TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Antigo Testamento

Por:   •  4/9/2013  •  784 Palavras (4 Páginas)  •  474 Visualizações

Página 1 de 4

No mundo Antigo, a visão da sociedade de mundo é uma visão monista em que não há divisão dentro das atividades dos indivíduos, tudo é visto num todo, ou seja, não há separação entre as atividades seculares e religiosas, pois tudo é visto no geral. Em geral, a idéia predominante que se tem é de que tudo faz parte do religioso, porque não separação entre as atividades civis e religiosas, todo comportamento é visto dentro do ambiente do divino. A relação do indivíduo com o religioso se dá em todas as áreas da vida humana, não havendo, portanto, uma separação como se vê modernamente entre o laico e o religioso! A idéia predominante nos textos vetero testamentário incide que as atitudes humanas no todo geram conseqüências nas vidas dos indivíduos e na sua coletividade e só há uma maneira de reparar ou acalmar a afronta cometida contra o divino e isso se realiza por meio das atividades religiosas como o sacrifício e a adoração.

Israel traz consigo presente estas características também em seu status quo de vida e, além disso, muitas das características da religião praticada em Canaã também são observadas nas práticas religiosas e de adoração dos judeus. Pois como dia R. de Vaux: “o sistema sacrificial e muitas as festas judaicas são observadas na religião Cananéia.”¹ As festas trazem consigo a finalidade do fortalecimento e da formação da identidade do povo judeu, estreitando e fortalecendo os laços do povo que precisa estar vinculado por uma religião que os identifique, seja em sua terra ou espalhado por outros cantos, como se observa no judaísmo pós cativeiro babilônico. O povo que está se estabelecendo na Terra da Promessa e criando uma identidade judaica precisa ter um sistema uniformizado que caracterize e sirva de elo entre os judeus onde quer que eles estejam. As festas e as refeições cultuais servem de instrumento para aproximar e ligar esse povo onde quer que esteja.

A igreja, que surge no século I, nasce dentro do ambiente judeu palestinense e é influenciada por este ambiente em seu início. É digno de nota que as primeiras comunidades cristãs, por estarem circunscritas à vida judaica, trazem consigo muitas de suas práticas e a visão de mundo e dogmática influenciada por este ambiente. Encontramos Pedro e João no Livro de Atos indo ao Templo à hora da oração; a visão de Reino de Deus no Capítulo 1 do mesmo Livro ainda é dentro de uma cosmovisão judaica; a própria Eklésia tem uma estrutura similar a utilizada pelos judeus dentro do ambiente da Sinagoga; etc. E a própria cerimônia da Ceia surge dentro do ambiente da festa da Páscoa judaica! Com tudo isso percebemos claramente a influencia que o ambiente originário do embrião da Igreja produziu em seu interior, pois serviu como elemento integrativo dos componentes desta nova comunidade que, da mesma forma que os judeus no passado, também necessitavam deste elemento integrador no desenvolvimento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com