TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RECONHECIMENTO DE PADRÕES PARA IDENTIFICAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE IMAGEM

Por:   •  30/7/2020  •  Artigo  •  3.201 Palavras (13 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 13

RECONHECIMENTO DE PADRÕES PARA IDENTIFICAÇÃO DA ORIENTAÇÃO DE IMAGENS[1]*

Israel Xavier Soares[2]**

Prof. Dr. Marcelo Suetake (Orientador)[3]***

RESUMO

        A motivação deste artigo se dá devido ao aumento do uso de imagens na forma digital, que são muitas vezes capturadas em condição diferente de como são utilizadas posteriormente.

Com isso, é abordada a identificação da orientação de imagens digitais, definindo um método global, que permite a identificação por meio de diferentes categorias, comumente encontradas nas imagens, em cascata em ordem intuitiva.

Para o teste são sugeridas duas categorias, vistas entre as mais comuns nos conteúdos das imagens digitais atualmente, sendo elas o rosto e o céu. São estabelecidos e testados dois métodos diferentes para a detecção das características que indicam a orientação para cada uma das categorias sugeridas.

Primeiramente é identificada a presença do rosto, por meio da estrutura de detecção de objetos Viola-Jones. Em seguida é identificada a presença do céu, utilizando uma rede neural artificial do tipo peceptron com uma camada.

Palavras-chave: Orientação de imagens, Viola-Jones, Perceptron.

  1. INTRODUÇÂO

O uso de equipamentos digitais para tirar fotos e gravar vídeos mudou não apenas o modo como as imagens são capturadas, mas também como são armazenadas e consumidas.

Principalmente para imagens obtidas com o uso de smartphones, a percepção da orientação em que tais estão sendo capturadas não é sempre observada no momento da aquisição, seja pela simetria física dos próprios dispositivos e o imediatismo da ação ao capturar uma ocasião inédita, seja pela maneira como o aparelho opera quanto à rotação da tela, alterando a orientação da captura.

Quando o usuário consome o conteúdo porém, é esperado que o mesmo se apresente orientado para cima, em relação àquele que capturou, vendo como se estivesse no momento em que a imagem retratada ocorreu. Portanto, ao acessar um álbum virtual, ou compartilhar arquivos de mídia na internet e redes sociais, é conveniente que o conteúdo esteja orientado corretamente.

A identificação da orientação de uma imagem é uma tarefa complicada, pois existem diversas condições pertinentes à contextualização dos elementos na imagem, e que servem como indicadores da orientação desejada por quem registrou o momento [1].

Este artigo aborda o problema usando um método de rotação das imagens e identificação de padrões, seguindo uma cascata de categorias em ordem determinada intuitivamente, segundo seu conteúdo. A imagem inicial é analisada em relação à primeira categoria e, no caso de não coincidir com o padrão esperado de seus elementos, é girada em 90° no sentido anti-horário. O processo é realizado até que se encontrem as características desejadas ou até que a imagem volte em sua posição inicial, seguindo neste caso para analise com base na categoria subsequente.

No presente, levam-se em consideração dois contextos com o objetivo de identificar em qual sentido a imagem está orientada, sendo estes imagens que contenham rostos e imagens que apresentam céu em seu horizonte. A identificação é feita primordialmente pela orientação do rosto e, na ausência de pessoas, é seguida pela identificação da posição do céu no horizonte, assumindo que tais condições sejam as de maior relevância e suficientes para constatar a eficácia do método usado [2]. Imagens que não se encaixam em nenhuma das categorias são classificadas como não identificadas e, portanto, a adição de novas classes no processo em cascata tende ao aumento da porcentagem de acertos.

Para a classificação das imagens com rostos, a abordagem escolhida para identificar sua orientação se baseia em uma busca geral em todo o campo da imagem original. Para esta busca geral e identificação das características do rosto, o método utilizado no presente faz uso da estrutura de detecção de objetos Viola-Jones [3].

Já para a classificação das imagens com céu, a característica procurada é a presença de céu. O céu é predominantemente encontrado na metade superior da imagem, e se torna conveniente utilizarmos os valores RGB que representam as cores em diferentes quadrantes da imagem para identificação. A concentração de pixels predominantemente azuis na parte superior da imagem supõe a presença de céu e orientação para cima [4]. Para classificar a imagem é utilizado uma rede neural artificial do tipo peceptron com uma camada.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (22.2 Kb)   pdf (191.9 Kb)   docx (81.8 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com