TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Logística sistema de qualidade do serviço

Seminário: Logística sistema de qualidade do serviço. Pesquise 791.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  19/11/2013  •  Seminário  •  1.204 Palavras (5 Páginas)  •  246 Visualizações

Página 1 de 5

ETAPA 1 E 2 .

QUALIDADE EM SISTEMA LOGÍSTICO

Os serviços logísticos são essenciais para o desenvolvimento econômico social. Os setores produtivos necessitam de adequados serviços de transporte e armazenagem, buscando o aumento da produtividade e a redução do custo unitário de produção.

A escolha modal no transporte de cargas pode ser definida como a atividade de planejamento de transportes que determina qual modo deve ser utilizada durante o transporte de insumos e bens acabados, sendo necessária a definição das características pertinentes ao processo de movimentação das cargas. Na escolha modal devem-se considerar diversas variáveis qualitativas e quantitativas intervenientes nesse processo, tais como as características de mercado, a infra-estrutura de transporte e as tecnologias disponíveis.

TRANSPORTE URBANO DE PASSAGEIROS

A maioria das indústrias atualmente faz sua locomoção via ônibus ou van fretados, seguidos de veículos particulares, como carros, motos, bicicletas e ainda temos as pessoas que fazem esse trajeto a pé. O transporte coletivo oferece pontos de parada, estação terminal adequada com necessidades básicas de conforto, informação e proteção. Os veículos cumprem o horário previsto de passagem no ponto de parada, em níveis satisfatórios de lotação e em condições admissíveis de limpeza, manutenção e segurança com tarifas suportáveis. Com esses fatores, os usuários podem chegar ao destino dentro do tempo previsto sem sofrer desgastes físicos e mentais decorrentes da qualidade de serviço.

TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE PASSAGEIROS

O transporte rodoviário é o principal sistema de transportes do Brasil. Este sistema conta com uma rede de aproximadamente 1.355.000 quilômetros de rodovias por onde passam 56% de todas as cargas movimentadas no país.

Dos mais de 1.300.000 quilômetros da rede rodoviária nacional, 30% está muito danificado pela falta de conservação e apenas 140 mil quilômetros estão pavimentados. Parte considerável das ligações interurbanas no país, mesmo em regiões de grande demanda, ainda se dão por estradas de terra ou estradas com pavimentação quase inexistente. Durante a época de chuvas, grande parte das estradas, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, enche-se de buracos, sendo comuns, ainda que em menor quantidade, deslizamentos de terra e quedas de pontes, provocando muitas vezes prejuízos para o transporte de cargas bem como acidentes e mortes.

As rodovias do país que se encontram em boas condições, exceto algumas exceções, fazem parte de concessões à iniciativa privada, assim, embora apresentem extrema qualidade, estão sujeitas a pedágios. A Rodovia dos Bandeirantes e a Rodovia dos Imigrantes são exemplos deste sistema. O transporte rodoviário de passageiros do país compreende uma rede extensa e intrincada, sendo possíveis viagens que, devido à sua duração, em outros países, só são possíveis por via aérea.

ETAPA 3 E 4

TRANSPORTE RODOVIÁRIO E FERROVIÁRIO DE CARGA

FERROVIÁRIO –

Transporte ferroviário é realizado sobre linhas férreas para transportar pessoas e mercadorias. As mercadorias transportadas são de baixo valor e em grandes quantidades como: minério, produtos agrícolas, fertilizantes, carvão, derivados de petróleo, etc.

A bitola é uma característica importante da linha férrea, ela tem como definição a distância entre os trilhos de uma ferrovia. No Brasil, existem 3 tipos de bitola: larga, métrica e a mista. A maior parte da malha ferroviária do Brasil está concentrada nas regiões sul e sudeste com predominância para o transporte de cargas.

RODOVIÁRIO -

Transporte Rodoviário é realizado nas vias de rodagem pavimentadas ou não para transporte de mercadorias e pessoas, sendo na maioria das vezes realizados por veículos automotores (ônibus, caminhões, veículos de passeio, etc.). Como possui, na maioria dos casos, preço de frete superior ao hidroviário e ferroviário, é adequado para o transporte de mercadorias de alto valor ou perecíveis, produtos acabados ou semi-acabados.

CARACTERÍSTICAS DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO DE CARGAS

* Grande capacidade de carga;

* Adequado para grandes distâncias;

* Elevada eficiência energética;

* Alto custo de implantação;

* Baixo custo de transporte;

* Baixo custo de manutenção;

* Possui maior segurança em relação ao modal rodoviário, visto que ocorrem poucos acidentes, furtos e roubos.

* Transporte lento devido às suas operações de carga e descarga;

* Baixa flexibilidade com pequena extensão da malha;

* Baixa integração entre os estados; e

* Pouco poluente.

CARACTERÍSTICAS DO TRASPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

* Possui a maior representatividade entre os modais existentes;

* Adequado para curtas e médias distâncias;

* Baixo custo inicial de implantação;

* Alto custo de manutenção;

* Muito poluente com forte impacto ambiental;

* Segurança no transporte comprometida devido à existência de roubos de cargas;

* Serviço de entrega porta a porta;

* Maior flexibilidade com grande extensão da malha;

* Transporte com velocidade moderada;

* Os custos se tornam altos para grandes distâncias;

* Tempo de entrega confiável;

* Baixa

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com