TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATIVIDADES DA MATÉRIA HOMEM, SOCIEDADE E CULTURA

Por:   •  1/9/2016  •  Projeto de pesquisa  •  578 Palavras (3 Páginas)  •  387 Visualizações

Página 1 de 3

CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA

CURSO SUPERIOR CIÊNCIAS CONTÁBEIS

2° SEMESTRE

ATIVIDADES DA MATÉRIA HOMEM, SOCIEDADE E CULTURA

São Paulo

2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA

CURSO SUPERIOR CIÊNCIAS CONTÁBEIS

1° SEMESTRE

ATIVIDADES DA MATÉRIA HOMEM, SOCIEDADE E CULTURA

Trabalho da matéria Homem, Sociedade e cultura apresentado ao Centro Universitário Anhanguera de São Paulo, como exigência do Curso Superior de Ciências Contábeis.

São Paulo

2015

Karl Marx – foi um dos autores clássicos estudados pela sociologia e fazia criticas diretas ao Capitalismo e a sociedade industrializada. Defendia a luta de classes. Ele criticava o meio modo de produção das industrias e a dominação do que ele denominava capitalista (donos das industrias, detentores do capital e dos meios de produção) em relação aos trabalhadores. Dizia que o capitalismo causou desigualdades sócias mais graves do que as do período feudal. Ele defendia que os homens não explorem outros homens. Idealizava uma sociedade em que homens fossem livres sem nenhum tipo de dominação externa. É considerado o pai do socialismo e do comunismo.

Marx foi uma peça importante para a sociologia, pois ele fez uma analise sobre o capitalismo e sobre o modo em que o homem vendia sua força de trabalho.

Apesar de o meio de produção da época ser brutal e o que o salário do trabalhador ser injusto, se esse trabalhador não vendessem a sua força de trabalho , acabaria entrando na marginalidade ou morreria de fome. Apesar do baixo salário desse trabalhador, acabava possibilitando a ele que obtivesse o seu sustento e o de sua família.

Uma sociedade livre sem nenhum tipo de dominação externa é, na minha opinião, uma utopia, pois é meio impossível na sociedade de trabalho, não haver um ser dominante e uma igualdade entre todos os trabalhadores, pois sempre se necessita de alguém para regular  o trabalho dos demais tirando uma vantagem desse fato.

Émile Durkheim –  Considera o homem como um ser social. Via a sociologia como a ciência dos fatos sociais. Para ele, um individuo inserido num grupo social terá e repetirá algumas reações que são características da determinada sociedade a qual pertence, como um ser condicionado a agir, pensar, sentir e falar de acordo com os demais membros daquele grupo. Definiu os fatos sociais em três características:

Coerção- quando os fatos sociais fazem o individuo agir como a sociedade determina.

Exterioridade- quando a educação torna o indivíduo igual aos outros naquela sociedade.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.9 Kb)   pdf (80.1 Kb)   docx (11.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com