TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Contabilidade Matriz

Por:   •  10/6/2018  •  Trabalho acadêmico  •  1.300 Palavras (6 Páginas)  •  46 Visualizações

Página 1 de 6

Matriz de atividade individual

Disciplina: Contabilidade Financeira

Módulo:      Módulo 4

Aluno:  Natalia Bulhões de Araujo

Turma: MBA_CFINEAD-24_26032018_1

Tarefa: Atividade Individual

Introdução

       As demonstrações contáveis são de grande importância para a tomada de decisão e analise do   desempenho de uma empresa. De acordo com Marion, as demonstrações “são uma exposição resumida e ordenada de dados colhidos pela contabilidade” (MARION, 2007, p.39).

Estas demonstrações têm como objetivo relatar a agentes internos e externos informações relativas aos fatos ocorridos em um determinado período.

Existes inúmeras demonstrações contábeis, as mais utilizadas são:

– Um Balanço do Patrimonial;
– Relatório de apuração dos lucros e/ou prejuízos acumulados;
– Demonstração do Resultado do Exercício;
– Demonstração do Fluxo de Caixa;
– Demonstração do Valor Adicionado;
– Demonstração do valor correspondente à mutação do patrimônio líquido da empresa;
– Notas Explicativas;

Este trabalho em específico tem como objetivo apresentar demonstração do resultado do exercício (DRE) através da análise de uma empresa industrial.Desta forma pretende-se com o estudo:

   I - Fazer uma revisão de bibliografia;

II -Estudo de caso:

  • Calculando o custo através do relatório de custeio;
  • Montando a DRE;
  • Calculando de índices- lucro bruto, lucro antes do IR, mark-up e margem operacional;

Desenvolvimento

  1. Revisão bibliográfica

 

I.I Demonstração do resultado do exercício (DRE):

Este demonstrativo apresenta os resultados operacionais de uma empresa em um determinado período. De acordo com Iudícibus (2002, p.198), a Demonstração de Resultado do Exercício, “compara receitas com despesas do período, reconhecidas e apropriadas”.

Para Marion (2007, p.112), é através da DRE que “observamos o grande indicador global de eficiência: o retorno resultante do investimento dos donos da empresa (lucro ou prejuízo)”.

De acordo com Gonçalves (1996, p.315) “A Demonstração do Resultado do Exercício apresenta, de forma resumida, as operações realizadas pela empresa, durante o exercício social, demonstrada de forma a destacar o resultado líquido do período”.

Desta forma a DRE auxilia a verificar a saúde financeira de uma empresa, mostrando qual lucro (ou prejuízo) a empresa terá se realizar seu plano. Vale destacar ainda que a DRE segue o regime de competência, na qual receitas e as despesas devem ser incluídas na operação do resultado no período em que ocorreram, independente de recebimento ou pagamento.  

Uma DRE, portanto, vai evidenciar os indicadores de receitas, despesas, investimentos, custos e provisões apurados, evidenciando a formação do resultado líquido da empresa na ocasião.  

       

       Estrutura base de uma DRE:

       Para Iudícibus (2004, p.194) “A Demonstração do Resultado do Exercício é um resumo ordenado das receitas e despesas da empresa em determinado período. É apresentada de forma dedutiva (vertical), ou seja, das receitas subtraem-se as despesas e em seguida, indica-se o resultado (lucro ou prejuízo)”.

[pic 2]

       

       Receita bruta: é a quantidade total de vendas de mercadorias ou de serviços prestados por uma    empresa, ou seja, é o faturamento da empresa. Indica se os esforços de vendas estão dando resultado, além de ajudar em análise de Market share, sazonalidades de mercado...  

   

        Receita líquida: resultado da Receita Bruta menos suas devoluções, impostos destacados na nota fiscal, IPI -ICMS- ISS, abatimentos e devoluções de vendas. Com ela tem-se uma ideia mais próxima do que de fato fica de caixa para a empresa.

       Custos das vendas: será tratado em detalhes abaixo.

       Despesas Operacionais: no geral, são despesas que não estão ligadas a produção do produto, com despesas relacionados à atividade da administração de uma empresa e ao setor de vendas.

       Despesas Financeiras: no geral, é a remunerações aos capitais de terceiros, os quais financiam as atividades da empresa, exemplo: juros sobre empréstimos.

       Outras receitas e despesas: ocorre em eventos isolados e não ligado a atividade fim da empresa. Por exemplo, a venda de um ativo importante da empresa.

I.II Relatório de custeio (“custos da venda”):

Custo: São gastos necessários na obtenção de bens ou serviços que estão ligados ao processo produtivo ou execução de um serviço. O custo só afetará o resultado na proporção dos produtos vendidos.

Determinar corretamente o custo um produto ou serviço é fundamental para o sucesso competitivo da empresa.

Para este trabalho iremos usar a estrutura de custeio abaixo no qual:

[pic 3]

Custo de produção: cálculo do custo que envolvem a produção de um produto em uma empresa. Estes custos devem ser acumulados, contabilmente, e atribuídos aos produtos fabricados, de forma a apurar o custo unitário de cada item. Este possui três componentes:

Matéria prima - soma dos custos dos materiais aplicados diretamente na produção.

Mão de obra direta - soma dos custos dos empregados que trabalham diretamente ligados na produção.

Custos indiretos de fabricação - todos os outros custos que não podem ser economicamente identificados com as unidades produzidas, exemplo: água, luz, depreciação das máquinas...

Custo dos produtos acabados: somatória de todos os custos para fabricar um produto. Valor dos produtos em processo (inicial menos final) agregamos o cálculo dos custos de produção apresentados acima.

Custo dos produtos vendidos: nada mais é que a soma de todos os custos incorridos na fabricação dos produtos vendidos em um determinado período.

 

Valor estocado: seria o total de valor de produtos acabados menos produtos vendidos, isto é, o que sobrou no estoque da empresa  

I.III Índices:

Lucro Bruto: é um indicador que mostra a saúde financeira de uma empresa. Este valor é muito importante para auxiliar na composição do preço de venda. O seu cáculo é feito da seguinte maneira:

Lucro bruto = receita total – custos variáveis

Lucro antes do IR:  este é o índice que mostra se a empresa tem lucro ou prejuízo. O seu cálculo é feito da seguinte maneira:

Lucro líquido = lucro bruto – despesas operacionais/financeiras

Mark-UP:  é um índice aplicado sobre o custo de um produto e/ou serviço para a formação do preço de venda. Ou seja, consiste em somar ao custo do produto uma margem para obter o lucro desejado. O seu cálculo é feito da seguinte maneira:

Margem operacional:  

II -Estudo de caso:

  II.I - Empresa analisada:

   

  A empresa industrial possui os seguintes dados referentes ao mês de março de 2017:

[pic 4]

O importante e chave para o estudo é conseguir segregar cada valor nos grupos corretos dentro da DRE e Custeio, como será mostrado nos pontos a seguir.

       II.II – Relatório de Custeio:

Partindo dos valores apresentados no caso temos como parte de custo os itens demonstrados abaixo:

[pic 5]

       

       II.III – DRE:

      Partindo dos valores apresentados no caso temos a seguinte composição para a empresa

[pic 6]

       O custo das vendas foi tirado do cálculo feito no relatório de custeio

II.III – Indices:

Considerações finais

Referências bibliográficas

MARION, José Carlos. Contabilidade Empresarial, 13 ed. São Paulo: Atlas 2007, 502 p.

IUDÍCIBUS, Sérgio. Contabilidade Gerencial. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2006. 332 p.

IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARION, José Carlos, Contabilidade Comercial. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2004.

GONÇALVES, Eugênio Celso; BAPTISTA, Antônio Eustáquio, Escrituração. In_ Contabilidade Geral. 3ª Ed. São Paulo: Atlas, 1996.

Demonstrações contábeis. Disponível em: . Data de acesso: 20 de abril de 2018

Custo, gastos e despesas. Disponível em: . Data de acesso: 30 de abril de 2018

CPV. Disponível em: . Data de acesso: 30 de abril de 2018

DRE. Disponível em: < https://www.nibo.com.br/blog/o-que-e-para-que-serve-e-como-fazer-uma-dre/>. Data de acesso: 30 de abril de 2018

Receita Bruta e Líquida . Disponível em: < https://www.treasy.com.br/blog/receita-bruta-receita-liquida/>. Data de acesso: 30 de abril de 2018

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.6 Kb)   pdf (945.3 Kb)   docx (2 Mb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com