TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Disciplina Métodos de Estudo Bíblico

Por:   •  28/6/2019  •  Artigo  •  2.493 Palavras (10 Páginas)  •  256 Visualizações

Página 1 de 10

CENTRO VOCACIONAL QUADRANGULAR

INSTITUTO TEOLÓGICO QUADRANGULAR

Nome da Disciplina Métodos de Estudo Bíblico

Profº Emerson

15/05/2019

JUDAISMO

        

Miriam Garcia Sari Kovaski[1]

RESUMO

O judaísmo é a história do povo Hebreu, escolhido por Deus. Primeira religião que evoluiu do politeísmo para o monoteísmo, crença em um só Deus, surgiu e desenvolveu-se entre as tribos hebraicas sendo Jerusalém considerada cidade sagrada pelos judeus local onde foi construído o primeiro templo judaico. Possuem uma história marcada por situações de muita luta e sofrimento, perseguidos, confinados e escravizados. Em nossos dias encontramos o judaísmo disperso em todo o ocidente que preservam sua cultura com hábitos, costumes e rituais a milhares de anos, possuem muitas de qualidades etnicamente boas entre elas generosidade, hospitalidade, boa vontade para ajudar, honestidade e respeito pelos pais. Até os dias de hoje não aceitam a vinda de Jesus, não acreditam ser Ele o messias e ainda estão esperando-o e garantem que Ele ainda virá.

Palavras Chave: judaísmo – perseguição – povo eleito – Jerusalém

         Uma das religiões surgida no Oriente médio é o judaísmo, religião monoteísta, acreditam em um Deus único, “Ouve , ó Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor.”   (BÍBLIA, A.T. Deut. 6:4), também chamada de “abramica” por considerar o primeiro patriarca bíblico Abraão  e também “mosaica” por considerar Moisés como seu fundador. originada aproximadamente  no ano de 1800 a.C.

O judaísmo não é apenas uma comunidade religiosa, mas também étnica. Seu nome provém da ligação da palavra judeu que deriva de Judéia, nome de uma parte do antigo reino de Israel. Uma de suas características é ser uma religião ligada a história e  as narrativas  da Bíblia se baseiam numa crença bem definida de que Deus fez uma aliança especial com o povo escolhido,  o povo hebreu.

        As narrativas bíblicas iniciam com  relatos da inclinação pecaminosa  do ser humano através de  Adão e Eva, o mundo destruído pelo dilúvio, Sodoma e Gomorra , cidades sem Deus, são destruídas e a torre de Babel é derrubada, pois representam a tentativa humana de chegar até o céu. Cada fato histórico visto pelos autores da Bíblia como uma expressão da vontade de Deus. Através dos fatos históricos  de Abrão e Moises há o reconhecimento de um Deus só e se tornariam o povo escolhido de Deus recebendo ajuda e apoio desde que cumprissem e obedecessem às leis de Deus. Durante o Reino de Israel foi construído o santuário o novo Templo de Jerusalém, para  a onde foi transportada a Arca da Aliança, continha um recinto fechado o Santo dos Santos local que eram colocadas oferendas e um pátio no qual realizavam sacrifícios, cultos de canções e hinos, Salmos de Davi, pelos sacerdotes do Templo. Os sacrifícios, em parte,  eram uma expiação pela culpa deviam ser feitos segundo regras rigorosas, séc.X a.C reinado de Salomão. Devido as pessoas não estarem vivendo de acordo com as leis divinas O reino foi dividido em dois, Um reino Norte (Israel) e um do Sul (Judá), tendo Jerusalém como capital. O reino Sul foi conquistado pelos babilônios, 587 a.C, e parte da população deportada para o exílio na Babilônia e em 539 a.C os que desejavam obtiveram permissão para voltar a terra natal tornando-se conhecidos como judeus. Com o retorno da Babilônia começa a se desenvolver a religião. O centro do judaísmo era a vida na sinagoga, construídas em diversas cidades, local de cultos, orações e leitura das escrituras. Este tipo de serviço religioso surgiu por causa da necessidade durante o exílio na Babilônia, momento em que não havia templo onde orar.

         Nas sinagogas as atividades eram ministradas por leigos que tentavam interpretá-las e explicá-las que  com o tempo vieram os fariseus, nome dado a um grupo de  judeus

devotos ao Torá cinco primeiros livros de Moisés, Pentateuco, e também às normas relacionadas à higiene; procuravam interpretar a Lei segundo as novas condições que prevaleciam. Nessa época, o papel do Templo era secundário.

        O grande Templo de Jerusalém destruído em 587 a.C foi reerguido em 516 a.C o sumo sacerdote, os demais sacerdotes e os levitas a eles subordinados eram os responsáveis pelo culto. Após o exílio   Babilônico, o sumo sacerdote se tornou líder do Sinédrio, o conselho dos anciões, que mais tarde inclui representantes dos homens mais instruídos.

        Os judeus caíram seguidas vezes sob o domínio político estrangeiro. Em 70 d.C os romanos saqueiam Jerusalém,  o Templo é outra vez é arrasado e com isso o fim do papel desempenhado pelos sacerdotes. Desta época em diante, foi o novo formato de judaísmo, centrado nas sinagogas, que passou a predominar. Muitos judeus estavam dispersos pelo Mediterrâneo agora  eram chamados de judeus Diaspora.

        Os judeus sempre foram um povo culto assumindo lideranças nos países que se estabeleciam, conheceram o apogeu na Espanha dos séculos XII e XIII Neste período  um de seus maiores filósofo foi o Rabino Moises bem Maimon que escreveu várias obras e resumiu os ensinamentos judaicos nos Treze princípios da fé Judaica, a cabala ou “Tradição”  

Nos períodos que não havia perseguição direta, com frequência os judeus eram tratados como parias sociais. Eles eram forçados a adotar nomes facilmente reconhecíveis e a morar em áreas especiais da cidade, os chamados guetos. Numa época em que a agricultura consistia no meio mais comum de subsistência, era-lhes proibido possuir terras, o que impeliu a se destacar no comércio. (Garder,1952 p103)

         Os Judeus apesar de toda a seu conhecimento e  cultura são perseguidos desde a Idade Media ate os dias de hoje  e a sociedade cristã os acusou pela morte de Jesus e considerou o destino desse povo uma punição. A pior das perseguições ocorreu na Alemanha entre 1933 e 1945 . Milhões de judeus foram exterminados durante o regime nazista.

AS ESCRITURAS SAGRADAS

        O livro sagrado dos judeus é a Bíblia judaica equivale ao Antigo Testamento e  é organizada de maneira diferente. Compreende 24 livros , divididos em três grupos :

  • A Lei (Tora) – o Pentateuco, os cinco livros de Moises
  • Os profetas (Neviim) – os livros históricos e proféticos
  • Os escritos (Ketuvim) – os  demais livros

“Se tomarmos as letras iniciais dessas três partes, veremos que formam o acrônimo Tenakh, que é o nome judaico comum da Bíblia. Na verdade, a palavra Bíblia vem do termo grego que significa “livros”.” Gaarder (1952, p.104)

A Torá engloba todo o Antigo Testamento.  Contêm 613 mandamentos dentre eles 248 positivos 365 negativos. No entanto, quando se fala sobre a Torá, normalmente significa apenas os primeiros cinco livros do Antigo Testamento.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.9 Kb)   pdf (149.1 Kb)   docx (18.2 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com