TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESUMO DO LIVRO NOSSO SILENCIO CULPADO

Por:   •  14/5/2016  •  Artigo  •  10.107 Palavras (41 Páginas)  •  362 Visualizações

Página 1 de 41

RESUMO DO LIVRO NOSSO SILENCIO CULPADO

Porque alguns de nós somos tão silenciosos quanto a pregação do evangelho?

Na certeza de que precisamos refletir sobre esta questão, vamos estudar o livro de John Stott: “Nosso Silêncio Culpado – A Igreja, O Evangelho e o Mundo” (Editora Esperança). Para o autor, este silêncio acontece ou porque não temos nenhum incentivo relevante para falar, ou não sabemos o que dizer, ou não estamos convencidos de que é nossa tarefa, ou não acreditamos que faremos qualquer diferença porque temos esquecido a fonte de nosso poder

CAPITULO -1  A GLÓRIA DE DEUS

O INCENTIVO EVANGELISTICO

O que deve nos incentivar?

O homem sabe o que fazer...mas tem uma tendência a preguiça...por ser racional precisa que lhe digam não apenas o que fazer, mas porque deve fazê-lo.

Um exemplo é que acontece na industria, comercio e serviços publicos, os incentivos oferecidos é de acordo com os interesses pessoais do funcionário. Ou seja pra melhorar o seu serviço recebem recompensas de bõnus, maior salário, extras, folga, ferias mais longa,etc.  (No entanto sua obrigação deveria ser feita da melhor maneira possivel como resultado do senso de responsabilidade). No evangelismo também precisamos de incentivo, pois é o trabalho mais dificil e perigoso da igreja, pois estamos encarando o inimigo na linda de frente. Precisamos ser estimulados pelo incentivo correto e nos corrigir nos incentivos errados.

Veremos alguns desses incentivos que estão de acordo com a palavra e a vontade de Deus para evangelizarmos com a motivação correta:

OBEDIENCIA E AMOR

O que incentiva o cristão a ser ativo em seu testemunho? A obediencia a Cristo em suas ordens e suas palavras. ( O amor de Cristo nos controla! Esse amos nos constrange a amar outros por que cristo amou primeiro e morreu por estes "também" não somente por nós.) Seu amor por nós, nos fazem querer viver pra Ele e pra gória do nome d'Ele. Fazemos  Jesus o nosso SENHOR e queremos obedecer aos seus mandamentos..onde o ultimo foi:  IR E FAZER DISCIPULOS. Nosso maior incentivo dever o amor a Cristo demonstrado em obediencia a sua ordenancia de evangelizar o mundo.

Deus enviou Jesus... Jesus enviou seu Espirito Santo e enviou a igreja a pregar no poder do  seu Espirito Santo o seu nome. Essa ordem aconteceu cronologicamente e ao entedermos essa ordem, nos voltamos progressivamente a direção onde tudo começou pra chegarmos ao fundamento de tudo: JESUS É O ÚNICO CAMINHO PARA DEUS.

1º INCENTIVO - AMOR A DEUS E CRISTO: Obediencia a Deus é o primeiro mandamento.

2º iNCENTIVO- AMOR AOS PERDIDOS : Amor ao próximo é o segundo mandamento.

É importante salientar que o maior bem que do homem não é alimentação, veste, abrigo,moradia, nem saúde do corpo e mente...Mas é seu relacionamento com Deus!

Porque o homem é fundamentalmente ESPIRITUAL. A fonte do verdadeiro pão é o evangelho verdadeiro , o pão dó céu é Jesus a palavra de Deus que veio pra nos dar vida. No entanto não podemos ignorar a necessidade do corpo e a alma do homem. O instimulo da obediencia a Deus e a compaixão ao proximo não é o incentivo mais forte para a evangelização. O maior incentivo como exemplo de Paulo e Pedro é o nome de JESUS. A maior causa de alegria, poder , conversão, curas, libertação e perseguição era a proclamação do nome de JESUS. Por amor ao seu nome é uma preocupação em honrar o se nome no mundo! Toda glória é para o nome de jesus, tudo que falamos ou fizermos é pra seu nome ser conhecido e proclamado. Reconhecer que seu nome está acima de todos os nomes (Fp 2:9-12).

UM DEUS CIUMENTO

Deus é um Deus zelozo, um Deus ciumento! O ciume humano é considerado um pecado, estar relacionado com as obras da carne(Gl 5:19), como pode ser atribuido ao um Deus santo?O ciúme por ser bom e mal, é considerado neutro, ou seja é situação que vai determinar sua verdadeira indentidade (bom ou mal).É a sua causa que irá demonstrar se este sentimento é bem intencionado ou mal intencionado. O significado de ciúme é uma intolerancia aos rivais, portanto é uma virtude ou pecado se s presença do rival for legitima. Existem o ciúme do comercio, competição, empresas, jogos. Mas estes não tem direito de sentir ciúmes do rival já que eles não tem dominio sobre os outros componentes de situação.

Em relação ao casamento ou filiação paterna existe uma hierarquia, um poder dado por um contrato estabelecido pelo própi Deus. Como principio para o relacionamento humano familiar.Portanto a terceira pessoa que surge como rival no casamento dá o direito de ser ciumento ou zelozo com a aliança de matrimônio. Assim Deus estabeleceu sua aliança com Israel e todas as vezes que é quebrada com adultérios da idolatria, Deus é um Deus ciumento. Mas agora Deus estabelece uma nova aliança eterna por meio de Cristo no qual a sua noiva é a igreja e deve ser fiel ao seu noivo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (59.4 Kb)   pdf (379.9 Kb)   docx (33.6 Kb)  
Continuar por mais 40 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com