TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A INTERAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA NUMA PERSPECTIVA DE

Por:   •  10/10/2013  •  4.726 Palavras (19 Páginas)  •  348 Visualizações

Página 1 de 19

INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem como finalidade apresentar um projeto de intervenção realizado em uma escola pública da rede estadual da cidade de Trindade-Go.

Percebe-se que a educação de qualidade hoje, é imprescindível no âmbito escolar frente às políticas públicas pregadas aos sistemas de ensinos, e diante de tal compromisso entende-se que um dos caminhos a ser percorrido passa a se chamar interação entre família e escola. Ou seja, a grande tarefa é desafiante para ambas, pois é nelas que se formam os primeiros grupos sociais de uma criança.

A educação assume uma importante missão que gere compromisso de praticas educativo que possam gerar o pleno desenvolvimento do aluno, uma vez que, através das escolas estratégicas são articuladas para essas duas entidades que são a família e a escola, que por estarem juntas com objetivos comuns a ser alcançados melhor dizendo o sucesso dos alunos no processo de ensino aprendizagem.

Um ponto que se faz maior diferença nos resultados da educação nas escolas é a proximidade dos pais no esforço diário dos professores. Contudo, este é um cenário que pouco se vê nas escolas publicas, infelizmente, são poucas as escolas que podem se orgulhar de ter essa aproximação maior com os pais ou ate de realizar algumas ações nesse sentido.

Essa realidade tornou-se o motivo que nos impulsionou a explorar o tema, tendo como objetivos compreender a importância da interação entre família e escola e vice-versa.

Após a escolha da escola o presente projeto realizar-se a através de avaliações interna e externas, externas aplicado nas classes do 1º ano e 9º ano do Ensino Fundamental , diagnosticando a necessidade desse plano de intervenção para atender aos alunos que apresentaram resultado pouco expressivo nas capacidades relacionadas à Leitura.

Espera-se que esses dados sejam usados a serviço de um trabalho pedagógico emergencial que propicie a consolidação das capacidades de leitura e escrita das referidas classes para que os alunos tornem-se leitores mais proficientes e dentro de um espaço de influência para família e gestão.

A leitura é uma das habilidades mais importantes e fundamentais que podem ser desenvolvidas pelo ser humano. É a partir da leitura de mundo que o aluno pode compreender a realidade em que ela está inserida e chegar a importantes conclusões sobre o seu mundo e os aspectos que o compõem.

A formação de leitores é uma das principais tarefas da escola. Para tanto, ela deve comprometer-se, através de um projeto educativo, com a intermediação da passagem do leitor de textos facilitados (infantis ou infanto-juvenis) para o leitor de textos de complexidade real. Com ajuda do professor e de outros leitores, o aluno pode desenvolver a competência leitora, pela prática de leitura.

Esse projeto também será desenvolvido devido a falta de leitura fluente dos alunos, escrita com muitos erros ortográficos, pouco conhecimento dos diversos tipo de gêneros textuais e suas funções sociais, baixo nível de compreensão do que se lê, não compreendem adequadamente o enunciado das questões, entre outros.

O conhecimento é uma transformação permanente a partir do conhecimento que já existe, ou seja, através do conhecimento vai-se construindo novas formas de pensar e atuar na realidade. Essa busca do professor para que o conhecimento seja disseminado é também sua própria busca, sendo sujeito do processo de ensino. E, o gestor escolar tem papel importante no auxílio aos professores, para que eles encontrem no processo de ensino uma forma de crescerem no conhecimento, dando aos seus alunos condições também de se desenvolverem na aprendizagem e no convívio social.

Dessa forma, "ensinar e aprender, hoje não se limita ao trabalho dentro da sala de aula, implica modificar o que fazemos dentro e fora dela", ou seja, o ensino deve estar voltado para os avanços tecnológicos, usufruir do que eles podem oferecer de melhor e com consciência de que nós só podemos conectar com aquilo que gera aprendizagem saudável. (VIEIRA, 2003, p. 52)

Com uma visão mais ampla do ato de ensinar, a escola com propostas mais flexíveis, mais versáteis o gestor educacional atua no sentido de favorecer o desenvolvimento de uma instituição escolar mais estruturada e, ao mesmo tempo mais democrática, com uma prática mais circunscrita à realidade brasileira, centrada na melhoria da qualidade do ensino e no fortalecimento da unidade escolar. Dessa forma, a educação dentro da escola fundamentada na gestão educacional democrática, deve ser transmissora de conhecimento, mas também deve buscar a valorização do humano, a formação do cidadão e, num nível mais elevado a busca da liberdade, auxiliar os educando a descobrirem a si

...

Baixar como (para membros premium)  txt (31.4 Kb)  
Continuar por mais 18 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com