TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ECONOMIA BRASILEIRA I RESENHA DO FILME: MAUÁ O IMPERADOR E O REI

Por:   •  11/5/2017  •  Resenha  •  492 Palavras (2 Páginas)  •  648 Visualizações

Página 1 de 2

ECONOMIA BRASILEIRA I

RESENHA DO FILME: MAUÁ O IMPERADOR E O REI

O filme nos mostra o quanto o governo imperial prejudicou o Brasil de se desenvolver, o impacto da industrialização para a economia e a mudança do modelo protecionista para o liberal, tudo em torno da história de Irineu Evangelista de Souza mais conhecido como Barão de Mauá. 

No Rio de janeiro, Irineu começa a trabalhar como caixeiro em uma loja que atuava no tráfico de escravos e na fabricação de pólvora para a coroa, anos depois é promovido a guarda livros da casa comercial. O mesmo começa a fazer leituras de política econômica e não se interessa pelo tráfico e exploração de escravos. Então, no ano de 1929 é contratado por uma empresa importadora, vira sócio e é onde ele torna-se um homem de poder e um grande industrial, assumindo muitos negócios no país.

Os ingleses, em meados do século XIX, queriam impor o fim da escravatura. Entretanto, o tráfico de escravos beneficiava o Brasil, e este não queria abrir mão de sua valiosa fonte de lucros, consequentemente o preço dos escravos depois aumenta. Na mesma cena que exibe a criação da lei do fim do tráfico de escravos pelo parlamento britânico, expõe também que o açúcar no Brasil não estava valendo mais nada, ou seja, a decadência do açúcar em prol dos engenhos holandeses.

A situação do tráfico estava insustentável, muitos traficantes brasileiros jogavam escravos no mar para não serem pegos pelos ingleses, com isso é criada uma lei que proibia o tráfico de escravos, assim, muito dinheiro foi desviado para financiar a industrialização. O filme relata um longo processo com mudanças nas formas de produção circulação da economia brasileira, e o quanto as decisões do Barão afetava parte dos integrantes do governo. Irineu não apoiava o tráfico de escravos e se espalhava em muitas decisões dos ingleses em relação a isso, por isso começa a investir em outros ramos. Em questão de um ano já possuía a maior indústria do país, contribuindo para colocar no mercado de trabalho muitos operários. Com todos os investimentos de Irineu em indústrias, mostra-se a passagem do ciclo do ouro para o ferro e o carvão. É tanto que Irineu funda a primeira ferrovia brasileira, construída no estado do Rio de Janeiro, que foi um grande motor para o escoamento da produção agrícola.

Eram muitas as estratégias comerciais do Barão de Mauá, na época o Brasil era um país essencialmente rural e dependente da exportação agrícolas de produtos como café, o açúcar e a borracha, as ações de Mauá contrariavam os interesses do Império. Então, o império desenvolve estratégias que prejudicam o mesmo, era uma concorrência predatória. O Banco de Mauá é afetado pela crise financeira e também por falsas acusações do próprio estado, o que causa uma corrida aos bancos pelos investidores que retirarem os seus investimentos e depósitos bancários. Mauá então fale, e no final vende todos os seus bens para pagar suas dívidas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)   pdf (81.8 Kb)   docx (11.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com