TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PROJETO INTERDISCIPLINAR APLICADO À TECNOLOGIA EM RECURSOS HUMANOS

Por:   •  18/4/2015  •  Trabalho acadêmico  •  2.087 Palavras (9 Páginas)  •  262 Visualizações

Página 1 de 9

[pic 1]

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

POLO DE (INSERIR)

CURSO DE TECNOLOGIA RECURSOS HUMANOS

NOME DOS ACADÊMICOS (A) E RA

PROJETO INTERDISCIPLINAR APLICADO À TECNOLOGIA EM RECURSOS HUMANOS

TUTORA Ead GLEICE FRANCISCA LEAL

CIDADE / ESTADO

2014

SUMÁRIO(prointer)

RESUMO

1. INTRODUÇÃO.................................................................................................... 01      

2. CORPO DO ENSAIO...........................................................................................02

2.1. RELAÇÕES ENTRE EMPREENDEDOR E EMPREENDIMENTO.......02

2.2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ...................................................................

O PROCESSO EMPREENDEDOR ........................................................................

IDENTIFICANDO OPORTUNIDADES ...............................................................

3. ÉTICA EMPRESARIAL E CULTURA CORPORATIVA ............................

FALTA DE ÉTICA GERA GRANDES PREJUÍZOS .........................................

EMPREGABILIDADE: CENÁRIO ATUAL .......................................................

CARREIRA: TRAÇANDO UM CAMINHO PROFISSIONAL.........................

CONCLUSÃO...........................................................................................................                                                 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...................................................................

RESUMO

Esta atividade apresenta esclarecimentos a respeito do plano de negócio de uma empresa de prestação de Serviços de Limpeza e Conservação: “O CANTINHO DA LIMPEZA” e também falar de motivos que podem levar uma pessoa a criar o seu próprio negócio.

Algumas pessoas sonham em ter o seu próprio negócio movido pela ambição de ganhar muito dinheiro e ser independentes, umas são profissionais que deixaram seus empregos para se tornarem empresários. Outras pessoas são levadas a abrir o seu próprio negócio por motivos que, são alheios às suas vontades, como aqueles que, herdaram algum negócio da família.
Na verdade ser um empreendedor, ser o próprio patrão implica estar sujeito a constantes mudanças, ter consciência de suas responsabilidades e aceitar
imposições da sociedade, dos órgãos do governo e até dos próprios empregados.

 Ao falar de empreendedorismo ou de oportunidades empreendedoras não podem ser esquecidas algumas exigências que são fundamentais para que um indivíduo seja capaz de reconhecer uma oportunidade: o conhecimento prévio sobre determinada área que lhe permite compreender melhor todos os aspectos relacionados com essa mesma área, e as suas aptidões intelectuais que estão diretamente relacionadas com a capacidade para avaliar essas oportunidades..

Após algumas pesquisas foi possível constatar que a população da cidade de Ceres busca por contratar prestação de serviços de limpeza, pois com todas as dificuldades legais de ter acesso a trabalhadores domésticos é mais viável recorrer a empresas prestadoras de tais serviços, não só em casa como também nas firmas.

Com o pensamento e a necessidade de aumentarmos a nossa renda decidimos por criar uma empresa na área de prestação de serviços de limpeza. “O CANTINHO DA LIMPEZA” que é um tipo de atividade necessária no dia-a-dia das pessoas e firmas de nossa região é ao mesmo tempo um tipo de negócio que se mostra ser de boa aceitação no mercado e considerado lucrativo.

Apresentaremos uma visão geral da informação utilizada por nossa empresa, e sua importância no mercado de prestação de serviços. Abordando as oportunidades para se investir em um bom negócio no ramo de serviço de limpeza e conservação. Procurando sistematizar informações com finalidade de encontrar uma decisão de investimento viável, com Visão de Longo Prazo, sabendo aonde quer chegar, conhecendo nossas forças e nossas franquezas, sobretudo buscando atingir um objetivo, definindo metas e sempre focando em alcançá-la. E Com a certeza de que a  nossa empresa contribuirá para o desenvolvimento econômico e social, pois temos a pretensão de oferecer empregos e gerar renda para a região, tornando-se então um meio de apoio à comunidade local.                                                      

1. INTRODUÇÃO

        

O objetivo do presente trabalho é abordar a influência das pessoas (colaboradores) na criação de empresa, suas ações empresariais, o ambiente organizacional, seleção e integração dessas pessoas, treinamento e avaliação de desempenho no que diz respeito aos negócios.

Atualmente o mundo dos negócios se acha em uma conjuntura econômico e social de aceleradas transformações exigindo das organizações que desenvolvam cada vez mais, de modo que possam permanecer no mercado com confiabilidade, durabilidade e competitividade, tocando ao empreendedor a incumbência de ter habilidades e competências de criar estratégias para fortalecimento e crescimento no mercado, procurando envolver toda a equipe de colaboradores a trabalharem de maneira participativa e comprometida resultando assim em uma empresa que deve estar atenta, a essas transformações permanentes e que consegue estabelecer novos padrões de prestação de serviços aos seus clientes buscando a satisfação dos mesmos.???????????????????????????????????????????

                        

01

                

2. CORPO DO ENSAIO

2.1. Relações entre empreendedor e empreendimento

  • Muitos profissionais gostariam muito de ter seu próprio negócio, e por meio de um empreendimento ser um empreendedor bem sucedido. No entanto, eles são invadidos pelo MEDO, uma inquietação que muitas vezes os impede de avançar.

Em se tratando dos negócios, o medo está sempre presente, e ele é benéfico, desde que não paralise o empreendedor. Ele permite uma visão de nossos limites bem como calcular o tamanho dos riscos envolvidos em qualquer ação.

Qualquer tipo de empreendimento é considerado risco e arriscar às vezes dá medo, porém o medo saudável pode ser uma boa arma para o sucesso de qualquer pessoa. No entanto usar o medo no próprio favor pode ser um caminho para vencer no mundo dos negócios. Segundo uma oportuna frase de Zig Ziglar – “Você nasceu para vencer, mas para ser um vencedor você precisa planejar para vencer, se preparar para vencer, e esperar vencer.”

  • Espera-se que o futuro projeto possa promover a elevação profissional e consequentemente proporcionar a independência financeira, bem como estimular o empreendedor a alcançar os seus objetivos que é oferecer serviço de qualidade para ser visto com bons olhos como profissional competente e ter retorno de modo que sejam satisfeitos os seus anseios pessoais.
  • A ética profissional é um conjunto de atitudes e valores positivos no ambiente empresarial e que acarretam grandes benefícios dentro dela. Dessa forma é óbvio que sem a observância de princípios éticos não há possibilidade de um empreendimento se bem sucedido.  
    Hoje, mais do nunca, ser ético é questão de sobrevivência para pessoas e organizações, pois as transformações acontecem com velocidade se fazendo necessários valores internalizados para que haja alinhamentos sempre que as decisões exigirem rapidez.

As relações humanas também são fundamentais para o sucesso de qualquer iniciativa ou empresa, pois o sucesso organizacional depende da capacitação e investimento em seus colaboradores tratando-os como parceiros, dessa maneira, satisfazendo as necessidades e trazendo benefícios para ambas as partes, assim, buscando compreender, aceitar opiniões e auxiliar pessoas.

02

2.2. Fundamentação teórica

  • O Processo Empreendedor

Para Drucker (1974) empreendedorismo é: prática; visão de mercado; evolução, e diz ainda que:

o trabalho específico do empreendedorismo numa empresa de negócios é fazer os negócios de hoje serem capazes de fazer o futuro, transformando-se em um negócio diferente” [...]Empreendedorismo não é nem ciência, nem arte. É uma prática.(DRUKER, 1974:p25 ).

Empreendedor é o indivíduo que apresenta determinadas habilidades e competência para criar, abrir e gerir um negócio, alcançando resultados positivos. Um empreendedor apresenta características comuns de capacidade de liderança, criatividade, responsabilidade, entusiasmo na área em que atua, tem visão de futuro, persistência, coragem para assumir riscos, Não desiste ao encontrar qualquer obstáculo, tem facilidade de expressão, entre outras.

  • Identificando Oportunidades

Para que um empreendedor seja bem sucedido é necessário que inicialmente identifique as oportunidades, segurar e encontrar meios para fazer com que o negócio se torne lucrativo.
Identificar uma oportunidade é o primeiro passo para uma pessoa que quer se tornar um em¬preendedor, para tanto ela tem que saber diferenciar oportunidade de idéia. Segundo o Dicionário Aurélio “oportunidade é ocasião, ensejo, lance, circunstância adequada ou favorável, conveniência”. Por sua vez, idéia “é a representação mental de uma coisa con¬creta ou abstrata, elaboração intelectual, concepção” (FERREIRA, 1999). A oportunidade para o empre¬endedor é a concepção da idéia, a idéia por si só não produz se não tiver a ocasião para pô-la em prática. Segundo Timmons (1994 apud DOLABELA, 1999):

uma idéia não passa de um instrumento na mão de um empreendedor. Da mesma forma como um pincel pode gerar uma obra-prima ou medíocre, dependendo das mãos que o utilizam, uma idéia depende de um bom empreendedor para se transformar em um negócio de sucesso”.

Os empreendedores ficam imersos na criação dos novos negócios, passam horas pensando, planejando, estudando o ambiente para à partir de toda análise poder começar o negócio. O processo de identificação de oportunidades começa nesse estudo, é ele que irá mostrar qual o ambiente que a nova empresa irá focar. 

                

03

  • 3. Ética Empresarial e Cultura Corporativa

Para o conjunto de atitudes e valores concentrados dentro do espaço corporativo é dado o nome de ética, dessa forma, a ética é essencial para o rumo das atividades de uma empresa bem como, para o bom relacionamento entre os colaboradores dela. Ser ético é uma questão de caráter, ser um  colaborador  ético se tornou indispensável para sobrevivência no mundo corporativo

  • Falta de Ética Gera Grandes Prejuízos

Atualmente as empresas estão tendo a noção do perigo que a falta de ética  representa para os  negócios. Tanto é que a maioria delas costuma sondar com ex-patrões o comportamento ético do profissional com o qual pretende firmar contrato. Uma vez que é prudente lembrar que atitudes mal intencionadas de colaboradores no ambiente corporativo podem trazer prejuízos tanto para a carreira desses profissionais quanto para a empresa como um todo. 

Um empreendedor  habilidoso deve propagar a ética, sendo um exemplo de ética e de bons costumes para seus colaboradores dentro de sua empresa.

  • Empregabilidade: Cenário Atual

O termo empregabilidade, segundo Almeida (2006) baseia-se na recente nomenclatura dada à capacidade de adequação do profissional ao mercado de trabalho. Quanto mais adaptado o profissional, maior sua empregabilidade. Almeida (2006, p. 112) cita um trecho do artigo de Nancy Malschitzky.

De acordo com a realidade do cenário atual a empregabilidade relaciona-se com todo e qualquer profissional. Porém para ser inserido no mercado de trabalho é importante que o profissional tenha consciência de suas verdadeiras competências e habilidades. Portanto, não basta ser possuidor de um diploma, a empregabilidade vem nos posicionar em relação às mudanças do profissional nas diversas áreas de atuação, permitindo que este seja inserido no contexto das organizações atuais e competitivas.  Diante disso, a empregabilidade

  • Carreira: Traçando um caminho Profissional 

A programação de carreira não garante sucesso automático para a empresa, exige muito empenho tanto do profissional quanto da empresa. Sem a programação os colaboradores sentem mais dificuldades para assumir as responsabilidades que surgem na organização.

Uma carreira bem sucedida deve ser bem administrada através de um planejamento cuidadoso, para avaliar a capacidade de adaptação, a maturidade e o desempenho do profissional.
A elevação de colaboradores capazes e motivados é uma evidente combinação do trabalho profissional com a disposição da empresa em investir no capital humano. Com o planejamento de carreira, a organização abre caminho aos colaboradores mais qualificados em direção ao topo. Portanto, o colaborador sabe até que posição pode chegar na empresa, só depende do seu esforço, de buscar mais conhecimentos e aperfeiçoar suas habilidades e assim ter uma carreira profissional bem sucedida.

CONCLUSÃO

........................................................        

                

                                        

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

        

PESQUISA no PLT – Disciplinas:Empreendedorismo, Ética na Gestão Empresarial e Desenvolvimento Pessoal e Profissional

ALMEIDA, Marcus Garcia de. Pedagogia empresarial: Saberes, Práticas e Referências. Rio de Janeiro: Brasport, 2006. 
CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: O novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999. 
MINARELLI, José Augusto. Empregabilidade: o caminho das pedras. 17 ed. São Paulo: Gente, 1995.

http://www.papodeempreendedor.com.br/

http://www.negocioestetica.com.br/tag/negocios-em-estetica/                

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14 Kb)   pdf (230.7 Kb)   docx (110.7 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com