TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Individual 4 Semestre ADS UNOPAR

Por:   •  11/10/2013  •  824 Palavras (4 Páginas)  •  605 Visualizações

Página 1 de 4

1 DESENVOLVIMENTO

1.1 BANCO DE DADOS ORIENTADO A OBJETO

1.1.1 Aplicação e Mecanismo de Funcionamento

Um banco de dados OO (banco de dados orientado a objeto) pode estender a existência de objetos de modo que sejam armazenados de forma permanente; portanto, os objetos continuam após o término do programa, podendo ser posteriormente recuperados e compartilhados por outros programas. Em outras palavras bancos de dados OO armazenam objetos persistentes permanentemente, em memória secundária, permitindo o compartilhamento desses objetos entre vários programas e aplicações.

Um dos objetivos dos bancos de dados OO é manter a correspondência direta entre objetos do mundo real e do banco de dados, assim esses objetos não perdem sua integridade e identidade e podem ser facilmente identificados e acessados. Então o banco de dados OO fornece um identificador do objeto (OID), único, gerado pelo sistema para cada objeto.

Outra característica dos bancos de dados OO é que os objetos podem ter uma estrutura de objeto de complexidade arbitrária, de forma a conter todas as informações necessárias que descrevem o objeto.

1.1.2 Banco de dados orientado a objeto X Banco de dados relacional

O objetivo dos BDOO é o encapsulamento, sendo assim os dados são associados a uma classe específica que usa métodos peculiares. Com esse funcionamento os dados só podem ser utilizados pelos métodos dessa classe, e essa classe pode ser utilizada por diferentes aplicações. Esta perda entre os modelos usados para representar a informação na aplicação e no banco de dados é também chamada de perda por resistência. Os Bancos de Dados Relacionais tem por objetivo a independência dos dados, pois são separados do processamento e normalizados, dessa forma os dados podem ser utilizados por diversas aplicações mesmo não previstas no projeto. Os BDR armazenam apenas dados, enquanto os OO armazenam estruturas com dados e métodos sendo assim, no relacional o usuário vê os dados como tabelas, já nos OO as estruturas podem ser complexas, porém elas não são visíveis ao usuário em função do encapsulamento. A redundância de dados no modelo relacional é tratada por meio da normalização, por sua vez o modelo OO devido ao encapsulamento e a herança fornecem dados não redundantes. Os BDR foram desenvolvidos para prover acesso facilitado aos dados, possibilitando que os usuários utilizassem uma grande variedade de abordagens no tratamento das informações, pois enquanto em um banco de dados hierárquico os usuários precisam definir as questões de negócios de maneira específica, iniciando pela raiz do mesmo, nos BDR os usuários podem fazer perguntas relacionadas aos negócios através de vários pontos.

1.2 ORM – MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL

1.2.1 Desenvolver utilizando o modelo orientado a objetos com um banco de dados relacional

Basicamente temos nossas entidades de negócio definidas na fase da análise com seus atributos e comportamentos, além de nosso banco relacional, com suas tabelas, campos e registros. A abordagem consiste em atribuir uma tabela para cada entidade e cada atributo da entidade para cada campo da tabela. Dessa maneira conseguimos abstrair o lugar e a maneira que os dados são obtidos / persistidos, pois não precisamos nos preocupar com comandos SQL, possibilitando o manuseio dos objetos devidamente preenchidos num contexto de negócio totalmente orientado a objetos. Essa atribuição tabela / entidade não precisa ser realizada de maneira explícita, mas uma abordagem

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com