TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Contexto Econômico Brasileiro E Seus Aspectos

Trabalho Escolar: Contexto Econômico Brasileiro E Seus Aspectos. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  6/6/2013  •  356 Palavras (2 Páginas)  •  270 Visualizações

Página 1 de 2

O atual contexto brasileiro demonstra a importância de desenvolvermos ações para a consolidação do comércio justo e solidário como política de desenvolvimento social e alternativa de trabalho e renda, tanto em nível político como econômico.

A afirmação do bom contexto político se justifica pelo envolvimento das entidades públicas e privadas na construção do SNCJS e também pela quantidade de atores da produção, comercialização e consumo solidários, articulados em redes locais e nacionais, que hoje conhecem, participam e opinam no processo de construção do marco jurídico e político desta proposta. O lançamento de editais de apoio direto à comercialização por mais de uma secretaria de estado, entre outros órgãos públicos, também é prova desta afirmação.

Desde o ponto de vista econômico, o contexto também se coloca favorável pelos dados de produção e do consumo solidários: na ponta da produção temos 21.854 empreendimentos econômicos solidários (reconhecidos pela pesquisa nacional feita pela SENAES/MTE), que operam R$ 191.451.037,00 por ano, entre produção agrícola, artesanal, alimentício e têxtil.

Na ponta do consumo, os dados apontam que o potencial de demanda por produtos alternativos cresce em taxas de 20% ao ano (conforme estudos do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), muitas vezes não concretizado por falta de canais de venda e distribuição destes produtos. Ou seja, a consolidação do comércio justo já encontra justificativa, tanto em nível de oferta quanto de demanda, os que faltam são canais de aproximação entre produtores e consumidores.

E isto também se justifica pelo fato de que quase 70% desses 21.859 empreendimentos reconhecidos como da Economia Solidária no Brasil, apontaram a comercialização como o grande obstáculo na consolidação de seus empreendimentos. Empreender tarefas que facilitem o acesso ao mercado e à construção de novos canais solidários de comercialização, são a ordem mais prioritária para a força desta nova economia.

Ainda dentro deste estudo, percebemos a limitação do alcance das vendas destes EES. Do total, 80% comercializam no seu município através de venda direta (para intermediários locais), e apenas 2,8% conseguem alcançar o mercado nacional. Por outro lado, a concentração do consumo, em nosso país é enorme, onde apenas um Estado (São Paulo) concentra 60% de poder de compra do país.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com