TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Determinação do Teor de Acido Acético no Vinagre

Por:   •  3/9/2019  •  Relatório de pesquisa  •  1.047 Palavras (5 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 5

 [pic 1]

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA

CURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO

QUIMICA – AULA PRATICA

TITULACAO ACIDO BASE

Determinaçao do Teor de Acido Acetico no Vinagre

Aluna:

Matrícula:

Aluna:

Matrícula:

Aluna:

Volta Redonda

2019

1

 

Introdução

    A titulação é uma das técnicas de laboratório mais utilizadas quando se quer determinar a concentração de uma solução. Isso é feito por meio da reação dessa solução com outra de concentração conhecida. O volume de ambas é determinado experimentalmente.

    A reação química que ocorre é uma reação de neutralização, ou seja, entre um ácido e uma base, produzindo sal e água, por isso, ela é chamada de titulação ácido-base. Adiciona-se também à solução de concentração desconhecida uma pequena quantidade de um indicador ácido-base apropriado, pois a mudança de cor indica exatamente o momento em que a reação ocorre por completo, que é o chamado “ponto de viragem”. O ponto de viragem é detectado pela variação de uma propriedade física ou química da solução a ser titulada, utilizando indicadores ou instrumentalmente. Quando se utilizam os indicadores, esta variação é facilmente detectada, pois corresponde a uma alteração de cor.  

     Titulação é um processo em que se determina a quantidade de uma substância em solução, medindo-se a quantidade necessária de um reagente para reagir completamente com toda essa substância. Normalmente, isso é feito adicionando-se, controladamente, um reagente de concentração ou quantidade conhecida à solução da substância, ou vice-versa, até que se julgue que ela reagiu por completo. Então, por meio da massa de reagente ou do volume e concentração de sua solução, determina-se a quantidade de matéria de reagente consumido; em seguida, pela estequiometria da reação (equação química balanceada), determina-se a quantidade de matéria da substância e, se conhecido o volume de solução que a continha, a concentração da solução. Quando a titulação envolve uma reação ácido-base, ela é denominada titulação ácido-base.

     A solução-problema, isto é, a solução que queremos descobrir a concentração, é chamada de titulado, e a solução que reage com ela e cuja concentração é conhecida é denominada titulante. Normalmente, para se fazer uma titulação, utiliza-se um frasco de erlenmeyer (onde são postos o titulado, água e um indicador ácido/base) e uma bureta, onde está contido o titulante.

    Existe uma série de corantes orgânicos que apresentam uma cor em solução ácida e outra cor diferente em solução básica. Assim, eles podem ser utilizados para indicar quando uma reação de neutralização ocorreu totalmente. Por isso sao denominados indicadores. Alguns desses corantes, comumente ultilizados para detecção do ponto de equivalência em uma titulação, são: fenolftaleína, azul de bromotimol, vermelho de cresol, azul de timol e verde de bromocresol.

Por exemplo, a fenolftaleína é totalmente incolor em uma solução ácida e rosa em uma solução básica de pH superior a 10. Suponha que a uma solução ácida sejam adicionadas 10 gotas de uma solução básica (por meio de uma bureta) e a mesma continue incolor. Porém, ao ser adicionada a 11ª gota, a solução fica rosada. Isso significa que um volume intermediário aos correspondentes às 10ª e 11ª gotas equivale ao volume do ponto de equivalência.

    Algumas vezes se faz necessário misturar dois ou mais indicadores para que se consiga obter viragens de cor sobre uma parte considerável da faixa de pH. Estas misturas são conhecidas como indicadores universais, comercializados na forma de soluções ou de papéis indicadores. Os indicadores universais sao utilizados para prever o pH aproximado de uma solução, não sendo apropriado para titulações quantitativas.

     Então, usando o fator estequiométrico da equação balanceada, a quantia de base adicionada é relacionada a quantia de ácido presente na amostra original. No problema específico de encontrar a massa de ácido oxálico em uma amostra impura, converteríamos a quantia de ácido à sua massa. Se a massa de ácido oxálico é dividida pela massa da amostra impura (e o quociente multiplicado por 100%), podemos expressar a pureza da amostra em termos de uma porcentagem em massa.

Materiais

  • Proveta;
  • Bureta;
  • Becher;
  • Base NaOH;
  • Indicador Fenolftaleina;
  • ErlenMeyer;
  • Agua destilada;
  • Vinagre;
  • Pipeta.

Método

    Primeiramente foi colocado uma amostra de 3 ml de vinagre em um balão volumétrico e completado até o traço de referencia com água destilada. Com o auxilio de uma pipeta foi retirada 3 ml da solução de vinagre e posta no erlenmeyer, sendo adicionados mais 50 ml de água destilada e 3 gotas do indicador fenolftaleína. Na bureta foi colocada a solução de NaOH.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.8 Kb)   pdf (191.4 Kb)   docx (28.1 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com