TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Analise Hiscoca E Cultural Do Cristianismo E O Islamimismo

Ensaios: Analise Hiscoca E Cultural Do Cristianismo E O Islamimismo. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  2/10/2013  •  1.686 Palavras (7 Páginas)  •  259 Visualizações

Página 1 de 7

FACULDE REFIDIM

CURSO DE TEOLOGIA MODULAR

TRABALHO DE RELIGIÕES E SEITA

PROFESSOR: FERNANDO ALBANO

TEMA :

BREVE ANALISE ENTRE A CRISTIANISMO E O ISLAMISMO

NOME: PÁRMENAS EURICO

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como finalidade abordar um estudo comparativo entre o Cristianismo e o Islamismo a partir da historia e dos conceitos religiosos de ambos.

PALAVRAS CHAS: Cristianismo, Islâmicos, Jesus, Maomé, festas religiosas, ritos, fé, Bíblia, Alcorão, Jerusalém e Roma, Meca e Medina, divindade.

Quando olhamos para a Historia da humanidade, vemos que o fenômeno religioso desde os primórdios contribuiu-o e cresceu com o desenvolvimento da humanidade. Assim, podemos dizer que as religiões de uma forma geral escreveram a historia da humanidade, o conjuntos de práticas e crenças, ritos e mitos religioso fizeram da humanidade que ela é hoje.

O cristianismo, a religião com o maior grupo de seguidores no mundo e o Islamismo que é a segunda maior religião tenhem vario traços religiosos em comum e mesmo com esta similaridade religiosa os conflitos entre os dois movimentos religiosos são antigos, fortes e extremistas.

A intolerância religiosa entre esses duas religiões tem um respaldo construído ao logo dos séculos. O nmundo muçulmano compreende dentro de seus limites os lugares mais antigos da historia do cristianismo, assim como as mais antigas Igrejas Cristãs: a região da Síria e da Palestina onde o cristianismo cresceu e se estendeu, o Egito, onde floresceu a escola de Alexandria, o norte de África onde foi o berço do cristianismo de Língua latina, Mesopotâmia e Pérsia regiões onde a Fé cristã se estendeu com rapidez e prodigiosa durante os primeiros séculos. O movimento de “conversão” entre o islã e o cristianismo sempre foi controvertido, pois não existe nenhum padrão ou formula quem o explique. A existência de um livro sagrado o Alcorão que em alguns pontos se aproxima da bíblia mais em outros discorda radicalmente Dela, torna difícil a aderência do livro Sagrado.

Panorama Comparativo

O cristianismo é a religião dos que crêem que Jesus Cristo é Filho de Deus, morto e ressuscitado. Filho de Deus e de Maria, Jesus nasceu em Belém, num dos últimos anos de vida de Herodes, o Grande, sendo imperador de Roma, César Augusto, 6 ou 7 anos antes da nossa era.

Teve discípulos que espalharam a Sua pregação por toda a parte, a partir de Jerusalém. Pedro,Paulo e outros cristãos difundem o cristianismo na Europa. Depois de muitas hostilidades, no século IV (313), conhece um período de paz, com o Édito de Milão de Constantino. Mais tarde, com Teodósio, o cristianismo é proclamado religião do Estado. Com a queda do Império romano e superadas as invasões bárbaras, os povos europeus foram abraçando, uns após outros, a religião cristã. Com os Descobrimentos, o cristianismo expande-se pelas Américas, África e Extremo Oriente.

Islam, em árabe significa submissão à vontade de Deus e os muçulmanos são os adeptos desta fé. É uma religião iniciada na Arábia por Maomé. Maomé nasceu em Meca (Arábia Saudita) entre os anos 570 e 580 d.C. filho de pais pobres, ficou órfão muito cedo tendo de trabalhar como pastor. Entretanto entrou ao serviço de uma viúva rica, como condutor de camelos. Impressionada pela sua inteligência e beleza, casa com ele apesar de muito mais novo. A sua vida de comerciante rico alterou-se profundamente ao ser alvo de visões numa caverna perto de Meca, numa noite de 611. O próprio Anjo Gabriel, aparecendo-lhe numa nuvem de luz, anuncia-lhe que ele é o profeta de Allah (nome árabe de Deus).

Iniciou então as suas pregações, as quais foram alvo de tremendas contestações por parte dos habitantes da sua terra natal. Prega contra o politeísmo e a idolatria. Perseguido, Maomé fugiu para Latrebe, actual Medina e cidade rival de Meca. A esta fuga deu-se o nome de Hégira. Estávamos então no ano 622 d.C. Esta data constitui o início da contagem cronológica islâmica. Lá, depressa se tomou importante a nível político, social, e militar. E em 630, conquistou pela força Meca, tendo-a reconhecido como lugar de peregrinação.

LIVROS SAGRADOS

Cristianismo : A bíblia, é uma palavra Grega que no plural significa livros, é uma coleção de 66 livros num único volume. Foi o primeiro livro a ser impresso na Europa em 1456 no começo da “era Gutenberg”. O Escritor nordestino Tobias Barreto declarou que que a bíblia é “ um modelo de tudo quanto é belo e bom” já o Pastor protestante joão Ferreira de Almeida disse que “ a escritura sagrada , por ser a palavra de Deus inspirada tem de si mesma bastantíssima autoridade, contem suficientissimamente toda autoridade necessária para para o culto e serviço de Deus e nossa própria salvação” .

A bíblia é o livro oficial do Cristianismo, a Palavra inspirada pelo Espirito santo e escrita por alguns homens para todos os homens em todos os tempos e em todos os lugares.

Islão : O Alcorão (leitura ou recitação) é o livro que contém as revelações do arcanjo Gabriel feitas ao profeta Maomé. Ensina preceitos religiosos, dogmas e moral. Consta de 114 capítulos (suras). Contém não só louvores e alusões às características de Allah como também descrições do paraíso e juízo final, lendas judaicas e cristãs e normas sociais.

A fé

Os cristãos acreditam num Deus único manifestado em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Omnipotente e cheio de amor, enviou o Seu Filho Jesus. Este Jesus, o Cristo, é o Caminho, a Verdade e a Vida para Salvação dos homens. Sendo verdadeiramente Homem e verdadeiramente Deus, durante toda a Sua vida ensinou o caminho para o Pai. Crucificado, ressuscitou gloriosamente ao terceiro dia.Esta fé é professada no Credo.

O Islão é ao mesmo tempo uma fé religiosa e uma comunidade social e política. A doutrina enfatiza um monoteísmo rígido. Deus é único e é o Deus do patriarca Abraão ­Allah. Deus é uno e não trino, é transcendente e omnipotente. O muçulmano crê nos anjos bons e nos maus. Para ele, Allah revelou-se através de muitos profetas – Abraão, Moisés, Jesus – mas o maior profeta é Maomé.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.4 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com