TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fluxograma De Produção

Por:   •  7/8/2013  •  541 Palavras (3 Páginas)  •  517 Visualizações

Página 1 de 3

Fluxograma de Produção

O fluxograma de produção é basicamente uma forma mais clara de um planta de processo de uma empresa, indicando cada item que tem nessa planta e o que ocorre no mesmo, deve ter frases diretas e pequenas para evitar o cansaço na leitura.

O fluxograma é uma representação de um processo que utiliza símbolos gráficos para descrever passo a passo a natureza e o fluxo deste processo. O objetivo é mostrar de forma descomplicada o fluxo das informações e elementos, além da sequência operacional que caracteriza o trabalho que está sendo executado.

fluxograma

As etapas do fluxograma são apresentadas utilizando-se figuras geométricas que podem ser círculos, triângulos, retângulos, linhas ou setas, sendo que cada símbolo possui um significado importante. Quando pretendemos descrever um processo através de fluxogramas, as formas mais comuns de disposição são: de forma linear (Fluxograma Linear) ou de forma matricial (Fluxograma Funcional ou Matricial).

Os agentes biológicos são classificados de acordo com o risco que eles apresentam, são divididos em quatro níveis: o primeiro é que oferece baixo risco as pessoas adultas e também um baixo risco para a sociedade, no segundo nível de segurança se encaixam os agentes biológicos que oferecem um moderado risco para a pessoa e um risco limitado para a sociedade, quando o risco individual é alto e há um moderado risco para a comunidade esses agentes entram no terceiro nível de risco, o quarto nível se encaixam os agentes que oferecem riscos mais altos individualmente e para a comunidade, e ainda possui uma classe de risco especial onde nela existe um alto risco de causar doença animal grave e houver uma disseminação no meio ambiente, ou seja, que ela se espalhe.

• Um exemplo da classe de risco de nível 1 são os Lactobacillos sp, eles não causam danos maiores a sociedade sadia;

• Um exemplo muito comum e já visto no ensino médio de agentes do nível 2 é Schistosoma mansoni que causa a doença esquistossomose, uma verminose bastante perigosa e comum em áreas onde o saneamento é precário, os agentes biológicos desse grupo podem infectar pessoas e animais, mas fica mais difícil de ser disseminado na comunidade pois existem medidas terapêuticas eficazes;

• A partir do terceiro nível de risco os agentes biológicos se tornam mais fortes e menos vulneráveis, os agentes biológicos do terceiro nível são aqueles que já podem ser transmitidos através de vias respiratórias, causam patologias humanas e animais, e para esse tipo também existe tratamentos usuais, representam risco de disseminação na comunidade e na natureza, podendo se propagar de pessoa para pessoa, um exemplo é o Bacillus anthracis.

• O quarto nível de segurança

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com