TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TEORIA DA ADM. CIENTÍFICA (TAYLOR) X TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS (ELTON MAYO).

Por:   •  6/2/2016  •  Artigo  •  1.595 Palavras (7 Páginas)  •  382 Visualizações

Página 1 de 7

TEORIA DA ADM. CIENTÍFICA (TAYLOR) X TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS (ELTON MAYO).

Teoria da Administração Cientifica

O engenheiro Frederick Winlsow Taylor (1856-1915), o fundador da Administração Cientifica, nasceu em Germantown, subúrbio da Filadélfia, Estado da Pensilvânia nos Estados Unidos. Veio de uma família de princípios rígidos e forte devoção ao trabalho.

Frederick Winlsow Taylor foi o iniciador da eficiência industrial, sendo chamado, com inteira Justiça, o “O Pai da Organização Cientifica do Trabalho”. Contribui de forma eficaz para o desenvolvimento industrial do século XX.

Taylor acreditava que estudando técnicas sistemáticas de trabalho e oferecendo treinamento aos trabalhadores, conseguiria produzir mais com menores custos e melhor qualidade. Taylor iniciou um estudo buscando um equilíbrio entre patrão e empregado, ou seja, alta produtividade e custos baixos com salários melhores.

Esse estudo teve inicio por baixo no chão de fabrica, onde Taylor começou analisando as tarefas e os movimentos executados onde empregados aprendiam uns verificando os outros. Ele percebeu que isso levava a diferentes formas de execução de uma mesma tarefa, com isso exagerada perca de tempo e o processo era comprometido. Nasceu então a Organização Racional do Trabalho (ORT).

A Organização Racional do Trabalho visava à eliminação dos movimentos inúteis, fazendo com que os trabalhadores executassem suas tarefas de formas mais simples e rápidas, estabelecendo um tempo médio, a fim de que as atividades fossem feitas em um tempo menor e com qualidade, aumentando a produção de forma mais eficiente. Fundamentos da ORT:

• No estudo dos tempos e movimentos executados pelos operários onde o principio seria o treinamento e a distribuição uniforme do trabalho.

• Na eliminação dos movimentos inúteis e de forma a se executar uma tarefa de maneira mais econômica no ponto de vista fisiológico.

• Na superespecialização do operário em uma única e simples tarefa. Tivemos a partir da um trabalho padronizado que deu inicio as linhas de produção.

• Desenhos de Cargos e Tarefas que descreveu a forma automatizada em que os operários deveriam trabalhar. Com rotinas simples os empregados aprendiam mais rápidos as tarefas facilitando ainda o acompanhamento visual da supervisão.

• Na Remuneração por Produção. O operário que produz pouco ganha pouco, mais o que produz muito ganha mais. O estimulo salarial fez com que se alcançassem metas produtivas. Assim reduzindo os custos produtivos.

• Homem Econômico conceito que descrevia o trabalhador como um ser motivado apenas pelo ganho do salarial que o trabalho propiciava.

• Pela adequação dos instrumentos de trabalho, arranjos físicos das maquinas, ambiente físico de trabalho e como auxilio de instrumentos especiais que reduziam os movimentos inúteis. Isso levou crer que a eficiência dos trabalhos também dependia das condições de trabalho.

• Chegada a hora de padronizar não só o operador com seu tempo e movimento mais também todo o aparato como maquinas, ferramentas e instrumentos de trabalho, matérias primas e componentes, na intenção de reduzir a diversidade ou a falta de patrão durante a produção, eliminando o desperdício.

• Supervisão especializada. Taylor implantou um modelo de supervisão em que um operário tinha mais que um supervisor, com isso eliminava se o conceito de centralização de poderes e cada supervisor eram especializados em uma determinada área.

Taylor foi um home que se identificou com o estudo, e para demonstrar que estes estudos tinham fundamentos, definiu princípios científicos para a administração das empresas. Tinha por foco solucionar os problemas que resultam das relações entre os operários, como os resultados modificam-se as relações humanas dentro das empresas, para ele o bom operário não discutia as ordens ou as instruções simplesmente fazia o que era dito. Ele elaborou quatros princípios fundamental para a Administração Cientifica:

• Principio de planejamento – substituição de métodos empíricos por procedimentos científicos, o trabalho deve ser planejado e testado, seus movimentos decompostos a fim de reduzir e racionalizar sua execução.

• Principio de preparos dos trabalhadores – selecionar os operários de acordo com suas aptidões e então prepara-los e treina-los para produzirem mais e melhor, de acordo com o método planejado pra que atinjam a meta estabelecida.

• Principio de controle – controlar o desenvolvimento do trabalho para se certificar de que esta sendo realizados de acordo com a metodologia estabelecida

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.1 Kb)   pdf (90.2 Kb)   docx (13.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com