TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Leitura E Sentidos Do Texo

Por:   •  28/3/2014  •  477 Palavras (2 Páginas)  •  345 Visualizações

Página 1 de 2

Leitura e os sentidos do texto

Concepção de leitura, Estratégias de leitura e Leitura e a produção de sentidos.

A importância de se cultivar o hábito de leitura, sua necessidade na nossa vida, bem como a leitura nas escolas na formação de leitores é entendida como um processo de decifração que perpassa pela concepção, por estratégias, além da leitura e produção dos sentidos.

Saber ler não é apenas ler é sim aprender e raciocinar. Para entender o significado do texto que esta lendo o leitor tem de elaborar uma interpretação, não é fácil ler um texto sem conseguir construir uma interpretação. Ler é compreender, é um processo de construção de significados sobre o texto que pretendemos compreender. Pois se o aluno o ler compreensivamente e aprender a partir da leitura, ele estará aprendendo a aprender. A leitura, na sua concepção, tem como finalidade aproximar as pessoas dos livros, oferecendo recursos para que possam interpretar e compreender os textos lidos, e ampliar a capacidade que possam manifestar sentimentos e opiniões.

Para uma boa leitura, geralmente recorremos há algumas estratégias na construção dos sentidos e ela começa com antecipações e hipóteses com base em nossos conhecimentos. Inicialmente levantamos hipóteses ao nos depararmos com o título do texto, que no decorrer da leitura do texto será confirmada ou não. Colocando em pratica a leitura nos respaldaremos em nossos conhecimentos arquivados na memória, arquivamos novas informações, interferimos, comparamos, questionamos , criticamos, avaliamos e procuramos sentido no que lemos. Ou seja, dirigimos nosso processo de leitura.

Durante o processo de leitura, o leitor desempenha papel ativo (produção dos sentidos), sendo que a capacidade central do ser humano de dar direção às coisas do mundo permite ao indivíduo fazer sentido do que lê, indo muito além do que está explícito ou prontamente acessível, pois o sentido não reside apenas no texto, mas depende sempre de um interpretador, a saber, o leitor. Por essa razão fala-se de um sentido para o texto, não do sentido, visto que, na atividade de leitura, ativa-se: lugar social, vivências, relações com o outro, valores da comunidade e conhecimentos textuais. Dessa forma, o significado não está embutido ou inscrito totalmente no texto escrito. Embora o texto carregue um sentido pretendido pelo autor, ele é polissêmico e, como tal, oferece possibilidades de ser reconstruído a partir do universo de sentidos do receptor, que lhe atribui coerência através de uma negociação de significados.

Nessa perspectiva, A leitura é uma atividade na qual se leva em conta as experiências e os conhecimentos do leitor; e exige do leitor bem mais que o conhecimento do código linguístico, uma vez que o texto não é simples produto da codificação de um emissor a ser decodificado

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com