TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESUME CIÊNCIA POLITICA

Por:   •  13/12/2016  •  Trabalho acadêmico  •  5.620 Palavras (23 Páginas)  •  194 Visualizações

Página 1 de 23

RESUMO CIÊNCIA POLITICA

[pic 1]

  • TEORIAS CONTRATUALISTAS (Como se origina o Estado)

Hobbes:  Acreditava que há no homem um desejo de destruição,  e de manter o domínio sobre seu semelhante, por isso, torna-se necessário existir um poder que esteja acima das pessoas individualmente para que o Estado de guerra seja controlado. O Estado surge como forma de controlar “o instinto de lobo” que existe no ser humano, é necessário que o soberano tenha amplos poderes sobre os súditos; Os cidadãos devem transferir o seu poder ao governante que irá agir como soberano absoluto a fim de manter a ordem.

Lock: Parte do principio de que o Estado existe em função da necessidade de existir uma instancia acima do julgamento parcial de cada cidadão de acordo com seus interesses. Os cidadãos escolhem livremente seus governantes delegando-lhe poder para conduzir o Estado. O Estado deve preservar o direito a liberdade e a propriedade privada. As leis devem ser expressão da vontade da Assembleia e não fruto da vontade de um soberano. Lock é um opositor ferrenho da tirania e do absolutismo.

Rosseau: Considera que o ser humano e essencialmente bom, mas a sociedade o corrompe. Ele considera que o povo tem a soberania. Todo poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido. O governante nada mais é que o representante do povo. Rosseau defende que o Estado se origina de um novo pacto entre os cidadãos livres que renunciam a sua vontade individual para garantir a realização da vontade geral. Democracia direta x representativa: Direta, participação de todo povo na hora de tomar uma decisão. Representativa, escolha de pessoas para agirem em nome de toda população.

  • SOCIEDADE

= Vinculo entre os diversos indivíduos + compromisso de estarem e permanecerem juntos + busca de um fim comum.

 Elementos do conceito de sociedade:

Relações – Indivíduos, relações e vínculos jurídicos, direitos e deveres recíprocos, normas de conduta, objetivo sociais e satisfação dos interesses dos componentes.

Vivem e operam conjuntamente – Colaboração consciente em prol da harmonia e paz social

Nova e superior unidade – Conjunto de esforços levam a uma nova entidade –                         Pessoa jurídica, nova entidade: personalidade jurídica própria, existência independente e superior aos indivíduos que a constituem, interesses sociais sobrepõem os individuais, interesses individuais restringidos em prol da convivência harmônica.                               Superioridade de nova entidade: criam condições para que, de modo geral, promova o bem estar de todos.                                                                                                                                           Superioridade de sociedade não absoluta: respeitar os indivíduos.

  • TEORIAS (visam explicar o conceito de sociedade)

 Teoria Orgânica: A sociedade é um corpo dotado de órgãos, cada qual desempenhando uma função especifica em prol de todos. Críticos. Ideia extremada pode comprometer as individualidades. Ex.: Totalitarismo.

 Teoria Mecânica: A sociedade é junção de indivíduos que não interagem, agem por si mesmos com autonomia e liberdade critica. Ideia extremada provocaria o caos total. Ex.: Sociedades anárquicas, ausência de ordem.

 Teorias Ecléticas: A mais adotada, sociedade é um corpo dotado de órgãos (indivíduos) que atuam em prol de um interesse comum, obedecendo as normas de conduta; a sociedade existe para atender as necessidades individuais.

Resultado do convívio social = Cultura

  • A SOCIEDADE E SUAS CAUSAS

 Causas eficientes e instrumentais: Dizem respeito ao agente criador e  modo de criação.

Tendência teológica: Homem sendo criado por um ser superior, a causa superior e instrumental do homem e da  sociedade seriam, respectivamente, o ente superior e o seu modo de criação.

X

Tendência profana: Expoente máximo - contratualismo, sociedade não é fruto da natureza humana, só a vontade humana justifica a existência da sociedade, sociedade é fruto de um  pacto entre todos os seus componentes.

  • ESTADO

Imparcial, manter a ordem social.

 ° Conceito: Sociedade politica organizada que ocupa um território definido e possui um governo efetivo independente de um controle externo. Tem como essência a soberania.

° Estado ≠ Nação

 Teorias acerca do surgimento

Naturalista: Formação natural e espontânea do Estado / Não decorreu de um ato puramente voluntario.

Contratualistas: Decorre da vontade de alguns / Todos os homens

 Criação

Estado Originário: Deriva de agrupamentos humanos ainda não integrados com qualquer Estado.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (23.2 Kb)   pdf (222.6 Kb)   docx (21.2 Kb)  
Continuar por mais 22 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com