TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

MICROECONOMIA E MACROECONOMIA, MÉTODOS QUANTITATIVOS, ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE

Por:   •  27/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  2.071 Palavras (9 Páginas)  •  87 Visualizações

Página 1 de 9

[pic 1][pic 2][pic 3][pic 4]

[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

[pic 9]

[pic 10]

[pic 11]

[pic 12]

[pic 13]


  1. INTRODUÇÃO

O trabalho foi feito para mostrar de maneira clara e simples assuntos relacionados ao campo administrativo englobando a macroeconomia e microeconomia, métodos quantitativos e ética politica, sociedade. Explicando temas relacionados à economia como a inflação, taxa de juros e taxa de câmbio que são apresentados na mídia de modo a tirar conclusões relacionadas às suas diferenças e relações. Explorando as estatísticas que estão presentes na grande maioria das organizações fazendo com que as empresas busquem instrumentos de auxílio capazes de proporcionar maior segurança e agilidade no processo de tomada de decisões. Nesse sentido as medidas descritivas, números índices e deflação de dados possuem conceitos diferentes, mas servem de apoio para os gestores. Assim também expondo sobre os limites de utilização de estratégias utilizadas para a conquista do público e sobre o tipo de politica adotada para a manutenção de uma gestão ética nas organizações.

Comentando sobre a responsabilidade do administrador na manutenção dos valores da empresa, conceituando quais são os valores, qual a importância deles e como a mídia pode ou não interferir no comportamento dos indivíduos.


  1. MICROECONOMIA E MACROECONOMIA, MÉTODOS QUANTITATIVOS, ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE.
  1. MICROECONOMIA E MACROECONOMIA

Economia consiste na produção, distribuição e consumo de bens e serviços. Dividida em dois grandes ramos: a microeconomia que estuda os comportamentos das unidades de consumo dos indivíduos e das empresas com suas respectivas produções e custos, a macroeconomia que estuda o resultado agregado dos vários comportamentos individuais e também aborda os problemas econômicos de forma agregada.

Segundo Oliveiira (1991), "existem oito variáveis macroeconômicas que influenciam o resultado final de uma empresa", e as que mais interferem em sua margem líquida são: inflação, taxa de juros e taxa de câmbio. 

  1. Inflação é o aumento persistente de preços dos produtos num determinado país ou região, durante um período em um processo inflacionário o poder de compra da moeda cai. Os trabalhadores mais pobres perdem muito, pois não conseguem investir o dinheiro em aplicações que lhe garantam a correção inflacionária. Portanto é ruim para a economia. Através da mídia podemos verificar algumas porcentagens da inflação como, por exemplo, no site do G1. (Sobre a inflação, os economistas do mercado financeiro reduziram sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano de 5,83% para 5,82%. Já para 2014, a previsão dos economistas dos bancos avançou de 5,84% para 5,85%). Então podemos verificar que a inflação sempre pode variar, mas pode trazer muito prejuízos possivelmente para os trabalhadores mais pobres.
  2. Taxa de juros é o preço ou o valor do dinheiro. Representa o custo a suportar pelo dinheiro que se pede emprestado - taxa de juro activa - ou o rendimento que se recebe quando se faz uma aplicação financeira – taxa de juro passiva. Então podemos verificar o reflexo na mídia, que vem mostrando os números da taxa de juro no site UOL Economia. (O Banco Central (BC) elevou nesta quarta-feira a taxa básica de juros de 8,5% para 9% por ano, seu maior nível desde março do ano passado.) Portando a taxa de juros indica qual a percentagem a qual se investe um capital em um determinado período de tempo.
  3. Taxa de câmbio é o preço de uma moeda estrangeira, medido em unidades da moeda nacional. A taxa de câmbio reflete, assim, o custo de uma moeda em relação à outra, dividindo-se em taxa de venda e taxa de compra. Então podemos verificar noticias em alguns jornais e revistas como, por exemplo, neste trecho do site da Agência do Brasil: (Apesar de ter batido recorde nos últimos dias e de acumular alta de 15% em 2013, o dólar ainda está abaixo da taxa de equilíbrio. O professor de economia internacional André Nassif, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), disse que o câmbio de equilíbrio está entre R$ 2,70 e R$ 2,90, pelo menos 14% acima da cotação atual do dólar comercial, que encerrou a semana vendida a R$ 2,3534). Então se verifica que a taxa de câmbio afeta principalmente os preços praticados na economia a inflação e os preços dentro da economia nacional.
  1. MÉTODOS QUANTITATIVOS

São utilizados no meio empresarial como verdadeiras ferramentas de gestão. Refere-se às técnicas pelas quais os dados são coletados, organizados e analisados.

Segundo STEVENSON, “a estatística compreende a estatística descritiva, a teoria da probabilidade e amostragem”.

Mas também os números-índices e deflação de dados. Quando se fala em taxas de índices como forma de resumo, organização e, em geral, simplificação de informações que podem ser muito complexas, isto é, a dificuldade na descrição dos dados obtidos está diante da estatística descritiva.

  1. Medidas descritivas

Descreve um conjunto de dados de forma organizada e compacta por meio de suas estatísticas, o que não significa que esses cálculos e conclusões possam ser levados para a população. Podem ser classificadas como medida de tendência central, medida de dispersão e técnica de amostragem probalística.

  1. Medida de tendência central é um valor único que representa as características de um conjunto de dados identificando uma posição central. As medidas mais usadas são média, mediana e moda. Media: é a soma de todos os valores de um grupo divididos pelo numero de elementos do mesmo. Mediana: é definida como o número que se encontra no centro de uma série de números quando as medidas são organizadas em ordem ascendente ou descendente. Moda: o valor que ocorre com maior frequência em uma série de valores.
  2. Medida de dispersão à maior ou menor diversificação dos valores de uma variável em torno de um valor de tendência central e podem as medidas de amplitude, desvio médio, variância e o desvio padrão. Amplitude: é a diferença entre o maior e o menor valor observado em um conjunto. O Desvio Médio Simples é uma medida da dispersão dos dados em relação à média de uma sequência, o “afastamento” em relação a essa média.  Variância: é a média aproximada das diferenças ao quadrado entre cada uma das observações e a média aritmética. O desvio padrão define-se como a raiz quadrada da variância.
  3. Técnica de amostragem probalística quando cada elemento da população tem uma probabilidade conhecida e igual de ser selecionado. As técnicas de amostragem são caminhos que irão diferenciar quais os elementos que irão compor a amostra para melhor derivar uma conclusão lógica do que se deseja avaliar. A grande vantagem deste método é que os resultados obtidos na pesquisa podem ser projetados para a população total. Os tipos são amostragem: aleatória simples, estratificada, sistemática, conglomerado. Amostragem aleatória simples: é a maneira mais fácil para selecionarmos uma amostra probabilística de uma população, composta por elementos retirados ao acaso da população. Então todo elemento da população deve ter igual probabilidade de ser escolhido para a amostra. A amostragem aleatória estratificada deve ser realizada quando a população for constituída por diferentes estratos. Muitas vezes uma população é composta de subpopulações (ou estratos) bem definidos. A amostra estratificada deverá ser composta por elementos provenientes de todos os estratos. Na amostra sistemática, os elementos já estão ordenados, então a escolha dos elementos que farão parte da amostra deve ser feita por um sistema feito pelo pesquisador. Amostragem conglomerado: Um grupo de unidades elementares da população, idealmente com a mesma variabilidade da população e serve para simplificar o processo de sondagem quando a área desejada é muito grande.
  1. Números-Índices são medidas estatísticas usadas por administradores, economistas, engenheiros para comparar grupos de variáveis que se relacionam entre si e assim obter um quadro simples das mudanças significativas em áreas relacionadas como preços de matérias-primas, preços de produtos acabados, etc. Mediante o emprego de números-índices é possível estabelecer comparações entre: variações ocorridas ao longo do tempo, diferenças entre lugares, diferenças entre categorias, tais como produtos,pessoas,organizações
  2. Deflação de dados entende-se o processo inverso à inflação. Há uma queda do nível de preços dos bens e serviços e o valor do dinheiro é aumentado, onde vamos ter a maior oferta com menor demanda. É um processo normalmente verificado em períodos de recessão econômica. Pode desencadear uma série de problemas como: Estagnações, recessões, crises, concorrências, entre outro.

  1. ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE.

Valores correspondem ao que é importante para a organização e devem ser considerados guias para o comportamento no dia-a-dia. A responsabilidade do administrador é divulgá-los e encontrar mecanismos eficientes para internalizar os valores junto à equipe. Devem estar relacionados a visão e a missão da organização, são importante pois geram sentimento de sucesso pessoal, criam comprometimento e aumentam a autoconfiança.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.1 Kb)   pdf (138.8 Kb)   docx (30.7 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com