TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Clima Organizacional: Um Estudo Comparativo Entre Modelos De Avaliação De Clima Em Instituições De Ensino Superior

Monografias: Clima Organizacional: Um Estudo Comparativo Entre Modelos De Avaliação De Clima Em Instituições De Ensino Superior. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/11/2013  •  4.579 Palavras (19 Páginas)  •  428 Visualizações

Página 1 de 19

Clima Organizacional: um estudo comparativo entre modelos de

avaliação de clima em instituições de ensino superior

Camila Furlan da Costa1 Deise Antunes Rambo1,2 Igor Baptista de

Oliveira Medeiros1

Kathiane Benedetti Corso1

camila_adm@ibest.com.br deiserambo@yahoo.com.br ig_bom@yahoo.com.br kathi_corso@yahoo.com.br

1 Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Curso de Administração – Santa Maria, RS, Brasil

2 Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Curso de Ciências Contábeis – Santa Maria, RS, Brasil

RESUMO

O presente artigo apresenta um estudo comparativo entre dois modelos de avaliação de clima

organizacional em instituições de ensino superior, sendo baseado nos modelos de categorias de

análise de clima desenvolvidos por Rizzatti (1995) e Silva (2003). A pesquisa foi caracterizada como

bibliográfica, utilizando-se do método comparativo entre os modelos utilizados. A análise

comparativa revelou que os dois modelos apresentam semelhanças na grande maioria de seus fatores

propostos; alguns, entretanto, com nomenclaturas distintas, mas cujo conceito é afim. Percebeu-se

também que o modelo de Rizzatti é mais abrangente, abordando as variáves avaliação institucional e

satisfação pessoal, que não são elencados por Silva, e de fundamental importância. Neste contexto,

pode-se concluir que não há uma metodologia para avaliação do clima em instituições de ensino

superior que seja ideal, mas faz-se necessário agregar e adaptar esses modelos tendo em vista as

peculiaridades da organização a ser avaliada.

Palavras-chave: Clima organizacional. Análise comparativa. Instituições de ensino superior.

1. INTRODUÇÃO

O cenário socioeconômico atual, que passou por diversas mudanças nos últimos anos,

têm feito as organizações, sejam elas públicas ou privadas, a investirem em novas formas de

gestão a fim de melhorar seu desempenho e atingir as metas estabelecidas na sua missão. A

evolução das sociedades tem nos mostrado que os recursos humanos sempre foram os

propulsores dos grandes avanços realizados pela humanidade até hoje, visto que ao se deparar

com uma adversidade, o capital humano cria alternativas que modificam a forma de se viver

em sociedade.

Desse modo, o Estado tem buscado, principalmente a partir da década de 90, novas

formas de gerir seus recursos humanos, e nesse contexto estão inseridas as instituições de

ensino superior. Segundo RIZZATI (2002), nas universidades, um dos fatores que deve ser

repensado relaciona-se com a melhoria no ambiente de trabalho e a satisfação dos seus

múltiplos usuários em relação ao clima presente na instituição, principalmente nas funções

administrativas.

O autor acrescenta ainda, que repensar passa por incorporações de técnicas modernas,

preparação do pessoal de apoio e infra-estrutura, e conscientização de seus agentes para o

processo de desenvolvimento institucional, principalmente quanto à forma continuada de

melhorar o ambiente de trabalho proporcionando um clima favorável no trabalho. Na visão de

CHAMPION (1979), o clima organizacional reflete o comportamento organizacional, isto é,

atributos específicos de uma organização, seus valores ou atitudes que afetam a maneira pela

qual as pessoas se relacionam no ambiente de trabalho.

Este estudo tem como objetivo analisar, através da percepção de autores distintos,

como o clima de instituições de ensino superior pode ser avaliado, constatando as

semelhanças e diferenças existentes entre os modelos especificados pelos autores. Para

alcançar os objetivos estabelecidos o artigo está estruturado em sete etapas, incluindo as notas

introdutórias. A segunda e terceira abordam a revisão bibliográfica sobre as Instituições de

Ensino Superior e Clima Organizacional. Em seguida trata-se do método de estudo utilizado

para desenvolver o tema em questão. A quinta etapa, portanto, apresenta os modelos de

avaliação de clima de Rizzatti e Silva, bem como a análise comparativa dos mesmos. Por fim

fazem-se as considerações finais sobre o estudo.

2. INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

A universidade é uma instituição de ensino superior que, em geral, compreende

faculdades ou escolas em número variável, agrupadas em centros de ciências humanas, sociais

e científico-tecnológicos, com autoridade para conferir títulos de graduação e pós-graduação

em geral, num contexto sócio-político. É também um centro difusor dos valores da cultura

nacional e universal, além das atividades propriamente educativas, que tem o intuito de

realizar tarefas de pesquisa pura e aplicada de grande abrangência. Uma das mais importantes

características diferenciais da universidade com relação a outras organizações, é a de que ela é

formada

...

Baixar como (para membros premium)  txt (35.9 Kb)  
Continuar por mais 18 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com