TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo "A República" de Platão Cap. I

Por:   •  10/9/2019  •  Resenha  •  412 Palavras (2 Páginas)  •  6 Visualizações

Página 1 de 2

Tema: A natureza da Justiça 

Sócrates é convidado a ir a casa de Céfalo e no local se inicia uma longa conversa sobre o que seria "justiça". Na tentativa de achar a resposta Sócrates questiona Polemarco sobre a função do "ser justo" onde eles presumem que justiça seria a prática do bem em relação aos amigos e honestos e que igualmente justo seria prejudicar os inimigos e desonestos.

No entanto Trasímaco interfere na conversa alegando que Sócrates não deve fazer tantas perguntas , mas sim dar aos presentes no local respostas e logo em seguida mostra a sua visão dos fatos onde "é mais vantajoso ser injusto do que justo". Sócrates começa a fazer perguntas para Trasímaco que vai "crescendo" a cada uma das respostas que dava e sem perceber quando se vê mesmo relutante, Trasímaco admite a possibilidade do justo assemelha-se ao homem sábio e bom, e o injusto ao homem mau e ignorante; associando-se a justiça à virtude e a injustiça ao vício.

Perto do fim do Livro1 , Sócrates dá à alma uma função que só ela pode desempenhar como vigiar, comandar, deliberar; Seriam funções peculiares à alma, sendo a vida uma função desta. Com isso , conclui que a justiça é uma virtude e a injustiça, um vício da alma e, por consequência , o homem justo seria mais feliz do que o homem injusto. 

Conclusão: Analisando o diálogo na parte onde Trasímaco se envolve para defender a sua tese o livro nos mostra uma esperta atitude de Sócrates que no lugar de se desesperar ao ver que estava tendo que argumentar com alguém de opinião totalmente oposta à sua, ele faz Trasímaco acabar se contradizendo mas primeiro Sócrates apenas o questionava sobre os "vários lados da injustiça" e enquanto Trasímaco respondia mostrando até então coisas boas da injustiça nosso filósofo preparava argumentos para destruir essa tese em especial que "o justo só tiraria vantagem do injusto enquanto o injusto tiraria vantagem do justo e do injusto" mostrando que a injustiça talvez fosse vantajosa no singular agora se aplicada a mais de uma pessoa de um mesmo grupo não daria certo. Vale também comentar sobre a reflexão que Céfalo nos trás onde eu tirei a conclusão que "não importa apenas o fim da sua vida ou onde você quer chegar mas também o caminho que você fez até lá" nos lembrando que pessoas que só pensaram no fim e não focam no caminho acabam por ficar sem ninguém que os prezem.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)   pdf (26.3 Kb)   docx (7.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com