TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Taxas e Condições aplicadas ao Comercio

Por:   •  13/9/2021  •  Relatório de pesquisa  •  971 Palavras (4 Páginas)  •  16 Visualizações

Página 1 de 4

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A TOMADA DE DECISÃO

NA GESTÃO EMPRESARIAL

Jordana Soraya de Oliveira Santos¹

Rejane Oliveira ²

  1. INTRODUÇÃO

De Fato, habitualmente, empresas se deparam com decisões as serem tomadas a decidir sobre uma melhor forma aquisição de um bem, seja ele um serviço, ou financiamento de imóvel ou veículo, Investimentos, cálculos de pagamentos em atraso e até mesmo aplicações financeiras, A Matemática Financeira é, por sua vez, uma ferramenta que ampara na tomada de decisão pessoal e empresarial, pois estuda os quantitativos monetários que são trocados em tempos diferentes e tal prática é utilizada de maneira global nas mais variadas transações econômico-financeiras correntes. O objetivo da Matemática Financeira é estudar a evolução do dinheiro ao longo do tempo e o objetivo das pessoas é utilizar essa ferramenta de gestão para tomar decisões e auferir maior riqueza com o passar dos anos, vislumbrando todo o processo de decisão empresarial de acordo com a evolução das sociedades, suas mais diversificadas culturas, economia e interferências políticas.

Seja para um Consumidor, um empresário ou Administrador, seria saudável para si e para as organizações, ter noção básica sobre Juros, Crédito, inflação, investimento de curto, médio e longo prazo, além da noção fundamental de como se calcula os custos, as receitas e os lucros; observe que não estamos falando nada de muita complexidade cujo cálculo seja complicado, apenas de buscar maiores informações sobre algo a ser usado no dia a dia, para que futuramente venha fazer um bom negócio;

  1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Conforme o artigo de Mello, publicado no site da Exactus, acredita-se que o

aperfeiçoamento das pessoas no conhecimento matemático, dentro de sua área de atuação, o

intensifica e lhe dá subsídios para um melhor desempenho de suas funções. O profissional se

torna mais ativo no processo e mais autônomo na tomada de decisões. A matemática possui

uma finalidade em si mesma, quando desperta no homem a capacidade de interpretar e

modelar respostas no seu meio, através do raciocínio lógico, focado em estratégias para

otimizar seu processo.

Até mesmo a capacidade de analisar problemas diários que envolvem conteúdos

simples, como exemplo, proporções, porcentagens e quantidades refletem o risco para

qualquer administrador (pessoa Física ou Jurídica) de se manterem fora da margem de risco de cometerem erros primários. Isso ocorre até mesmo em cálculos como as quatro operações

básicas da matemática.

A matemática é a base para os gestores no processo de decisão. É utilizada

para controlar a produção, o controle da qualidade, comandar os mais diversos tipos

de execução das tarefas, gerenciamento de projetos em andamento, planejamento e ainda em analisar novos negócios. Enfim, a matemática está presente no processo decisório.

Marasini (2001, p.10) afirma a grande importância que a matemática tem na vida das

pessoas, as quais estão permanentemente cercadas pelos problemas de sobrevivência

financeira, necessitando de clareza e autonomia para tomar decisões frente às situações diárias

e para que possam compreender as transações comerciais e bancárias das quais se utilizam

com frequência.

Logo, pode-se dizer que a educação financeira é um conteúdo de estudo, de orientação

e de pesquisa que visa possibilitar as pessoas e as organizações a consumirem, produzirem e

planejarem seus custos, suas receitas e seus lucros de forma consciente para prevenir erros

amadores, ilusórios, ou seja, orientar a iniciativa para tomar a decisão correta, seja pessoal ou

profissional.

Figura 1 – A tomada de decisão e a ajuda ao decisor

[pic 1]

  1. RESULTADOS E DISCUSSÕES

O presente artigo demonstra a importância da Educação Matemática, da Matemática  Financeira, de sua efetiva aplicabilidade para os administradores que efetuam o processo decisório, pois este é o profissional moldado para gerenciar o processo de tomada de decisões dentro das empresas. Desta forma, podemos dizer que a educação financeira objetiva orientar os consumidores, no intuito de protegê-los contra erros primários e grosseiros, assim como as empresas de cometerem falhas no campo financeiro. Espera-se que, em qualquer processo decisório, a Pesquisa Operacional (utilização dos meios e métodos matemáticos) seja a representação fiel e concreta do problema. Seus modelos e fórmulas devem, obrigatoriamente, ser fidedignos, evitando erros na tomada de decisão e completamente passíveis de alterações e plenamente adaptáveis a se amoldarem às possíveis modificações para atender à realidade dos sistemas da organização.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.9 Kb)   pdf (162.1 Kb)   docx (101.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com