TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Desastre de Chernobyl Discovery Channel

Por:   •  30/10/2018  •  Resenha  •  994 Palavras (4 Páginas)  •  305 Visualizações

Página 1 de 4

Documentário: O desastre de Chernobyl - Discovery Channel. Duração: 1h35min

Na madrugada do dia 29 de abril de 1986 a 3 km da cidade de Pripyat, a Usina de Vladimir Ilvich Lenin, tinham ordem para fazer um teste no bloco 4, no sistema de alimentação automático de combustível do motor. Mas às 1h23min da manhã, o sistema de segurança desligados, uma série de explosões aconteceram dentro do reator, a tampa do mesmo de 1200 t explode, um fluxo de radiação começa a espalhar, chegando a 1000m de altura e tinha várias cores. Nessa noite morreram 2 homens.

Os 1º bombeiros que chegaram não tinham os equipamentos adequados e receberam doses letais de radiação, mais 21 pessoas morreram.

O pior ainda foi evitado, uma 2º explosão 10x pior que a de Hiroshima.

Igor Kostin primeiro jornalista a ver e fotografar a cratera, estava sobrevoando o local, sem saber o risco que corria, ele via uma fumaça fina e transparente, era pura radiação! Igor só conseguiu tirar 12 fotos, pois a máquina estragou devido à radiação, depois de reveladas, foi possível ver que o filme também sofreu com a radiação.

Debaixo de 14m de destroços o grafite que revestia o combustível nuclear queimou e derreteu o urânio, a força nuclear era 100% maior que a combinação da bomba de Hiroshima e Nagasaki.

As pessoas sentiram um gosto estranho na boca, um gosto metálico, meio ácido, mais tarde descobriram que era o gosto do iodo radioativo.

Naquele tempo a radiação era medida em unidades chamadas de Röntgen (R), o nível normal na terra é de 12 milionésimos de Röntgen, em Pripyat naquela tarde o nível era de 200 milésimos de Röntgen, 15mil vezes que o normal.

O reator continuava a queimar e a radiação espalhar.

Acredita-se que o ser humano pode absorver até 2 Röntgen por ano sem ser afetado, é letal se receber mais de 400 Röntgen, naquela tarde a população receberem o equivalente a 50x mais o inofensivo, se continuasse nesse ritmo em 4 dias receberiam a dose letal.

20 horas após, o nível de radiação continuava a subir. A população devia estar com portas e janelas seladas e tomando pílulas de Iodo para combater os efeitos da radioatividade, mas nada tinha sido feito. Depois de 30 horas que as medidas começaram a serem tomadas. Começaram a tirar as pessoas da cidade, as crianças tomaram as pílulas de Iodo nas escolas. Em 3 horas e meia, 43mil pessoas foram tiradas da cidade contra sua vontade, só com a roupa do corpo, mas sem tumultos.

O sangue das pessoas já estava contaminado e corriam riscos de terem câncer.

As nuvens com partículas de radioativas iam sendo levadas para o norte, circularam por mais de 1000 km. No dia 28 chegou à Suécia.

Soldados jogaram sacos de 80 kg de areia e ácido bórico, com isso pretendiam abafar e neutralizar a radiação, no 1º dia foram feitos 110 sobrevoos, no 2º dia 300 voos.

Na cidade de Kiev na Ucrânia as pessoas não foram avisadas da gravidade e do risco que corriam. Seguiram com as comemorações do 1º de maio, mesmo sabendo que os riscos da contaminação eram altos, chamaram de “parada da morte”.

A cidade foi esvaziada, todas as pessoas retiradas de Chernobyl e as de um raio de 30 km da cidade, 130 mil pessoas de mudaram, mas muitas já estavam contaminadas. A cidade foi dizimada por um inimigo invisível.

6 mil toneladas de área e ácido bórico cobriram a cratera, mas no subsolo o magma radioativo continuava a queimar. Na parte inferior do reator 195 toneladas de combustíveis ainda estavam queimando, rachaduras começaram a aparecer, a laje de concreto debaixo do corria o risco de partir e o magma vazar entrar em contado com a água que empossou quando foi jogada no reator, isso causaria uma 2º explosão, maior que a primeira.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)   pdf (38.8 Kb)   docx (12.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com