TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Arte da Guerra

Por:   •  2/8/2022  •  Resenha  •  614 Palavras (3 Páginas)  •  20 Visualizações

Página 1 de 3

Nome da matéria: Administração

24 de Novembro de 2020

Resenha do livro A Arte da Guerra

“A arte da guerra” é uma obra milenar que foi escrita durante o século IV a.C pelo filósofo, general e estrategista chinês Sun Tzu. A sua origem veio à tona de tal maneira que revolucionou a maneira de guerrear e influencia estrategistas das áreas mais diversas até os dias de hoje. Antes de Sun Tzu realizar os estudos que chegaram a concepção da obra, o ato de entrar em guerra era considerado um ritual, estações do ano eram levadas em conta, existiam códigos de conduta e videntes eram comumente consultados para a realização do posicionamento militar dos exércitos em seus presságios. Assim, os resultados da guerra na época não se diferenciavam de dois resultados finais; ou o vilarejo atacado era dominado, ou o exército que atacava era obrigado a recuar de sua ofensiva. Com o passar dos anos, estratégias de guerra mostraram-se necessárias. Novos modelos de armas foram surgindo e as guerras agora eram preparadas e pensadas.

Trazendo diversas análises estratégicas, esse livro pode ser aplicado tanto na vida pessoal, quanto na profissional, por isso ele é vastamente indicado para quem busca melhorar suas capacidades e aplicá-las em seu dia a dia. Seja em uma entrevista de emprego, gestão de um negócio próprio, gerenciamento de equipes, ou para enfrentar o ambiente corporativo competitivo. As ideias principais do livro contida em seus 13 capítulos, são concisas, diretas e objetivas e fornecem dicas valiosas para qualquer exército sair vitorioso em uma batalha.

A importância do conhecimento e do planejamento, o conhecimento sobre o ambiente e o terreno que estamos inseridos, a gestão de conflitos, as aplicações práticas de estratégia (aplicando os conceitos no dia a dia) sãos os principais temas abordados no livro.

Segundo o autor, quem guia o exército precisa de virtudes que contribuirão para o sucesso da batalha, para isso são citadas as qualidades; soberania, sinceridade, sabedoria, benevolência, coragem e rigor. Com relação ao tema do conhecimento e planejamento, o método e a disciplina são palavras chaves. Nas palavras do autor, o exército precisa ser bem organizado para alcançar seus objetivos, sendo subdividido corretamente e tendo suas necessidades atendidas.

Ir a guerra é sinônimo de gastos. Ter o controle ao andamento das batalhas para não torná-las longas e prejudicantes (visando sempre acabá-la de forma rápida e objetiva), como também controlar as despesas para não haver problemas econômicos decorrentes das batalhas, são alguns pontos importantes abordados na obra. De acordo com Sun Tzu, o melhor líder é o que domina seu adversário sem batalhar.

Os pontos fortes e fracos dos exércitos também são levados em conta pela obra. Ambos os exércitos tem pontos fracos e fortes e devem saber como maximizar seus pontos fortes e minimizar os seus pontos fracos. É fundamental que o general conheça a área de atuação, elaborando táticas que permitam o destaque dos pontos positivos e a proteção dos pontos negativos. A busca por informações privilegiadas figura-se como ponto importante na visão do militar, para adquirir vantagens competitivas nos conflitos.

Em suma, as estratégias milenares contida no livro

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.9 Kb)   pdf (40.5 Kb)   docx (8.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com