TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

OS MÉTODOS AVANÇADOS DE PROGRAMAÇÃO

Por:   •  23/12/2018  •  Pesquisas Acadêmicas  •  945 Palavras (4 Páginas)  •  17 Visualizações

Página 1 de 4

Capítulo 1 – Orientação a Objeto

Motivação da criação de Padrão de Projeto/Design Pattern: Padronizar a resolução de

problemas recorrentes no desenvolvimento e manutenção de software orientado a objetos

Classes: São moldes contendo atributos e métodos

Objetos: São os produtos desses moldes

Abstração: Definição de entidades do mundo real

Encapsulamento: Técnica para esconder os detalhes internos, atributos private, getters e

setters

Herança: Classe que herda características de outra classe; JAVA (extends) , C# ( : Funcionario )

Reusabilidade: Reduzir a complexidade e o tempo de desenvolvimento do projeto, ideias

reimplementadas várias vezes, utiliza técnicas e padrões; Proporciona facilidade de

manutenção, evolução, entendimento e independência entre componentes.

 Vantagens: Confiança, manutenção, modularidade, padronização, produtividade

Tipos de reuso: Componentes plugáveis, frameworks e sistema OO

Reuso X Reusabilidade: Reuso utiliza funções providas pelo componente, feito através de

interfaces, não deve haver modificações no código do componentes, ato ou processo de reusar

um módulo ou componente com propriedade de reusabilidade; Reusabilidade: Grau de

facilidade ou potencialidade que um componente possui para ser reusado, alto coesão e baixo

acoplamento

Capítulo 2 – Padrões Arquiteturais

Padrões Arquiteturais de Software: Modelos de arquitetura de software que define uma

organização estrutural de alto nível; Contém subsistemas pré-definidos; Especifica a

responsabilidade de cada subsistema; Inclui regras e diretivas para o relacionamento entre

eles, como interagem e como usam outros elementos; Elementos interagem com outros por

meio de interfaces

Arquitetura envolve: Desenvolvedores, gerentes e mantenedores

Representação: Através de caixas e linhas, sistemas similares apresentam arquiteturas

similares

Tipos de padrões arquiteturais: Arquiteturas em Camadas (Layers – Evitar a proliferação

descontrolada de componentes), Arquitetura em partições, Arquitetura MVC (Sistemas

interativos, facilitar a adaptação de interface do usuário)

Arquitetura em Camadas: Ajuda a estruturar aplicações que podem ser decompostas em

grupos de subtarefas, cada grupo está em um nível de abstração; (Ex: Protocolo de Rede: Cada

camada trata de um aspecto específico e usa serviços de outra camada). Cada camada irá

realizar a sua tarefa e o fluxo irá seguir entre elas.

Baixo nível: Operações com hardware/sinais elétricos; Alto nível: Funcionalidades visíveis pelo

usuário por telas

Passos da abordagem de arquitetura em camadas:

1. Definir o critério de abstração para o agrupamento de tarefas;

2. Definir o número de níveis de abstração, conforme os critérios;

3. Nomear as camadas e atribuir tarefas;

4. Especificar os serviços a serem disponibilizados;

5. Refinar a criação das camadas (repetir de 1 a 4);

6. Especificar uma interface para cada camada;

7. Estruturar as camadas;

8. Especificar a comunicação entre as camadas adjacentes;

9. Dissociar as camadas adjacentes;

10. Projetar uma estratégia de erro.

Utilização da arquitetura em camadas: Máquinas virtuais (JVM), APIs, sistema de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.7 Kb)   pdf (55.5 Kb)   docx (15.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com