TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Pai Nosso

Trabalho Universitário: Pai Nosso. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  17/4/2013  •  1.607 Palavras (7 Páginas)  •  478 Visualizações

Página 1 de 7

O Gerente educador e a liderança

A necessidade da gerência - Qualquer grupo social precisa ser gerenciado por uma pessoa que o guie para atingir os objetivos comuns ou satisfazer os interesses dos seus membros. A anarquia (homens sem governo) é uma utopia, ainda que filosoficamente atraente. Desde os tempos mais remotos da tribo primitiva, os homens tiveram gerentes. Ainda que não com esse nome. Evoluir o homem, fazê-lo passar de autômato a consciente de suas responsabilidades e da sua posição no mundo são responsabilidades primordiais do gerente.

Razão administrativa e racional - Dentro do processo do trabalho são necessárias pessoas que distribuam as responsabilidades em função das características individuais que: planejem, organizem, coordenem e controlem os esforços dos indivíduos e determinem o melhor caminho a seguir. Assim, concluímos que dentro de qualquer grupo social quem lidera, gerencia é a peça mestra e catalisadora das energias individuais. Quem é um líder?

"Líder é todo indivíduo que, graças à sua personalidade, dirige um grupo social, com a participação espontânea dos seus membros". "Líder é a pessoa capaz de atingir o extraordinário lidando com o convencional". Danny Cox "Liderança é inteligência, credibilidade, humanidade, coragem e disciplina". Sun-Tzu (chinês 480-221 a.C). “Liderança emana de conhecimento, da perícia, das habilidades interpessoais e não do nível de autoridade.” Cada um pode e deve ser um líder. As qualidades da liderança não são mais mistérios distantes e inatos - elas podem ser aprendidas. Os líderes removem as barreiras que impedem as pessoas e as máquinas de atingirem o ótimo. Sonhar, saber, planejar e agir são palavras-chaves.

Diferença fundamental:

* um chefe contenta-se com tarefas;

* um líder consegue entusiasmo, interesse pelo trabalho e cooperação.

Nove atributos da liderança

1 - Confiança: em si, nos outros, na sua causa e no seu trabalho.

2 - Otimismo: crença de que o objetivo não é só bom como também será alcançado.

3 - Conhecimento: uma compreensão dos problemas fundamentais, do que precisa ser feito.

4 - Determinação: capacidade de ponderar as opções, tomar decisões e conquistar a aceitação do grupo.

5 - Mente aberta: respeito pela opinião dos outros e disposição para trabalhar com pessoas de diferentes personalidades.

6- Participação: disposição para ajudar até mesmo em tarefas das mais humildes, para se colocar à frente e apoiar os esforços feitos pelos membros do grupo.

7 - Paciência: disposição para amadurecer as idéias, para planejar adequadamente e aguardar a hora certa de agir.

8 - Coragem: para suportar críticas, fazer sacrifícios e resistir às pressões, bem como para prosseguir, apesar das adversidades.

9 - Comunicação: habilidade para entender o que os outros estão querendo dizer e comunicar decisões e planos de ação de forma clara e objetiva.

As mensagens enviadas têm significado apenas na mente de quem as recebe. O que você quis dizer não significa nada, se não tiver o mesmo significado na mente de quem recebeu sua mensagem.

Convicções fundamentais

1 - A função do gerente é, a par de uma visão global da realidade, fixar objetivos e estabelecer metas.

2 - A função do gerente é educar.

3 - A função do gerente é comunicar.

4 - A função do gerente é manter, em níveis harmoniosos, as relações interpessoais e interdepartamentais.

5 - A função do gerente é inovar e despertar a criatividade.

6 - A função do gerente é delegar (não é passar o abacaxi), como estímulo à iniciativa, à responsabilidade e ao auto-desenvolvimento. Um dos discursos sobre motivação mais poderosos do mundo resume-se em apenas quatro palavras: "Acredito na sua capacidade".

7 - A função do gerente é conduzir mudanças inteligentemente buscando a expansão da qualidade das pessoas, do departamento, dos produtos, dos serviços e da empresa, como meio de sobrevivência e garantia de sucesso.

8 - A função do gerente é gerenciar cada pessoa como indivíduo e não simplesmente como pequena parte de um grupo maior.

Para gerenciar e educar pessoas na organização

Não bastam títulos como: diretor, gerente, chefe (esse nem mais utilizado) ou encarregado, para que isso signifique prestígio e competência para que as pessoas realizem

um desempenho excelente. É preciso uma série de habilidades, aptidões e conhecimentos. Isso quer dizer: aprender o ofício da gerência.

* Condição técnica - implica na compreensão e domínio dos métodos, processos, procedimentos e técnicas referentes a um determinado tipo de atividade.

* Condição humana - compreende a habilidade para trabalhar com eficiência como membro de grupo. Consiste em obter um esforço conjugado da equipe que supervisiona. A condição humana ocupa-se essencialmente com o trabalho das pessoas.

* Condição conceitual - significa considerar a empresa como um todo e, graças à imaginação e ao pensamento construtivo, prever a longo prazo. Compreende a faculdade de reconhecer como e porque as diferentes funções de uma organização dependem umas das outras. Se estende à percepção das relações de uma empresa com as outras e com a comunidade, com as forças políticas, sociais e econômicas. O reconhecimento dessas relações e a percepção dos elementos significativos de cada situação permitem atuar de uma maneira global em benefício da organização (raciocínio sistêmico).

Atribuições do gerente

1 - Como técnico: deve planejar o trabalho; conhecer o funcionamento e a operacionalização de métodos, técnicas, materiais e processos do seu campo de atuação; conhecer os meios de melhorar métodos;

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.3 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com