TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estrutura De Mercado Setor Supermercadista

Ensaios: Estrutura De Mercado Setor Supermercadista. Pesquise 794.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  16/10/2014  •  1.395 Palavras (6 Páginas)  •  2.979 Visualizações

Página 1 de 6

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO..........................................................................................................4

2 DESENVOLVIMENTO..............................................................................................5

3 CONCLUSÃO ..........................................................................................................9

REFERÊNCIAS .....................................................................................................10

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem por objetivo entender melhor os assuntos estudados sobre, macroeconomia e microeconomia, seminário, ética, política e sociedade e métodos quantitativos de uma forma objetiva e clara. Estes assuntos são indispensáveis para a formação de um bom administrador.

Em relação à microeconomia e macroeconomia existem três grandes temas relevantes sobre o nível de produção e o emprego, a taxa de câmbio e a inflação. Sabe-se que no mundo globalizado, tem-se a necessidade das empresas buscarem instrumentos de apoio capazes de proporcionar maior segurança e agilidade ao processo de tomada de decisões. A ética política e sociedade As concepções éticas nascem e se desenvolvem como respostas aos problemas sociais e políticos, históricos, concretos surgidos nas relações entre os homens, em especial os problemas que se relacionam com o comportamento moral.

2 DESENVOLVIMENTO

a ) Microeconomia e Macroeconomia

Microeconomia: Trata das escolhas dos indivíduos quanto à afetação dos recursos escassos que têm disponíveis, a afetação das coisas. Assim, estuda os fundamentos das escolhas económicas de cada indivíduo e a sua evolução com a alteração dos preços das coisas. Além de considerar as decisões individuais, a Microeconomia pode ainda considerar um certo nível de agregação. No entanto a agregação é sempre de coisas idênticas (homogéneas) e em quantidades e por questões de sistematização, pode ser dividida em diversas “especialidades”, nomeadamente a teoria do consumidor, a teoria do produtor, teoria dos mercados, teoria dos bens públicos, etc.

Macroeconomia: É a parte da teoria econômica que estuda os agentes econômicos em seu conjunto. Tem como objetivo determinar os fatores que interferem no nível total da renda e do produto de uma economia, o objetivo é obter uma visão simplificada do funcionamento da economia que, porém, permita ao mesmo tempo conhecer e atuar sobre o nível da atividade econômica de um determinado país ou de um conjunto de países. Ou seja, analisar como são determinados os preços e as quantidades dos bens produzidos e dos fatores de produção existentes na economia. Resumindo, determinar os fatores que influenciam o nível da renda e do produto do sistema econômico.

O oligopólio diferenciado é marcado pelo fato de que a natureza dos produtos possibilita às empresas uma disputa pelo mercado mediante a utilização da estratégia de diferenciação.

A concorrência em preços embora não esteja descartada não é um recurso habitual, não só porque ela poria em risco a estabilidade do mercado e a própria sobrevivência das empresas, mas também porque o esforço permanente de vendas, em nível elevado, requer mark ups muito altos qualquer movimento irregular de preços teria uma incidência proporcionalmente grande sobre os custos indiretos unitários, que são muito altos devido ás despesas de publicidade e comercialização afetando seriamente as vendas e/ou o nível dos lucros.

A diferenciação de produtos possui implicações específicas sobre a estrutura de mercado e sobre a dinâmica global da concorrência.

b ) Medidas Quantitativas Aplicadas à Gestão Empresarial

Medidas de Tendência Central

A Tendência Central é um valor central agrupado de vários dados numéricos sendo caracterizado e podendo ser utilizado para representar todos em um único numero. Utilizando de três técnicas a MÉDIA, que considera os seus valores extremos, é a mais utilizada, principalmente quando não há valores aberrantes, sendo a medida mais conveniente para cálculos posteriores, A MEDIANA deve ser usada, sempre que possível, como medida representativa de distribuições fortemente assimétricas, pois o seu valor não é afetado por valores extremos, a MODA é usada quando há interesse em saber o ponto de concentração do conjunto ou o tipo de distribuição que se está analisando.

As Medidas de Dispersão são utilizadas para avaliar o grau de variabilidade, ou dispersão, dos valores em torno da média, ou seja descreve os dados no sentido de informar o grau de afastamento dos valores em torno do valor central e indica se um conjunto é homogêneo ou heterogêneo. A média, a medida de localização mais importante, também utilizada na Tendência Central, que se define a principal medida de dispersão a variância, é a medida que se obtém somando os quadrados dos desvios das observações da amostra, relativamente à sua média, e dividindo pelo número de observações da amostra menos um. Uma vez que a variância envolve a soma de quadrados, a unidade em que se exprime não é a mesma que a dos dados. Assim, para obter uma medida da variabilidade ou dispersão com as mesmas unidades que os dados, tomamos a raiz quadrada da variância e obtemos o desvio padrão. O desvio padrão é uma medida que só pode assumir valores não negativos e quanto maior for, maior será a dispersão dos dados.

Técnicas de Amostragem Probabilísticas: garantem a possibilidade de realizar afirmações com base nas amostras. Normalmente, todos os elementos possuem a mesma probabilidade de serem selecionados. Assim, considerando N como o tamanho da população, a probabilidade de cada elemento ser selecionado será 1/N. Estas técnicas garantem o acaso na escolha.

b ) Os números-índices

São medidas estatísticas, para comparar grupos de variáveis relacionadas

relacionadas entre si e obter um quadro simples e resumido das mudanças significativas em áreas relacionadas como preços de matérias-primas, preços de produtos acabados, volume físico de produto etc. Podem ser simples quando houver uma única variável, e composto quando há duas ou mais variáveis inclusas.

Isto é, são medidas estatísticas frequentemente usadas por administradores, economistas e engenheiros, para comparar grupos de variáveis relacionadas entre si e obter um quadro simples e resumido das mudanças significativas em áreas relacionadas como preços de matérias-primas, preços de produtos acabados, volume físico de produto etc. É de grande a importância dos números-índices para o administrador, especialmente quando a moeda sofre uma desvalorização constante e quando o processo de desenvolvimento econômico acarreta mudanças continuas nos hábitos dos consumidores, provocando com isso modificações qualitativas e quantitativas na composição da produção nacional e de cada empresa individualmente.

c ) Deflação de Dados: É o processo inverso à inflação, uma diminuição do índice de preços no consumidor, uma queda de preços, aumenta o valor real do dinheiro, isto é, compra-se uma maior quantidade de bens com a mesma quantidade de moeda. A deflação está normalmente associada a períodos de recessão - como a Grande Depressão. Quando a moeda em circulação ganha valor relativamente às mercadorias, serviços e moedas estrangeiras. A deflação caracteriza-se pela baixa dos preços de alguns produtos no mercado de forma não generalizada, e não contínua. Pode ser gerada pela baixa procura de determinados produtos ou serviços, ou pela maior oferta, menor demanda e pelo volume de moeda em circulação.

3 Ética, Politica e Sociedade

Vivemos em uma sociedade baseada no consumo, influenciada pelo marketing das empresas. As pessoas se deixam influenciar excessivamente pela mídia, o que é comum

em um sistema dominado pelas preocupações de ordem material, na qual os apelos do capitalismo calam fundo na mente humana. Não é à toa que o universo contemporâneo no qual habitamos é conhecido como “sociedade de consumo”. Elas sentem cada vez mais necessidades.

Tendo como finalidade assegurar a conduta ética no ambiente corporativo, no Brasil existe o Código de ética elaborado pelo Comitê de Ética. Que tem como dever esclarecer dúvidas e avaliar as infrações do Código de Ética.

3 CONCLUSÃO

Após explorar o assunto, pode-se concluir que podemos utilizar dados estatísticos, no cotidiano econômico, para tomar decisões importantes, agindo eticamente se preocupando com a satisfação e a necessidade de todos. Os assuntos abordados no referido trabalho, são indispensáveis para a formação de um bom administrador, de certo modo estes assuntos são de suma importância, fazendo com que um esteja ligado ao outro.

No dia-a-dia de um bom administrador as áreas de macroeconomia, microeconomia, métodos quantitativos, ética, política e sociedade são fatores muito fortes em relação à tomada de decisões, em um ambiente de trabalho que é exigido atualmente com tanta competitividade. Tendo esclarecido estes assuntos a tomada de decisões se torna mais eficaz e correto sendo o diferencial na carreira do administrador.

REFERÊNCIAS

FRANCO REZENDE, Lakson e SOUZA CARMO, Carlos Roberto. Métodos Quantitativos aplicados à gestão de Custos: um estudo sobre ferramentas para a aplicação do custeamento variável e potencializarão de sua utilidade gerencial. Edição 21ª. Uberlândia: Editora RIGC, 2013.

JESUS, Maria Margarida Nascimento – Ética Atividade Empresarial, Cultura e Valores Éticos en las Empresas Algarveñas. Tese de Doutoramento, Universidade de Huelva, 2001.

www.coladaweb.com/estatistica/numeros-indices Acesso em 10 de out, 2014

...

Baixar como  txt (9.8 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »