TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

História da arquitetura de São luis do maranhão

Por:   •  8/3/2017  •  Trabalho acadêmico  •  756 Palavras (4 Páginas)  •  1.003 Visualizações

Página 1 de 4

São Luís, MA

Antigamente chamada de Upaon-açu pelos índios tupinambás, a ilha foi o lugar escolhido para ser base da nova colônia francesa, agora denominada frança Equinocial. Porém em 1615 a Espanha e Portugal expulsaram os franceses e dominaram a região. O núcleo urbano foi resultado da administração luso-espanhola, que foi construída com base num traçado ortogonal orientado pelos pontos cardeais, orientado pelas Leis da Índia, o sítio ocupava cerca de dez ruas.

Em 1641 os holandeses assaltaram São Luís e conseguiram ficar no comando até 1644, essa dominação foi muito importante para a cidade já que nesse período foi feito importantes documentos cartográficos que beneficiaram a pesquisa histórica. Em 1750 São Luís perde a condição de capital do estado para sua rival Belém do Pará. No entanto fatores como a introdução da escravidão dos negros significou um valioso impulso na economia.

A Guerra de Independência nos EUA (1763-1776) e as revoltas nas colônias francesas no Caribe favoreciam a exportação do algodão, do arroz, e de outros produtos regionais. São Luís e Alcântara tornam-se os principais portos de escoamento da produção maranhense. A melhoria da economia aliado ao crescimento da população gera um aumento da malha urbana.

Nesse período ocorreu uma grande transformação nas edificações, nota-se um vasto conjunto arquitetônico de tradição colonial portuguesa, em que a arquitetura civil assume grande relevância na paisagem urbana.Despretensiosa algumas são meia moradas, outras moradas inteiras; umas,térreas ; assobradadas,outras; não raro, são casas com mirante que sobrelevam os telhados. Em São Luís as igrejas e os prédios oficiais aparecem em segundo plano, as edificações de grande relevância são as arquiteturas residenciais.

Ao longo do século XIX a produção algodoeira principal fonte de divisas, estimulou a implantação de industrias têxteis no estado, que produziriam tecidos de alta qualidade. Nas primeiras décadas do século XIX viajantes estrangeiros apontam São Luís, novamente capital, como sendo a quarta entre as cidades brasileiras com edificações bem construídas. De 1808 a 1856 o número de habitantes praticamente duplicou, passou de 1553 para 2764 casas.

Em meados do século XIX a utilização de azulejos como revestimento difunde-se rapidamente por causa de estreitas relações comerciais com a Europa. Essa nova roupagem tornou-se marca da cidade, a partir de então São Luís fica conhecida como cidade dos azulejos.

De 1950 a 1985 ocorreu uma ocupação desordenada do solo, resultante do crescimento populacional e agravado pelos sucessivos surtos migratórios do interior para a capital, modificando então seu crescimento tradicional em direção à faixa litorânea.

As conseqüências desse processo foram o asfaltamento das ruas de paralelepípedo, diminuição da largura

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.8 Kb)   pdf (46.7 Kb)   docx (12.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com