TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Introdução às técnicas de laboratório

Por:   •  10/2/2019  •  Relatório de pesquisa  •  838 Palavras (4 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 4

Universidade Federal de Uberlândia[pic 1][pic 2]

Instituto de Química

Introdução às técnicas de laboratório

 

Uberlândia-MG

Novembro/2013[pic 3]

Experimento 01: Introdução às técnicas de laboratório - Calibração

  1. Introdução

Quando se realiza um experimento em um laboratório de química, procura-se obter a maior exatidão possível nos ensaios realizados, portanto o analista deve reconhecer que haverá erros nos seus experimentos que advêm de vários fatores e que irão modificar os seus resultados experimentais. Um desses fatores que causam erros no experimento é a incerteza quanto ao volume de uma vidraria utilizada no laboratório.

Essa incerteza quanto ao volume de um recipiente pode ser causado por erros na sua fabricação ou má condição do material, assim, o recipiente pode conter ou liberar quantidades diferentes das indicadas em suas graduações gerando a incerteza em relação ao seu volume.

A fim de detectar essa incerteza e minimizar os erros para obter resultados mais precisos, é necessário realizar a calibração das vidrarias presentes no laboratório. Tal método consiste em medir a massa da água contida ou transferida no recipiente e usar a densidade em uma dada temperatura para calcular o volume aproximado da vidraria em questão. Por esse meio, pode-se verificar um desvio, para mais ou para menos, quanto ao suposto volume de um recipiente.

  1. Objetivo

No experimento realizado, teve-se como objetivo fazer a calibração de um balão volumétrico de 50 mL e de uma pipeta volumétrica de 10 mL utilizando o método descrito anteriormente, e verificar quais são aproximadamente os seus volumes reais.

  1. Parte Experimental

3.1 Substâncias / Equipamentos:

  • Água destilada
  • Pisseta
  • Béquer 50mL
  • Pipeta volumétrica 10mL
  • Balança
  • Pipetador
  • Balão volumétrico 50mL
  • Termômetro

3.2 Metodologia

Calibração de um balão volumétrico

O experimento foi iniciado colocando-se um balão volumétrico pequeno de capacidade 50mL sobre o prato de uma balança de precisão que em seguida foi tarada. A seguir com o auxílio da pisseta colocou-se água destilada até o menisco conforme a marca do balão, Figura. 1. Mediu-se novamente a massa do balão volumétrico, contendo a água destilada, fechando o compartimento da balança e esperando-se alguns minutos, até equilibrar a temperatura da água e sem que sofresse interferência de perturbações externas. A seguir realizaram-se os mesmos procedimentos mais duas vezes para maior precisão no experimento. Anotou-se os dados obtidos, Tabela.1.

[pic 4]

Figura.1 Marcação do menisco.

Fonte: http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAkGYAA/apostila-quimica-geral-experimental-i?part=2

Calibração de uma pipeta volumétrica

        Iniciou-se o procedimento colocando um pequeno béquer de capacidade 50mL sobre o prato da balança precisão que em seguida foi tarada. A seguir em outro béquer colocou-se água destilada, e com o auxílio de um pipetador acoplado na pipeta volumétrica de 10mL, transferiu-se  água destilada até a marca do menisco; cuidadosamente abriu-se o compartimento superior da balança e verteu-se a água contida na pipeta para o béquer. Fechando-se todos os compartimentos da balança, esperaram-se alguns minutos, até que a temperatura estivesse equilibrada, e sem nenhuma perturbação exterior. Após esse processo, repetiu-o mais duas vezes para maior precisão do experimento. Anotou-se os dados obtidos, Tabela.2.

  1. Resultados e Discussões

Com o auxílio de um termômetro determinou-se a temperatura da água destilada usada nos procedimentos descritos anteriormente que foi de 23 oC, e usando-se uma tabela de densidade da água em função da temperatura, pode-se então com um cálculo simples d = m/v, determinando o volume de água em cada uma das calibrações feitas.

d = densidade da água

m = massa da água

v = volume do recipiente

Obteve-se:

Tabela.1: Valores da massa e volume obtidos na calibração do balão volumétrico.

Densidade(g/cm3)

Massa (g)

Volume (mL)

1

2

3

0,99756

0,99756

0,99756

50,6168

50,5518

50,4460

50,7406

50,6415

50,5693

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.4 Kb)   pdf (195.5 Kb)   docx (158 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com