TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Título: Reciclagem energética – Do plástico ao combustível

Por:   •  10/11/2019  •  Projeto de pesquisa  •  783 Palavras (4 Páginas)  •  4 Visualizações

Página 1 de 4

Projeto de Pesquisa

Projetos Industriais

Título: Reciclagem energética – Do plástico ao combustível

Aplicante:

Professor Marcos Machado

Grupo:

Ana Beatriz

Bruna Geovana

Everson Cesar

Jonathan Goveia

Marcos Galvão

Renato Ferreira

 

Curso de Tecnologia em Processos Químicos – Fundação Indaiatuba de Educação e Cultura - Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 3405 - Jardim Regina, Indaiatuba - SP, 13349-003

RESUMO

Este projeto intenciona mostrar uma tecnologia, a reciclagem energética do plástico por meio de pirolise. O objetivo é analisar os rejeitos de polímeros termoplásticos, quanto a sua composição química, as etapas de reciclagem do material e a viabilidade da produção de energia a partir desses rejeitos. Dessa forma, após evidenciar como esta é uma tecnologia vantajosa, com os produtos finais obtidos, espera-se demostrar a viabilidade da utilização da reciclagem energética, devido aos seus grandes benefícios ambiental, econômico e social mostrados no decorrer da pesquisa.

PALAVRAS-CHAVE: Plástico, Reciclagem energética, Pirolise, Termoplasticos, Tecnologia.

ABSTRACT

This project intends to show a technology, the energy recycling of plastic through pyrolysis. The objective is to analyze the thermoplastic polymers tailings, regarding their chemical composition, material recycling steps and the viability of energy production from these tailings. Thus, after showing how this is an advantageous technology, with the final products obtained, it is expected to demonstrate the feasibility of using energy recycling, due to its great environmental, economic and social benefits shown during the research.

KEYWORDS: Plastic, Energy Recycling, Pyrolysis, Thermoplastics, Technology.

1. Introdução

Uma pesquisa, publicada pela revista americana Science Advances, é a primeira análise global sobre produção, uso e destino de todo plástico já produzido no mundo. Os dados estatísticos de geração de diversos produtos, como resinas, aditivos e fibras, de diversas fontes da indústria, foram sintetizados de acordo com o consumo e o tipo. Os resultados demostraram um cenário alarmante. A produção anual de plástico saltou de 2 milhões de toneladas métricas em 1950 para preocupantes 400 milhões de toneladas métricas em 2015, o aumento recente foi o que causou maior espanto nos especialistas, “Foi surpreendente ver que a metade de todos os plásticos já produzidos globalmente surgiu apenas nos últimos 13 anos”, explicou Roland Geyer, principal autor do estudo e professor-associado da Escola de Ciências e Gestão Ambiental da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Outro aspecto preocupante na visão dos especialistas foi o a tratativa dada aos resíduos  gerados pela produção de plástico. Com um total de apenas 9% das 6,3 bilhões de toneladas de lixo plástico produzidas de 1950 até 2015, foram reciclados. Segundo o levantamento,  12% terminaram incinerados e 79% estão acumulados em aterros sanitários ou no ambiente natural. Caso esse cenário não mude, os especialistas acreditam que, nos próximos 33 anos, a quantidade de plástico atingirá a marca de 34 bilhões de toneladas métricas. Desse número, segundo as estimativas, 12 bilhões de toneladas métricas se transformarão em resíduos que terão como destino aterros sanitários ou o ambiente natural.

Quando olhamos para o Brasil, somos o quarto maio produtor de plástico do mundo, onde apenas 1,2% da produção de 11 toneladas métricas são recicladas, dados do Banco Mundial, demostram que mais 2,4 milhões de toneladas do plástico brasileiro são descartados de forma irregular, sem nenhum tipo de tratamento, em lixões a céu aberto. Os aterros sanitários brasileiros recebem outras 7,7 toneladas e mais de 1 milhão de toneladas sequer passam pelo sistema de coleta.

Com os dados expostos, tem-se como objetivo analisar condições onde a reciclagem energética seja aplicável, estudar os produtos gerados a partir dessa reciclagem, assim como mapear todo o funcionamento do mecanismo de geração de energia e a aplicação dos produtos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)   pdf (80.2 Kb)   docx (10.1 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com