TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha sobre os capítulos 6 e 8 do livro “América Latina, Fim de Milênio: raízes e perspectivas de sua arquitetura”, do autor Roberto Segre.

Por:   •  25/10/2017  •  Resenha  •  830 Palavras (4 Páginas)  •  279 Visualizações

Página 1 de 4

Resenha 01

Resenha sobre os capítulos 6 e 8 do livro “América Latina, Fim de Milênio: raízes e perspectivas de sua arquitetura”, do autor Roberto Segre.

A incorporação do modernismo na América Latina foi facilitado, principalmente, devido às diversas mudanças ocorridas na região naquela época, em meados da década de 20. Neste momento, se iniciou o que os historiadores chamam de “etapa da sociedade de massas”, marcada pelo estabelecimento das classes médias urbanas, início do surgimento do proletariado (classe operária) e perturbação da autoridade político-econômica acondicionada às oligarquias. Existiram diversos conflitos políticos e sociais marcados por este período histórico, muitos dos quais, não desfrutavam de conformidade, por exemplo, enquanto no México a defesa dos direitos sociais estava em alta, o resto da América Latina era governado por ditaduras.

O movimento se desenvolveu baseado em alguns fatores principais, que trataram da influência da classe artística regional (que mantiveram contato com correspondentes europeus), imigração de profissionais modernistas europeus (devido às perseguições ocorridas durante a Primeira Guerra Mundial), adoção do movimento pela classe média (que disponibilizava de mais recursos), financiamento estatal aos projetos que buscavam a melhoria das obras sociais, rápida apropriação das técnicas de engenharia e dos recursos utilizados pelo movimento moderno, acolhimento das características estéticas resultantes do modernismo, e corroboração de classes contrapostas (além da burguesia, atraiu os olhares de ordens populares).

Os arquitetos latino-americanos, foram de suma importância para o discernimento do movimento modernista, o qual ocasionou novamente a diferenciação das classes, onde quanto mais alto o nível econômico dos clientes mais original ficava o projeto. No geral, nas habitações, os profissionais conseguiram realizar inovações, conceituar o movimento, até mesmo a baixa classe, mesmo sendo mais simples, puderam trazer melhorias criativas, beneficiando a vida deles.

Na época eram escassos os projetos de grande escala, públicos, e neste tempo de carência os arquitetos aproveitaram para se aprimorar e estudar, principalmente se embasando em arquitetos de renome do movimento, como Le Corbusier, Mies Van Der Rohe e Frank Lloyd Wright. Eles utilizavam conceituações como: uso de concreto armado e vidro, leveza estrutural, caixa nítida, espaços abertos, interligação com a natureza e o entorno, busca pelo racionalismo, estruturas expostas, pátios internos, jogo de volumes, etc.

Casa Marbrisa, de  John Lautner.

John Lautner (Marquette, Michigan, 1911 - Los Angeles, California, 1994) é de origem austríaca e irlandesa, teve família diretamente ligada às artes e a filosofia. Em 1929 iniciou estudos relacionados à história da arte e da arquitetura, filosofia, ética, literatura, desenho, e entre outros, na faculdade liderada pelo pai, John Edward Lautner. Em 1933 Lautner teve contato com a biografia de Frank Lloyd Wright e desenvolveu grande interesse pelo arquiteto, vindo a trabalhar, mais tarde, em seus escritórios, em Wisconsin e no Arizona.

O arquiteto não experienciou grande interesse pelo desenho técnico, mas sim pelo trabalho manual (como carpintaria, encanamento, agricultura, etc.) que, segundo ele, trata da verdadeira forma de aprender.

Em 1938, John estabeleceu seu próprio escritório, na cidade de Los Angeles, mas continuou trabalhando em conjunto com a irmandade de Wright em vários projetos nos arredores de Los Angeles.

Seu primeiro projeto significativo foi a Casa Lautner (1939), que foi assunto de artigos de revistas e ajudou a estabelecer o início de sua trajetória solo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)   pdf (510.8 Kb)   docx (896.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com