TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A VIOLENCIA DOMÉSTICA

Por:   •  7/10/2021  •  Monografia  •  5.963 Palavras (24 Páginas)  •  16 Visualizações

Página 1 de 24

A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DURANTE O PERIODO

DE ISOLAMENTO SOCIAL

Rio de Janeiro

2020.2

MYRELLA CAROLINE DOS SANTOS

A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DURANTE O

PERIODO DE ISOLAMENTO SOCIAL

Artigo científico Jurídico apresentado á

Universidade Estácio de Sá,

Curso de Direito,

Como requisito parcial

para conclusão da disciplina

Trabalho de Conclusão de Curso

Orientadora: Prof (a). Cristiane Dupret Filipe Pessoa

RIO DE JANEIRO

2020

Violência doméstica ensina duas coisas aos filhos, ou a ser agressivo, ou a aceitar a agressão. Se houver terceira, será viver na defensiva.

RESUMO

O presente trabalho tem por meio de mostrar como as mulheres são vítimas de violência doméstica e ainda sentem medo de fazer a denúncia com medo da retaliação dos mesmos. Durante esse período foram muitas mulheres agredidas por seus parceiros. Com a criação da lei Maria da penha lei 11.340/06 as mulheres puderam ter um respaldo para efetuar a denúncia. O presente estudo tem por meio mostrar como fazer as denúncias, como ter um respaldo e o que é caracterizado esse crime.

Palavras chave: Lei Maria da penha. Violência doméstica. Vítimas. Agressão

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO..........................................................................................................6

2. DENSEVOLVIMENTO.............................................................................................7

2.1 A mulher vítima de violência doméstica durante o período de isolamento social.....7

2.2 A identificação do agressor........................................................................................9

2.3 A importância da denúncia.......................................................................................11

2.4 A violência doméstica no período de isolamento social agravada ao feminicídio...14

2.5. Violência física........................................................................................................16

2.6. Violência psicológica...............................................................................................17

2.7. Violência sexual.......................................................................................................19

2.8. Violência patrimonial...............................................................................................20

2.9. Violência moral........................................................................................................21

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................................................................23

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS....................................................................24

INTRODUÇÃO

O presente tema que será apresentado tem por meio mostrar como ocorre com as mulheres vítimas de violência doméstica, e que a maioria ainda tem medo de fazer a denúncia por medo das consequências que possam surgir.

O objetivo desse tema tão atual e que não sai nunca de evidencia por ocorrer todos os dias com as mulheres visa abordar o conceito e suas características após o nascimento da lei 11.340/06 Maria da Penha, os direitos da vítima, e as sanções para o agressor. Esses crimes são praticados pelos agressores que se utilizam da fragilidade das mulheres para praticar os atos agressivos contra elas. Causando dor, sofrimento, pressão psicológica, proibições, constrangimentos etc.

Publicada em 7 de agosto de 2006 a Lei 11.340/06 que ajuda as mulheres vítimas de violência doméstica transformou a vida de muitas mulheres que passaram a se resguardar com a mesma, utilizando da sabedoria para entender a importância que tem a denúncia contra os agressores para que não chegue a fase pior com elas, a fase do feminicídio.

Durante esse período que tivemos em isolamento social esses crimes ocorreram de maneira absurda aumentando significativamente, e o intuito desse trabalho também é mostrar dados de aumento e como as mulheres ficaram à mercê de seus companheiros durante esse período de isolamento social devido a pandemia do Corona vírus.

O presente artigo visa esclarecer dúvidas, informar alguns dados, promover a importância da denúncia contra o agressor, especificar os tipos de violência, pois muitas pessoas ainda acham que somente a agressão trata-se de violência, quando na verdade existem muitos outros tipos de violência.

Ainda há uma grande quantidade de mulheres que se quer sabem da lei, mulheres que já sofrem com isso a muitos anos e não tem o conhecimento de tal ato e da importância da lei.

Sendo assim decidi fazer esse tema por questões pessoais e que são de grande importância, e que mesmo com lei e evidencia e dezenas de meios de comunicação para denúncia, ainda é algo um pouco escondido que deveria ficar mais aparente e ter mais programações explicando de casa em casa o que fazer ocorrendo esses casos de violência doméstica, principalmente em comunidades carentes, bairros com índice de mais carência e deficiência de informação.

Foi utilizado o método quântico qualitativo, no qual buscou-se na doutrina, bem como também em artigos científicos, livros, revistas, sites, periódicos, enfim, em fontes vinculadas ao campo dos estudos que tratam sobre o tema.

Dessa forma, inicia-se o presente estudo a partir de uma abordagem sobre a questão da violência doméstica.

2. DESENVOLVIMENTO

2.1 A MULHER VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DURANTE O PERIODO DE ISOLAMENTO SOCIAL.

Durante o período de isolamento social as vítimas de violência domésticas aumentaram significativamente, muitas mulheres perderam seus empregos e com isso ficaram em casa convivendo diariamente com o agressor, muitas perderam a liberdade de ir e vir por não ter o que dizer para onde ir e com isso dificultou as mesmas de fazerem denúncias contra os agressores.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (37.6 Kb)   pdf (295.4 Kb)   docx (136.9 Kb)  
Continuar por mais 23 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com