TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A possibilidade do combate à intolerância

Por:   •  20/12/2018  •  Trabalho acadêmico  •  484 Palavras (2 Páginas)  •  7 Visualizações

Página 1 de 2

                                  A possibilidade do combate à intolerância

   O curso O Humano e o Fenômeno Religioso nos revela as diversidades das religiões do ser humano, a fim de conhecermos e respeitarmos o desconhecido, quebrando assim os preconceitos produzidos pelo o senso comum.

   Um problema que está presente em nossa realidade é: possuirmos um conhecimento completo e coerente somente de nossa religião, assim, quando entramos em contato com o desconhecido, utilizamos discursos saturados de senso comum, agindo de maneira preconceituosa e desrespeitosa, como se somente a sua religião fosse sagrada. Por exemplo: um filho de família protestante pergunta ao seu pai a respeito da Umbanda, e o seu pai o repreende, dizendo que esta religião é ‘’do mau’’, pertencente ao Diabo.

    Infelizmente o problema mencionado no exemplo está muito existente na atualidade, há muitos que olham as religiões fora do Cristianismo, como a Umbanda, Macumba, Hinduísmo, Budismo, Espiritismo, Islamismo, ente outros, com olhar de desprezo, pois segundo as suas convicções dogmáticas: ‘’elas são de Satanás’’, somente a sua religião é a verdadeira e correta, as outras não são sagradas e indignas.

     Esse pensamento é passado de geração em geração, e as vezes nos deparamos defendendo esse conceito, pois se tornara algo tão natural e comum, que não nos permitimos refletir o porquê compactuamos com isto.  

     O Estado Islâmico é repleto de fundamentalismo religioso, ao somente aceitar os convertidos ao Islã, e aniquilar de maneira violenta quem não está adepto e convertido aos seus ensinos. Podemos pensar que somos diferentes e não chegamos a esse extremismo, porém, na essência somos tão intolerantes quanto eles.

      Aqui no Brasil, há casos de religiosos que destroem imagens de Santos pertencentes à igreja Católica, como também invadem Centros de Umbanda a fim de destruir os seus Orixás. Pensam que assim estão combatendo o mau, porém só propaga mais o ódio e intolerância ao diferente.

       No entanto, é possível sim combater o fundamentalismo e a intolerância religiosa, com a conscientização: precisamos saber que acima de nossas religiões, somos todos iguais: humanos, que possuem sentimentos, pensamentos, família e direitos. Não podemos deixar que crenças, e religiões nos separem uns dos outros, pois em todas são apresentadas as ideias de união e paz uns com os outros, agindo assim estaremos sendo incoerentes e hipócritas.

        É preciso o respeito a crenças opostas, e saber que da mesma forma que a sua crença é sagrada e importante para você, a do seu próximo também é, e esta não é menos valiosa por não ser igual a sua. Todas as religiões possuem as suas singularidades, porém, nenhuma é mais importante que as demais, todas pregam a paz de diferentes maneiras, que possamos fazer jus a essas crenças.    

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.9 Kb)   pdf (64.5 Kb)   docx (11 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com