterior à da ficha escolhida. Nas situações "c" e "d", repetem-se os procedimentos anteriores até que o nome seja encontrado ou até não restem mais fichas para serem analisadas.

Na Pesquisa Binária o Problema (pesquisa de valor em vector ordenado) deve verificar: 1) se um valor (x) existe num vector (v) previamente ordenado e, no caso de existir, indicar a sua posição; 2) no caso de vectores com valores repetidos, considerar a variante em que basta indicar a posição de uma ocorrência qualquer.

Em relação ao Algoritmo (pesquisa binária) deve-se comparar o valor que se encontra a meio do vector com o valor procurado, podendo acontecer uma das situações: 1) igual ao valor procurado = encontrado; 2) é maior do que o valor procurado = continuar a procurar (do mesmo modo) no sub-vector à esquerda da posição inspeccionada; 3) é menor do que o valor procurado = continuar a procurar (do mesmo modo) no sub-vector à direita da posição inspeccionada, sendo que: Se o vector a inspecionar se reduzir a um vector vazio, conclui-se que o valor procurado não existe.

Exemplo de Pesquisa Binária

A Pesquisa em tabela pode ser mais eficiente se registros forem mantidos em ordem.

CONCLUSÃO

A realização do trabalho possibilitou o aprendizado teórico que envolve vários conceitos, apontando para a necessidade dos profissionais de TI estarem sempre se atualizando, haja vista a evolução dos sistemas de informações, e da introdução de ferramentas, cada vez mais sofisticadas e complexas, que demanda uma constante atualização dos conhecimentos para operá0las com eficácia e eficiência.

Por outro lado, as novas formas de diagramação dos projetos e o modo de organização que agiliza-os, são partes importantes para a entrega do produto final de acordo com a necessidade do cliente, para que os Sistemas de Informação agreguem valores aos serviços e produtos, através da agilidade das buscas solicitadas.

Assim sendo, pode-se dizer que a decisão da empresa Nossa Locadora de Livros em contratar um sistema de tecnologia da informação – TI, já no início de suas atividades comerciais foi de grande importancia por buscar informatizar as primeiras rotinas da empresa e assim otimizar suas atividades.

Dessa forma, conclui-se que a tecnologia da informação é uma necessidade das empresas que buscam o crescimento competitivo no mercado e que sem esta ferramenta as dificuldades de administração são bem maiores.

REFERENCIAS

Algoritmos de Pesquisa e Ordenação em Vectores. Disponível em: <http://pagina

s.fe.up.pt/~prog2/docs/vectorPesqOrd.pdf>. Acesso em: 18 out. 2012.

APPLEGATE, Lynda M., McFARLAN, F.Warren e McKENNEY, James L. Corporate information systems mangement: The issues facing senior executives (4ª ed.). Chicago: Irwin, 1996.

CARDIA, Andre de Sá. Apostila de Informática para Concurso Público. Disponível em: <http://pt.scribd.com/doc/96554803/21/Outros-dispositivos-de-Entrada-e-Saida-de-Dados>. Acesso em: 12 out. 2012.

ERECHIM, Neilor Tonin . Apostila de Lógica para a Computação. Disponível em:

http://www.inf.uri.com.br/neilor/apostila-logica.pdf. Acesso em: 12 out. 2012.

LAUDON, Kenneth C.e LAUDON, Jane P. Management Information Systems. 7 ed. Upper Saddle River: Prentice Hall. 2001.

Pesquisa de Dados. Disponível em: <http://www.do.ufgd. edu.br/ WellingtonSantos/

Algo/Pesquisa.pdf>. Acesso em: 18 out. 2012.

Tecnologia da Informação aplicada à Gestão Empresarial: Um Modelo para a Empresa Digital. Disponível em: <http://www.cyta.com.ar/ta0404/v4n4a1.htm.>. Acesso em: 14 out. 2012.

Visão completa do mercado ajuda Cargil a resistir a desaceleração. Disponível em: <http://professor.ucg.br/SiteDocente/admin/arquivosUpload/10107/material/Aula

%202%20-%20Informa%C3%A7%C3%A3o.pdf>. Acesso em: 14 out. 2012.

...

Baixar como  txt (19.8 Kb)  
Continuar por mais 11 páginas »