TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

SERVIÇOS DE PETS SHOPS

Por:   •  10/9/2013  •  Resenha  •  3.397 Palavras (14 Páginas)  •  273 Visualizações

Página 1 de 14

SERVIÇOS DE PETS SHOPS

A paixão do brasileiro por animais de estimação já faz do país o segundo maior mercado do mundo de cães e gatos.

No Brasil 60% dos domicílios tem ao menos um animal de estimação. A clientela de um pet shop é formada das classes média e alta. Estima que 63% das famílias brasileira de classe A e B possuam animais de estimação e tem um relacionamento de família com tais animais. Este número passa para 64% quando se trata da classe c.

A população de animais de estimação cresce proporcionalmente ao número de pessoas. Mas a cada dia os bichinhos ganham mais espaços dentro das casas. As razões são diversas e quem mais ganha com isso são os pets shops. Além disso, o setor apresenta um crescimento médio de 17% ao ano, desde 1995. "O serviço não era muito difundido antes dessa época. Segundo a Assofauna, o mercado movimenta cerca de US$ 1,5 bilhões ao ano. Cerca de 25 milhões de cães, 11milhões de gatos, 4 milhões de pássaros e ainda 500 mil aquários no País - esses números correspondem aos animais domésticos que são os responsáveis por todo esse crescimento. Estima-se ainda que existem hoje na cidade de S. Paulo, Cerca de 600 mil cães sem donos. Uma pesquisa realizada pelo Euromonitor International intitulada Pet Food and Pet Care Products in Brasil 2002 revela que os acessórios para animais de estimação cresceu 185% de 96 à 2000.

Este crescimento tem relação com o atual perfil das pessoas que vivem de formas solitárias nos últimos tempos e recorrem aos animais de estimação, que assumem o espaço dos filhos que já saíram de casa ou os casais que optam pelo animal antes do bebe.

Cada vez mais os consumidores gastam com seus animais, de acordo com algumas pesquisas seu dono deixa de gastar com eles para gastar com seu pet.

Entretanto é importante frisar que eles dão trabalho e gastos. O brasileiro investe cerca de R$ 68 cada vez que comparece a algum dos 40 mil pets shops em funcionamento nos pais para realizar serviços como banho e tosa comprar rações, remédios, roupas ou acessórios. O mercado é bilionário e não para de crescer, pois fatores como o aumento da renda dos consumidores e o estilo de vida atual fomentam o mercado a cada ano. Os gastos anuais com produtos para animais de estimação chegam a R$759 para cães e R$ 557 para os gatos, segundo uma pesquisa realizada pela consultoria GS&MD.

No geral, na composição de gastos com um animal de estimação, o item alimentação é o que mais pesa com 74%%, em seguida vem a despesa com serviços 13%%, com medicamentos, higiene e embelezamento 8% e acessórios 5%.

A população brasileira de bichos de estimação conta com 37 milhões de cães, 25 milhões de gatos.

O crescimento do ramo de pet shop é tão grande que tem cidade como Curitiba tem mais pet shop que padaria.

Existe hoje na Capital do Paraná 1837 Pet Shops contra 1523 padarias. Quer mais? A Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação) informa que para cada 3 brasileiros, existe um bichinho em casa. Para mensurar o tamanho disso: temos 58,4 milhões de Animais de Estimação no Brasil.

Os dados são realmente favoráveis para continuar o crescimento, segundo pesquisa da Abinpet:

* População Brasileira de PETS: 58,4 Milhões

*Gasto médio por dono de PET mensal:

R$225 com cães, R$85 com gatos.

* Crescimento do mercado em 2012: 8,5%

* Faturamento do Mercado total com comida, acessórios, medicamentos e serviços: R$14,2 Bilhões.

* O Brasil é o 2º maior mercado mundial de Pets, atrás apenas dos EUA.

O faturamento do mercado pet, formado pelas indústrias de alimentação, cuidados, medicamentos e serviços, foi de R$ 14,2 bilhões em 2012, um crescimento recorde de 16,4% em relação ao ano anterior, também segundo dados da associação do setor - antes disso, a média foi de 10%. Enquanto isso, a economia brasileira cresceu apenas 0,9% no ano passado.

A cidade de São Paulo – onde se estima que vivam 14 milhões de pets e funcionem 4.800 lojas do tipo (dados da Abinpet)– movimenta boa parte do setor. Só na capital, o faturamento do segmento girou em torno de R$ 1,9 bilhão no ano passado.

VERDADEIROS SUPERMERCADOS

No setor, destacam-se as grandes redes, cujas lojas são verdadeiros supermercados, com centenas de produtos e serviços, de banho e tosa a tintura de pelos e adestramento. Em

...

Baixar como (para membros premium)  txt (23.9 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com