TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Visão geral da definição do processo organizacional com ênfase no modelo brasileiro de melhoria de software (MPS.BR)

Artigo: Visão geral da definição do processo organizacional com ênfase no modelo brasileiro de melhoria de software (MPS.BR). Pesquise 812.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/4/2014  •  Artigo  •  480 Palavras (2 Páginas)  •  395 Visualizações

Página 1 de 2

Este artigo apresenta uma visão geral de Definição do Processo Organizacional, com ênfase no Modelo de Melhoria de Processos de Software Brasileiro (MPS.BR), o propósito definido e seus resultados esperados. Além disso, são apresentadas tecnologias de software que visam apoiar a implantação deste processo em organizações de desenvolvimento de software, tais ferramentas são apresentadas e analisadas conforme o nível de atendimento aos resultados esperados do MPS.BR.

Introdução

Atualmente, é amplamente reconhecido que a qualidade dos produtos de software depende da qualidade dos processos de software utilizados em seu desenvolvimento e manutenção [Pfleeger 2001]. Com isso, muito trabalho tem sido feito no sentido de apoiar organizações em seus esforços pela busca da qualidade de processo [Bertollo 2006].

Em uma organização de desenvolvimento de software, diversos projetos podem coexistir possuindo características específicas. Entretanto, existe um conjunto de elementos fundamentais que se deseja que

Em uma organização de desenvolvimento de software, diversos projetos podem coexistir possuindo características específicas. Entretanto, existe um conjunto de elementos fundamentais que se deseja que sejam incorporados em qualquer processo definido para os projetos [Machado et al. 2000]. Emam et al. [1998] definem o conjunto destes elementos fundamentais como o processo padrão, ou seja, o processo básico que guia o estabelecimento de um processo comum na organização. Desta forma, um processo padrão define uma estrutura única a ser seguida por todas as equipes envolvidas em projetos de software numa organização, independente das características do software que está sendo desenvolvido.

O uso combinado de normas e modelos de qualidade é um importante subsídio na definição de um processo padrão. A Norma ISO/IEC 12207 e os modelos de maturidade, como CMMI [Chrissis et al. 2003] e MPS.BR [SOFTEX 2009] apontam a definição de um processo padrão para uma organização como um fator essencial em busca da maturidade e capacidade em processos de software.

No entanto, definir um processo padrão para uma organização não é uma atividade trivial, exigindo um bom conhecimento dos padrões e considerando características específicas do projeto em questão, tais como domínio de aplicação, equipe de desenvolvimento, tecnologia a ser usada e restrições de custos e prazos [Bertollo et al. 2006].

A definição de processo de software pode ser feita em diferentes níveis de abstração. Primeiro, um processo de software padrão é definido para a organização. Baseado nesse processo organizacional, processos padrão especializados podem ser definidos considerando paradigma, tecnologia ou domínio de aplicação específicos. Finalmente, processos de projeto podem ser instanciados a partir de processos padrão (especializados ou não) [Rocha et al. 2001].

Visando apoiar as organizações na definição de processos, diversas ferramentas foram desenvolvidas, algumas delas tendo como base requisitos definidos em normas e modelos de qualidade e inseridas no contexto de Ambientes de Desenvolvimento de Software (ADS) Centrado em Processos, que integram ferramentas de apoio ao desenvolvimento de artefatos com ferramentas de apoio à modelagem e execução de processos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com